I não pode se apaixonar por alguém

Minha amiga tá ficando com um menino de 15 anos

2020.10.25 22:25 Urucatty Minha amiga tá ficando com um menino de 15 anos

Título autoexplicativo. Ela tem 22 anos e ele tem 15. Eu não sei se eu julgo, não sei o que eu falo, não sei como agir.
Essa amiga é realmente MUITO amiga minha. A gente é unha e carne e acho que se ela matasse alguém, eu ajudaria a esconder um corpo. Ou ao menos eu achava, até ela começar a ficar com esse garoto menor de idade. O menino é legal, parece ser bastante maduro pra idade dele e resgatou o gato dela quando ele se perdeu no condomínio em que ela vive. É bem difícil não se apaixonar por alguém que resgata seu animal de estimação.
Mas tem tantos lados negativos: ela não pode apresentar ele pra família dela, ele não vai poder acompanhar ela nos nossos rolês pós quarentena, entre tantas coisas. Esse relacionamento é inviável em tantos aspectos, mas tá sendo movido pelos sentimentos das duas partes. Eu não sei se apoio ela, ou me posiciono contra (a minha não só opinião importa muito pra ela, como já foi solicitada. Então se eu fizer isso ela pode ficar com um pé atrás). O que eu faço?????
submitted by Urucatty to desabafos [link] [comments]


2020.10.25 19:58 plently ;3

Do jeito que está a minha vida nunca vou ficar com ninguém já estou começando a aceitar isso não consigo me ver com alguém, não consigo imaginar alguém que se interesse por min. Me diga que mulher iria se apaixonar por um magrelo, negro, chato, feio e que anda torto?Nenhuma em São consciência faria isso se ela pode ir atrás de um cara bonito porque ela iria me querer nem tenho papo não gosto de sair pq não consigo ficar ao lado de muitas pessoas e nem sei beijar kkkkkk sou muito merda... Além do meu problema que faz com que eu não tenha confiança porque não me sinto homem com isso não tenho nem um pingo de masculinidade então é isso NUNCA VOU CONSEGUIR ALGUÉM. Estou fadado a sempre escutar de quem eu gosto com quem ela transo ou tem vontade de transar ou namorar e etc. Porque pra elas eu sou sempre o amigo gay mesmo não sendo para ela nem sou um figura masculino é só eu o Antônio o Otávio Zé ninguém que não come ninguém não tem ninguém e nem nada é nem adianta reclamar por que isso não vai fazer eu ficar mais interessante e nem me matar porque também não resolve nada ainda é capaz de eu tomar mais o cu ainda por ter tirado a minha vida
submitted by plently to u/plently [link] [comments]


2020.10.17 18:12 MenteConfusa Pensando em desistir

Esse desabafo foi extremamente necessário, feito por uma pessoa muito confusa com tudo, que não consegue colocar seus pensamentos em organização e alcançar suas metas e objetivos. Eu sei, ficou realmente grande, mas é uma forma de eu mesmo tentar me ajudar, colocando tudo o que dói pra fora, visto que não converso com ninguém sobre isso, o que talvez seja mais um problema que só percebi agora
Escrevam sobre o tópico que lhes interessa e já vai me ajudar muito, dificilmente alguém vai ter um bom conselho pra tudo
Sou um rapaz de 20 anos com muitos sonhos, muitas metas pro futuro mas que não consegue colocar tudo em prática. Não sei se o que me falta é foco, ação ou o que mais. Na verdade quando penso o que quero e preciso fazer minha mente gira por tantos assuntos que não consigo organizar meus pensamentos e metas, foi daí que comecei a escrever pra dar um rumo
Geralmente passo meus dias fazendo algumas coisas que vão dar resultado a longo prazo, como tentando cuidar da minha aparência, do meu corpo e fazendo as obrigações diárias. Acabei o ensino médio há um tempo e não encontrei nenhuma faculdade que tenha o que realmente quero. Eu vejo faculdade como uma encheção de saco gigante, eles colocam matérias só pra cumprir com o que o MEC pede e quem se fode é o estudante que perde muito tempo. Eu tava procurando alguma facul rápida por aqui que tenha a ver com gestão, administração, empreendedorismo, marketing, vendas, mas não encontrei ainda uma de qualidade que seja tecnólogo (2 anos e meio de graduação)
Todo o meu ensino até hoje foi público e de péssima qualidade. As vezes nem tinha aula e os professores lecionavam em áreas que não estudaram, o que tornava tudo ainda pior pra absorver. A estrutura era ruim, os professores eram ruim, os alunos eram ruins e você não tinha nada no que se espelhar. No fundamental sofri um pouco de bullying que foi o suficiente pra me traumatizar por um tempo, sempre que eu pensava em ir para a escola me dava calafrios. Se não fosse o meu melhor amigo, eu teria reprovado, ele era a única inspiração e motivação que eu tinha, fazíamos as atividades juntos e um se espelhava no outro, pois éramos os melhores da escola (título fácil de alcançar)
Minha família não é muito de conversar sobre os problemas, isso já é de muito tempo e é meio que cultural entre nós. Não converso sobre nada com meu pai, mas ele quase sempre me deu tudo o que preciso, é uma pessoa liberal, me deixando sair quando quiser e o tempo que quiser, só não gosta que eu mude minha aparência ou se envolva com cigarro ou coisa pior, beber pode. O que mais me deixa confortável é que ele não me pressiona de forma nenhuma sobre eu não estar trabalhando ou não dar nenhuma atualização sobre o que quero fazer, na verdade não sei nem se ele se importa tanto com o que quero, só com que eu consiga logo. Esse tempo é muito importante para um jovem que ainda precisa se decidir e precisa de tempo pra bolar algo que dê certo. Se não fosse pelo PS2 que ele me deu quando eu tinha uns 7 anos, eu não teria aprendido inglês cedo, o que prejudicaria muito das coisas que sei hoje e pior, eu procuraria lazer na rua, com amigos aqui da favela que seguiram por caminhos não convencionais de se ganhar dinheiro, e provavelmente eu faria o mesmo. Meu pai é a pessoa que eu mais amo no mundo, uma das minhas metas é ter uma boa relação com ele
Meu pai tem problemas de saúde como diabetes e pressão alta e não importa o que aconteça ele continua se alimentando mal, mesmo sabendo do pior. Eu sinto que ele pode morrer e se isso acontecer eu não vou me perdoar nunca. Eu fico puto pois passamos por um problema recente e ainda assim ele ainda não mudou, problema esse que vou citar agora
Recentemente minha mãe morreu, mas eu não me sinto confortável em contar os detalhes aqui. Meu pai foi essencial pra resolver toda a situação, mesmo os dois sendo separados há anos, ele tankou a maior parte da dor por mim e minha irmã.
Acredito que prevenir é a melhor coisa que existe pra viver bem com a própria mente, anotar todos os problemas e desejos e fazer eles o mais rápido o possível, para que você saiba que quando algo de ruim aconteça, você fez o possível. O problema é que não consigo, meu bloco de notas fica cada vez mais cheio, tem coisas de um ano atrás que não concluí ainda
O que mais me ajudaria agora é fazer dinheiro com algo que eu gosto. Prezo muito o tempo e sei que é a moeda mais valiosa que existe, então eu não gosto de gastar meu tempo com um trabalho que eu nao gosto, mas a ironia está em que eu gasto muito meu tempo com coisas inúteis no celular, quando poderia estar fazendo dinheiro com algo que não gosto. Sou burro
Sonho em ganhar dinheiro enquanto evoluo minhas próprias habilidades e coisas que eu gosto, ajudando pessoas e a mim mesmo. Talvez com assuntos políticos, religiosos, comunicativos, ajudando pessoas, evoluindo a mim mesmo, espiritualidade, jogos, lore, curiosidades, entretenimento, ajuda aos animais e blá blá blá. Uma plataforma que eu conseguiria fazer isso é o YouTube, mas preciso de um planejamento gigante e fico empacado no overthinking, sem agir de verdade. Outras formas de fazer money que eu amo é empreendendo, pois amo ser o dono do meu próprio negócio, odeio ter chefe e horário pra chegar em um lugar e valorizo meu tempo. Fazendo investimentos, pois em algum momento vou querer viver só de renda, e essa forma de fazer dinheiro junto com o empreendimento me permite ajudar muita gente mesmo, através de educação ou investindo nelas, talvez eu pense em seguir uma carreira política no futuro, visando evoluir minha comunidade, cidade, estado e região
No começo do ano eu sonhava em viajar pro exterior e trabalhar lá com programação, fazer muito dinheiro na Europa e voltar, mas aí eu pensei 'vou gastar anos trabalhando com algo que eu apenas gosto (não amo) sendo que eu posso fazer dinheiro fazendo algo que amo, evoluindo as áreas que amo com a consequência que vou demorar um pouco mais pra conseguir esse dinheiro? E decidi mudar de profissão desejada. Já fiz isso umas 6x esse ano, até que estou aqui. Só esse ano já mudei de faculdade desejada umas 10 vezes até desistir. Eu queria uma facul de empreendedorismo mas só tem no sul, porém acho que pego alguma de administração tecnólogo por aqui. Eu pretendo ser bem versátil, pra caso dê ruim no YouTube, empreendimento e investimentos, eu tenha um caminho de saída, uma porta de emergência, mas ainda estou MUITO confuso nessa área que é talvez a mais importante
Penso que se eu morar sozinho vou ter foco 100% em mim, pois um dos maiores problemas que vi é que as pessoas ao meu redor sugam o meu potencial. Desde que minha irmã voltou a dividir quarto comigo quando começou a pandemia, eu venho definhando cada vez mais, comprei The Witcher 3 pra passar a quarentena e todas as minhas metas e meu progresso foram por água a baixo, eu me viciei de novo em jogar mas ultimamente já resolvi. Ela suga minha mente, poluiu meu quarto com as coisas dela e eu não tenho mais espaço nenhum em casa pra fazer minhas coisas. Quando minha madrasta chega a noite eu fico 0% produtivo. O único momento que eu me sinto bem é de madrugada, quando todo mundo tá dormindo e eu consigo usar meu tempo de uma boa forma, ao menos conseguiria se eu não procrastinasse. Atualmente não estou acordando nesse horário pois meu sono está desregulado.
Ultimamente me apaixonei algumas vezes mas não passou de uns meses ficando. Tenho dificuldade pra conhecer pessoas novas, mais ainda de conhecer pessoas que eu me interesso, então acabo ficando carente por bastante tempo, até me apaixonar de novo. Tenho alguns traumas de relacionamentos então me sinto com o pé atrás de namorar de novo, mas queria muito arriscar, só falta a pessoa
Quero morar só, porém pra isso preciso de dinheiro, porém pra ter dinheiro preciso fazer dinheiro, pra fazer dinheiro preciso de espaço pra colocar minha mente no lugar, pra ter esse espaço preciso que minha irmã suma, ou que eu ative algum modo secreto onde eu consiga me esconder em uma bolha pra me desenvolver, ou me suicidar, ou que algum milagre aconteça... Eu não sei o que fazer... Talvez se eu apenas fazer, aconteça...
Como já falei, ainda não pude resolver esse problema familiar pois não costumamos conversar, pra piorar tudo ainda tenho que aturar o namorado dela que é um pé no saco, dormimos nós 3 em um beliche em um quarto de 2m², não vou entrar em mais detalhes pois aí envolve a vida particular dela
No mais eu sou uma pessoa extremamente feliz. Não fico triste com felicidade, as vezes só fico puto com facilidade. Tenho muita dificuldade em chorar, não sei se isso é um traço de frieza, de felicidade ou de pouco espaço pra tristeza, mas no geral as emoções que envolvem relacionamento me afetam muito. Odeio sentir ciúme, odeio me apaixonar e depois perder essa pessoa, são nesses poucos momentos que eu choro de raiva. Tenho alguns muitos amigos e o pico de dopamina produzido pelo meu cérebro é quando estou em festas com eles, me drogando e curtindo. Amo meus amigos demais, a maioria deles fiz na escola e foi a única coisa boa que tirei de lá
Talvez eu conseguisse progredir se simplesmente desistisse de tudo e levasse uma vida genérica. Talvez seria mais fácil se eu pensasse menos e desse menos importância pras coisas, o famoso 'deixa a vida me levar'. Talvez com o tempo minha mente se acostumasse e eu não me importaria mais
Escrever me ajuda muito, então mesmo que não tenha nenhum comentário aqui, isso me ajuda a organizar meus pensamentos
submitted by MenteConfusa to desabafos [link] [comments]


2020.09.23 02:22 tali720 Tenho gostado de meu melhor amigo mas eu namoro

Bom, eu tenho 26 anos e uma filha pequena. Meio do ano passado eu comecei a gostar desse meu melhor amigo, mas eu ficava com muito receio de falar qualquer coisa pra ele e atrapalhar nossa amizade então não fiz nada. Começo do ano agora comecei a sair com um rapaz, gostei mto dele e comecamos a namorar. Cheguei a me apaixonar por ele e esquecer meu melhor amigo por um tempo, mas de umas semanas pra cá infelizmente o sentimento voltou
Meu namorado é uma pessoa boa, ele me trata bem e é aberto comigo. Mas sinto que estou desapaixonando não só por conta disso de meu amigo, mas tbm pelo fato de que ele xinga MUITO (o que me incomoda terrivelmente), fala muito de trabalho e problematiza com qualquer coisa (ex: eu falei pra ele que gosto de Harry Potter e ele praticamente me ofendeu terrivelmente pq segundo ele é um livro super racista e só quem concorda com racismo pode ler).
Já meu melhor amigo, nós nos conhecemos a uns 15 anos, somos super próximos, nunca brigamos. Acontece que é super tímido, virgem e fechado. Além disso, apesar de ter quase 26 anos, não sabe fazer nada de adulto pois os pais dele sempre fazem tudo (como botar roupa pra lavar, pegar ônibus, etc). Ele dorme todo dia 3 da manhã jogando. E nao trabalha tbm pois tá terminando a faculdade. E não bate com meu estilo de vida pois trabalho pra caramba, cuido de filha e sou de dormir cedo sempre.
Enfim.. aí esses dias fico pensando nisso..
Pelo lado da lógica somente, meu namorado atual tá sendo ótimo, apesar das coisas que citei. Mas tenho sentimentos pelo meu amigo e tbm não é justo com meu namorado estar com ele e gostar de outro.
De qualquer forma nem sei se meu amigo iria querer algo comigo, além de que nem sei se dariamos certo como namorados..
Alguém tem conselhos?
E antes que venha alguém aqui falar que isso é um problema besta (como vejo em muito tópico de relacionamento), tenho problemas piores como parente internado, lidar com estresse após abuso, criar filho sozinha, entre tantas coisas, mas só vim desabafar isso mesmo. Obrigada pra quem leu!
submitted by tali720 to desabafos [link] [comments]


2020.08.08 15:22 moonlich A origem dos conflitos raciais contemporâneos

Deixando de lado todo aquele papo de escravidão e tráfico negreiro, vamos estudar as relações de nossa era.
Muitos já devem ter ouvido a triste história do garoto negro e pobre de favela cujo o pai era motorista de ônibus e via os seus coleguinhas, filhos de traficantes, ficando ricos, saindo com as menininhas e esnobando. Esta é a típica versão do high school onde o protagonista ascende à posição de um maloqueiro por começar a roubar já que não via o pai enriquecer e sua vida ruindo.
O problema, é que esta vida materialista afasta as pessoas umas das outras pois um ladrão começa a se identificar com a essência dos objetos e no fim das contas, ele acaba esquecendo a garota por conta da vida boa. Sim, isto era uma história de amor.
Este e muitos casos de egocentrismo, que culmina em alcoolismo e traições, são refletidas em várias castas e bairros das cidades e o quê podemos fazer sobre isto?
Trouxemos aqui o professor Windfrey Petrekins da Universidade da Cochinchina para falar sobre o tema:
Olha, primeiramente muito bom dia.
Não dá pra fazer nada. Cê vai passar mó raiva, cê vai ouvir altas asneiras, vai dar vontade de praticar atos de autodestruição e falar bobeira pra quem você queria do seu lado. Quando você não tem em suas mãos a possibilidade de comprar e viajar, toda hora parece que o mundo está contra você. E quando você fica mais velho, não dá pra contar com muitas pessoas porque as pessoas não gostam de velhos. Tem que ter paciência e todos estes sonhos são alcançados quando se está mais velho, logo o quê uma pessoa poderia fazer é decidir que quer sossegar. Vai ser meio chato porque quem te conheceu quando você é novo, vai achar que você continua indo pra farra gastar sua grana. E como se sabe, o poder da memória e do pensamento persiste enquanto não for contraditado mas o problema é que quem tem o seu poder, está longe pois todas as tolices que dizíamos quando éramos jovens, sejam por palavras ou nos chats, são carregadas de nossa energia vital. Olhando por um ponto de vista positivo, a pessoa que recebe seu poder faz dele um meio de sobrevivência que não é crucial para ela mas é um símbolo de confiança. Até porque, se ela não quisesse, xingar-te-ia no momento em que você disse.
E o quê você acha que faz as pessoas aceitarem tanta asneira diariamente, professor?
Olha, por fora, a pessoa é forte e bonita mas o ser humano é uma criatura biológica e que envelhece. Sabendo disto, tem momentos de fraqueza constantes e por isto ouve e se submete à várias humilhações. Humilhações estas se estamos comparando o indivíduo com o estado da arte da evolução humana que seria uma máquina ou um deus. Quem se destaca nisto tudo é quem resiste mais pois como eu disse anteriormente, mesmo que a pessoa não diga na hora, ela pode não resistir e contar para uma terceira, descontar em objetos e até transformar esta carga em trabalho. É por isto que é importante conversar mas o quê fazem depois de adquirir a energia social continua sendo um problema. Mesmo uma pessoa que não conversa diretamente com outra mas ouve um diálogo também recebe esta energia.
Que legal, professor Windfrey! O quê o senhor pode nos dizer de pessoas que dizem muitos palavrões?
Hahaha esta é muito divertida ! Então, todo mundo já ouviu um palavrão. Mas tem um pouco a ver com o sexo. Normalmente, ninguém espera que uma pessoa bem aparentada esculache soltando pérolas imundas isto porque, entende-se que alguém bem aparentado estudou e aprendeu bons modos e que mesmo não tendo convívio com ela, ela usa palavras mais rebuscadas diariamente. Isto explica brigas de casais, garotinhas com raiva, homens sozinhos todos falando o quê não se espera deles. A esperança aqui é que tenhamos visto estas cenas em um momento único da pessoa e que ela normalmente não diz isto mas isto é se iludir para manter a imagem viva da pessoa divina que você tem. Sabemos que comprar e assistir televisão são formas de mentir para si mesmo pois a pessoa só é ela mesmo em momentos de explosão emocional, quando está sentando em uma privada, quando come e dorme. Resumindo e respondendo aos seus olhos, sim. Você deve se apaixonar pelos erros da pessoa caso queira ficar mais tempo com alguém.
Nossa, gente! O professor Petrekins sabe de tudo mesmo, né? Quantos mols de água tem no chuveiro?
6,02x10³³³³
Que horas são?
Tá na hora de puxar sua cueca pela bunda
Qual é o melhor: este ou este?
Nenhum dos dois, é aquele.
Fim de jogo, ponto pro time da casa.
submitted by moonlich to u/moonlich [link] [comments]


2020.08.07 06:41 meeiiiii O que eu faço pelo amor de nossa senhora da bicicletinha

Seguinte, eu sou demissexual, que pra quem não sabe, é um tipo de sexualidade onde a pessoa só se interessa romanticamente e sexualmente por alguém que conhece muito bem. Quem é demissexual não “pega” pessoas, não beija quem não conhece, e etc. Isso não é uma escolha nossa, a gente só não sente vontade até se atrair pela personalidade da pessoa, os gostos dela, e afins, e sim, é um campo da assexualidade.
Tem um tempo que venho conhecendo um menino, e justamente por ser demi e bem tímida, nunca tive um relacionamento antes (tenho 18 anos). Ele tem gostos muito parecidos com os meus, ele tem uma personalidade boa, e é tudo o que eu pediria pra um cara ser.
Mas o problema, é que eu não queria me apaixonar por ele, mas acabou acontecendo. Sabe o motivo de eu não querer? É confuso, mas eu tenho uma autoestima muito baixa, fico sempre colocando na minha cabeça que eu seria a última opção dele (isso se chegasse a ser opção), até porque, um milagre de um cara bom desses, só pode ser duas coisas:
Primeira: fingimento, tipo aqueles encantador de cobra, onde a cobra sou eu. Segundo: muitas meninas devem gostar dele por ser legal assim (ou seja, minhas chances foram pro raio que o parta)
Aí recentemente descobri que ele é demissexual também, ou seja, as chances de dar certo diminuíram mais ainda. Ok que é mais um ponto em comum, mas o fato dele ter que se apaixonar muito por quem eu sou pra querer algo comigo quebra as minhas pernas. Eu sou uma garota chata e desinteressante. Também sei que ele tem uma relação de amizade muito mais íntima com outras meninas.
Conclusão, vou morrer velha, sozinha, e com 7 gatos que vivem a base de ração premium e whiskas sachê.
Já me falaram pra “mandar a real pra ele”, mas isso não vai acontecer, eu sou uma franga, tenho medo até de ter medo.
submitted by meeiiiii to desabafos [link] [comments]


2020.07.16 16:26 fobygrassman ENCONTRE COROAS CASADAS HOJE

ENCONTRE COROAS CASADAS HOJE Conheça coroas, MILF's, e Mulheres Maduras brasileiras reais em menos de 2 horas, garantido!
Como Pegar Uma Coroa no Brasil Escrito por uma coroa verdadeira casadas
Quero namorar com uma coroa casada! Como eu namoro com uma coroa? Quais são os melhores sites de namoro de coroas? MILFs e coroas são a mesma coisa?
Não sei dizer quantas vezes já ouvi esta pergunta como especialista em namoro.
Originalmente minha resposta foi simples, pesquise no google sites de namoro de coroas e se compromete com um casal que você goste.
No entanto, há um grande problema com sites de namoro de coroas que afirmam ser focado em torno de mulheres maduras, MILFs, e coroas que estão buscando um homem mais jovem (referido como um "boytoy" ou "filhote".....
Eles não funcionam! E aqui estão 4 razões para isso: Não se preocupe, eu também lhe direi a melhor maneira de garantir um encontro com uma coroa casada ;)
  1. Não há coroas suficientes para dar conta Isto sobre isso, pumas são uma das categorias mais populares de pornografia. Em 2018 foi mostrado que "milf" foi a terceira coisa mais procurada em sites pornográficos. Cada jovem tem uma fantasia de mulher mais velha, mas quantas mulheres mais velhas você acha que estão assistindo a esses vídeos?
  2. A competição é grande! Para cada 1 coroa há 10-20 homens jovens tentando chamar sua atenção. Suas caixas de entrada estão cheias de mensagens não lidas. Minha tia é uma coroa autoproclamada, ela se inscreveu para um site de namoro de coroas uma vez, depois de obter +100 mensagens em seu primeiro dia ela nunca voltou. Então, se você é um cara jovem à procura de uma coroa você vai encontrar alguma competição séria. Pegando sua atenção é quase impossível e mesmo se você conseguir não há nenhuma garantia que ela vai estar interessada.
  3. Coroas não precisam do site Como eu mencionei antes, coroas são muito procuradas. Elas podem gritar pela janela e conseguir uma fila de caras. As coroas são mais propensas a namorar ou dormir com alguém que elas conhecem pessoalmente, elas são da antiga assim. Então, boa sorte competindo com o seu piscineiro, jardineiro, ou filho de amigos enquanto você é apenas um cara da internet
  4. Você precisa estar entre 24-29 para ter uma chance Já existe uma quantidade gigantesca de competição, mas a situação piora. Se você não está entre 24-29 você está em uma desvantagem séria. Uma pesquisa recente de coroas determinou que a idade ideal para um boytoy é 26 anos e a faixa etária média que elas poderiam até mesmo CONSIDERAR está entre 24-29. Há obviamente umas exceções mas são uma porcentagem pequena de um grupo já pequeno.
Disse a verdade sobre sites de encontros de coroas, mas provavelmente ainda está perguntando; OK, eu concordo que os sites de namoro de coroas são um desperdício de tempo, mas o que eu faço em vez disso?
Bem, você está com sorte porque há um pequeno truque muitas vezes negligenciado para aqueles que procuram coroas, sites de infidelidade! Isso mesmo, sites de traição são ótimos para encontrar coroas.
Estão aqui 6 razões porque os sites de traição ganham de sites de coroas para encontrar mulheres maduras:
  1. A grande maioria das mulheres lá são casadas, o que significa que a idade média é de cerca de 37-38 anos, a idade de coroa ideal!
  2. Você está competindo com caras mais velhos Esta é uma vantagem em tantas maneiras. Em primeiro lugar, você vai se destacar de todos os outros caras devido à sua juventude e condicionamento físico. Imagine uma coroa gostosa procurando através de homens perto dela e vendo foto após foto de caras velhos, fora de forma. Homens como seus maridos, que não as satisfazem.... Aí eles vêm através de seu perfil! Você é jovem, você está em forma (especialmente em comparação), e você está confiante. As chances de ela escrever a você é muito maior do que as chances de uma MILF se quer RESPONDER a você em um site de coroa.
  3. Elas não estão à procura de relacionamentos Elas estão em um site de traiçao de casado por isso está muito implícito que elas querem discrição e um relacionamento principalmente sexual. Isto significa que além da primeira ou segunda reunião você é basicamente o seu peguete.
  4. Você pode se destacar com uma foto de perfil! Em sites de traição a maioria dos usuários não tem uma imagem de perfil público de seu rosto. O que é típico é uma foto de corpo como seu retrato público do perfil e então fotos reveladoras em sua galeria privada. Podem compartilhar e revogar o acesso a esta galeria com sua própria discrição com quem quer que elas querem. Entretanto já que você provávelmente solteiro você pode criar um perfil com uma foto pública que inclua sua cara. Isso vai fazer você se destacar 100x vezes mais. As chances são que as mensagens virão antes mesmo de você precisar se apresentar.
  5. Elas etsão solitárias e insatisfeitas com seus maridos. Elas estão em site de infidelidade porque carece atenção de seus maridos. Normalmente, o marido começa a tratá-las como mãe/esposa e já não como um ser sexual. Esta é a sua oportunidade de dizer que elas ainda são sexy e ainda muito desejáveis e acredite que elas precisam/querem ouvir isso desesperadamente.
  6. Elas estão prontas para explorar sexualmente. Estas mulheres estão casadas há anos e o pouco sexo que têm com os seus maridos tornou-se mecânico e "baunilha". Elas estão prontos para apimentar as coisas e são maduras o suficiente para tentar novas experiências sexuais como: BDSM, ménage à trois, dominatrix, etc.
Ok, agora você provavelmente está pensando, "OK, você me convenceu de que os sites de infidelidade são 100x melhores para pegar coroas, mas como eu faço para realmente encontrar uma coroa?" Não se preocupe, siga estas 7 dicas e você vai aumentar drasticamente suas chances de encontrar uma coroa ou MILF em um site de casos.
7 Dicas Para Pegar Coroas Nota: algumas destas dicas são para o uso em sites de traição e algumas são dicas gerais
  1. Mencione a discrição no seu perfil e na sua primeira mensagem. Estas coroas são casados e estão à procura de parceiros casados porque isso garante que ambas as partes serão o mais discreto possível. Assumindo que você não é casado ou comprometido elas vão precisar de segurança de que você é discreto e confiável imediatamente. Considere escrever algo em seu perfil que diz:
"A discreção é muito importante para mim. Eu estou procurando somente parceiras discretas que são mutuamente respeitosas". 2. Mostra que não vai pôr em risco o seu casamento A outra preocupação que as coroas casadas que procuram homens têm é que você homens mais jovens são rápidos para se apaixonar e podem representar uma ameaça ao seu casamento no futuro. Elas não querem estar em uma posição onde você está exigindo que elas se divorciem de seu marido para que ambos possam estar juntos. Elas estão em sites de traição porque elas NÃO querem se divorciar. Assim o que eu recomendo é pôr algo assim no seu perfil e/ou primeira mensagem:
"Não olhando para mudar seu status ou meu, apenas olhando para ver se eu posso encontrar uma boa conexão com limites claramente definidos". 3. Você está disponível! Uma das coisas mais difíceis de se ter um caso é a disponibilidade. Se ambas as partes estão em relacionamentos é muito, muito difícil encontrar um momento em que AMBOS podem fugir de seus cônjuges sem levantar suspeitas. Mesmo quando você concorda sobre um tempo e um lugar, algo pode surgir e um de vocês pode não ser capaz de ir. A boa notícia é que você pode trabalhar em torno de sua programação. Este é um grande bônus então deixe que ela saiba disso! Ela pode nem mesmo perceber o quanto problema programação é se esta é a sua primeira vez traindo. Diga que já que você é solteiro você pode encontrá-la sempre e onde é melhor para ela.
  1. Mostre a ela que você respeita limites. Na verdade, diga a ela que você está ansioso para ouvi-los. Novamente, coroas casadas precisam de discrição e a melhor maneira de ser discreto é estabelecer limites. Pergunte a ela se há alguma regra de discrição que ela precise que você siga. Muitas vezes, são coisas como "não me escreva entre 18h e 23h", "use palavras em código para que se alguém ver as mensagens parecerão inocentes" etc. Tudo isso permite que ela saiba que você está falando sério sobre sua discrição.
  2. Elogie ela! As coroas estão em sites de infidelidade porque seus maridos não as tratam mais como mulheres atraentes e desejáveis. Se elas têm filhos, mesmo que sejam MILFs, é provável que seus maridos as vejam como mães mais do que amantes agora. Elas estão desesperadas por validação que ainda são sensuais e desejáveis e, vindo de um homem mais jovem, isso significa ainda mais!
  3. Acho que você é jovem demais para mim / não é jovem demais para mim? Espere que essa pergunta surja muito. Não se preocupe - este é um bom sinal! Se ela está dizendo / perguntando isso é porque ela está lhe dando a oportunidade de refutar. Se ela realmente se sentisse assim, não responderia a você. Mas agora você está em uma posição crítica; como você responde a isso determinará se você consegue um encontro / relacionamento. Lembre-se de que ela não está falando sério, está testando você. Prepare uma resposta bem pensada a isso com antecedência. Eu acho que este é um bom começo:
“Você realmente se sente assim ;)?” Esta é uma maneira divertida de ir direto ao ponto" "Eu realmente não vejo as coisas dessa maneira. Estou procurando por características como maturidade, confiança, discrição e abertura. Mulheres mais maduras têm mais desses traços e você é incrivelmente sexy." 7. Elas vão pensar que você é imaturo. Imediatamente elas assumirão que você é jovem, excitado e imaturo. Você precisa refutar isso imediatamente. Inicie suas mensagens o mais maduro e profissional possível. Releia suas mensagens e verifique se a ortografia e gramática são 100%. À medida que a conversa continua, você pode se tornar cada vez mais brincalhão, mas a primeira impressão dela precisa ser que você é maduro e inteligente, e não um garoto idiota.
Então aí está, minha opinião extensa e bem pesquisada sobre: Por que sites de coroa não funcionam Onde você pode encontrar coroas REAIS Como você pode maximizar suas chances de entrar em um relacionamento causal com uma coroa Se você leu este artigo e realmente implementar essas dicas, estará dez passos à frente da concorrência e estará no caminho de namorar coroas, MILFs e mulheres maduras.
Ah, e antes que eu esqueça, a pergunta "MILFs e coroas são a mesma coisa?"
A resposta é não. MILF: MILF significa ‘Mãe que eu gostaria de comer’ em inglês. São mulheres com filhos que você acha sexy, só isso.
Coroas (ou cougars em inglês): as coroas são mais velhas, atraentes, mulheres que estão "rondando" explicitamente por homens mais jovens!
O Brasil é um país de trair coroas casadas! Uma em cada dez mulheres casadas encontrou alguém mais de 10 anos mais novo! 8% das mulheres têm encontros casuais com homens muito mais jovens. A maior diferença de idade média entre coroas casadas e amantes é de cinco a dez anos 57% dos homens tiveram um caso com uma coroa casada O estudo constatou que oito por cento das mulheres casadas tiveram um caso com um homem mais jovem Mulheres maduras também são muito atraentes para homens casados. 61% dos homens casados ​​no Brasil têm um caso extraconjugal com uma mulher mais velha. 25% dos homens casados ​​namoraram uma mulher entre cinco e dez anos mais velha. O apetite sexual das mulheres aumenta com a idade, enquanto os homens tendem a atingir o pico em seus vinte e poucos anos. Isso poderia explicar a tendência crescente de coroas casadas em busca de homens. Casados ​​com homens podem ver um declínio escasso no desejo sexual e coroas casadas, eles estão ficando cada vez mais frustrados. Eles agora optam por conhecer um cara que é mais jovem, simplesmente porque sua libido é mais semelhante.
submitted by fobygrassman to coroas [link] [comments]


2020.06.14 08:26 BiCcarvalho Me ajudem, por favor!!

Eu converso com um menino tem uns 2 meses, nós começamos a nos gostar e ele veio na minha casa ontem, ficou aqui e conheceu minha família etc (com todas as medidas de proteção contra o covid). Ele é incrível, porém tem um jeito MUITO afeminado e com naturalidade, eu o apresentei como amigo e minha família inteira perguntou se ele é gay, antes dele ter vindo aqui eu já havia perguntado e ele negou. Hoje tornei a perguntar já pedindo desculpas por essa insistência e ele voltou a dizer que não, que eu poderia deixar de falar com ele se eu quisesse, mas até o uso das mãos, o modo como ele joga o cabelo, a voz e o jeito de falar são afeminados. Também deixo acrescentado que dormimos juntos e ficamos, não sei se um gay teria coragem de dormir com uma mulher, a menos que seja bi. Enfim pessoal, gostaria de saber pra ajudá-lo, ele tem problemas com a família e passou pela minha cabeça que pode ser por perceberem esse jeito dele e terem preconceito, também pra evitar de me apaixonar por alguém que não gosta do meu gênero kkk. É a primeira vez que estou passando por isso, me ajudem!!! opinões, conselhos e experiências!
submitted by BiCcarvalho to desabafos [link] [comments]


2020.06.09 01:22 dedereezz O vício comum (mas sem filtros)

O romance sempre foi tema de sucesso na arte, afinal, amor é um sentimento que todos possuem e sempre está em algum lugar nos nossos pensamentos, certo? Mas ainda assim, creio que algo como a paixão não deveria ser observado de um ângulo tão simplista. É interessante observar que quando sentimos essa atração por alguém, tendemos a depositar uma noção de importância naquela pessoa, a enxergá-la como um ser essencial para a felicidade genuína ou até mesmo a vida, quando na verdade essa importância é completamente ilusória e demonstra um vício no indivíduo em questão. Se vermos por essa perspectiva, o amor complacente para um ente poderia ser algo negativo, visto que põe em risco a nossa estabilidade emocional, contudo, pelo contrário, essa forma de afeto é completamente romantizada, e dificilmente analisada ou pensada de uma forma a ver os contras e a favores. O que não necessariamente é algo ruim, pois experiência é um meio de alcançar a excelência, e demonizar essa afeição pode acabar por ser muito mais perturbador para quem sente do que deixá-lo vivenciar essa(s) fase(s). Infelizmente se apaixonar é um perigo assim como o apego a conceitos como 'autoestima' também são, e assim eles são pois não somos preparados para lidar com esses sentimentos e conceitos na nossa criação; é evidente o despreparo da grande maioria das pessoas para lidar com o amor, seja próprio ou não, e também se evidência muito o desinteresse dessas pessoas em procurar entender esse afeto, mesmo que, por mais simples que este sentimento seja, ele se torna complexo dentro dos nossos moldes de fundamentos, preocupações e(ou) ideais. Sentimentos não devem ser evitados, mas sim compreendidos e analisados para que futuros óbices possam ser evitados ou contornados.
Isso é só o que eu penso.
submitted by dedereezz to u/dedereezz [link] [comments]


2020.06.02 04:56 iWantHamburguer Um desabafo sobre personagens femininas nos animes

Oi, é a minha primeira vez postando no reddit, então, desculpa por qualquer coisa
Tipo, eu sou mulher e isso já pode dizer muito, mas ultimamente eu venho perdendo meu interesse em animes (não que seja problema pra alguém, só quero desabafar em algum lugar).
E é justamente pelo fato de mulheres em animes serem usadas 99% das vezes apenas como atrativos, e não como verdadeiros personagens. Me diz, quando foi a última vez que vc viu um anime em q alguma personagem feminina não é sexualizada? Ou então feita de fofinha (e parecida com uma criança) ao extremo, sendo que ela tem 20 ou mais anos?
Muitos animes tem uma temática ótima, uma boa história, mas parece que a serventia das personagens femininas neles é apenas se apaixonar pelo protagonista e ficar se esfregando nele.
Eu sei que tem animes mts bons que tem boas personagens femininas, e que o ecchi não é de agora, porém, isso meio que vem se tornando um padrão em diversos animes, que priorizam mais a animação dos peitos da personagem que o resto.
Enfim, é só um desabafo, eu assisto animes desde 2008 e agora em 2020 eu continuo assistindo, porém com um olhar mais crítico.
Desculpe pelo textão, eu só queria falar msm e obrigada ^
submitted by iWantHamburguer to animebrasil [link] [comments]


2020.06.01 01:26 altovaliriano Shae (Parte 1)

Uma prostituta aprende a ver o homem, não seu traje, caso contrário acaba morta numa viela.
(ACOK, Tyrion X)
A primeira vez que conhecemos Shae, ela já está fora da tenda de Tyrion, dividindo uma fogueira com Bronn, Podrick, um criado e um cavalariço.
Eu gosto de mencionar Podrick, o criado e o cavalariço, pois muito se fala sobre Bronn e Shae serem agentes de Tywin ou de outra pessoa, mas muito mais fácil que os informantes sejam estes servos a quem Tyrion não presta atenção nem tem qualquer relação especial. Shae trabalhar para outra pessoa é algo que abordarei ao longo do texto.
Retornando, quando Shae nos é apresentada percebemos o quão esperta a garota é. Sua primeira fala no livro já é uma demonstração de autonomia e articulação.
É ela? – perguntou a Bronn.
Ela se ergueu num movimento gracioso e olhou para ele, da majestosa altura de um metro e meio ou mais.
É, senhor, e ela pode falar por si mesma, se assim quiser.
(AGOT, Tyrion VIII)
Já sua segunda fala nos deixa claro que Shae tanto é ousada quanto divertida, capaz de entreter de Bronn a Tyrion.
Sou Tyrion, da Casa Lannister. Os homens chamam-me Duende.
Minha mãe chamou-me Shae. Os homens chamam-me… com frequência.
Bronn deu risada, e Tyrion teve de sorrir.
(AGOT, Tyrion VIII)
Mas esta troca de palavras inicial não serve apenas para que saibamos sobre as qualidades mentais de Shae. Em meio ao atrevimento e piadinhas espertas, temos os primeiros indícios que Shae já é uma prostituta experiente.
Mais tarde, em A Fúria dos Reis, saberemos que Shae contou a Tyrion que era abusada sexualmente pelo pai e que fugiu de casa. A forma trivial como o assunto é discutido entre Tyrion e Shae parece reforçar a ideia de que este passado trágico não é recente e que Shae já se prostitui há algum tempo.
Outro momento em que a experiência de Shae fica clara é quando a garota negocia seu futuro relacionamento com Tyrion. Primeiro, ela estabelece sem pudor que cobrará mais caro para se portar com sinceridade perante Tyrion:
O que me agradaria seria obter de você a verdade, garota.
Está bem, mas isso custará o dobro.
(AGOT, Tyrion VIII)
Para completar, quando Tyrion lhe propõe comprar sua fidelidade, Shae também aceita com naturalidade os termos do anão, sem barganhar ou ficar impressionada:
Sou um Lannister. Tenho ouro com fartura, e pode descobrir que sou generoso… Quero mais de você do que aquilo que tem entre as pernas, embora também queira isso. Partilhará a minha tenda, encherá meu copo de vinho, rirá dos meus gracejos, massageará as minhas pernas doloridas depois de cada dia de marcha… e quer se mantenha comigo durante um dia ou um ano, enquanto estivermos juntos, não levará nenhum outro homem para a sua cama.
É justo – ela estendeu a mão até a bainha do vestido de ráfia e tirou-o pela cabeça, num movimento suave, atirando-o para o lado. Por baixo, nada havia a não ser Shae. – Se não apoiar essa vela, meu senhor vai queimar os dedos.
(AGOT, Tyrion VIII)
O comportamento de Shae parece indicar que este tipo de relação não é novo para ela. Entretanto, é justamente nesse ponto que as aparências e circunstâncias da garota voltam a ser relevantes. Shae é achada seguindo um acampamento de guerra, usando um vestido de ráfia e seu cliente original era um cavaleiro de baixa patente:
Tirei-a de um cavaleiro. O homem estava relutante em desistir dela, mas o seu nome mudou um pouco a maneira dele de pensar… isso e o meu punhal em sua garganta.
Magnífico – disse secamente Tyrion, sacudindo as últimas gotas. – Acho que me lembro de ter dito encontre-me uma prostituta, e não me faça um inimigo.
Tyrion perguntou-lhe pelo homem de quem Bronn a tirara, e ela disse o nome de um servidor de um fidalgo insignificante.
(AGOT, Tyrion VIII)
Nós sequer podemos arguir que o cavaleiro poderia a ter enganado. Primeiro porque, como Shae diz na citação que inaugura este texto, uma prostituta esperta precisa enxergar o homem e não o traje dele. Em segundo lugar, por que a própria Shae admitiu saber que ele era uma pessoa insignificante:
Não é preciso temer homens como ele, senhor – disse Shae, com os dedos atarefados em seu membro. – É um homem pequeno.
(AGOT, Tyrion VIII)
Portanto, Shae não é uma cortesã ou alguém acostumado a luxos, como alguns leitores mais imaginativos cogitam. Na verdade, sua ousadia parece decorrer do instinto de sobrevivência de uma pessoa de ‘nascimento baixo’ e toda a sua esperteza não a impediu de ser nada mais do que a prostituta de um “homem pequeno” em um acampamento de guerra. Em outras palavras, Shae tirou a sorte grande quando foi escolhida para Tyrion. Ela não tinha nenhum grande plano na manga.
Mas, verdade seja dita, Shae deve ter feito o cálculo de custo-benefício antes mesmo de ter sido trazida à tenda de Tyrion. Afinal, o próprio Tyrion exigiu a Bronn que a prostituta que este arranjasse deveria ser avisada que seu cliente era um Lannister e um anão:
[…] Assegure-se de lhe dizer quem sou e a previna do que sou.” Jyck nem sempre se incomodara em fazer aquilo. Havia um olhar que as moças por vezes davam quando vislumbravam pela primeira vez o fidalgo a quem tinham sido contratadas para satisfazer… um olhar que Tyrion Lannister não queria ver nunca mais.
(AGOT, Tyrion VIII)
Então, quando Shae apareceu na vida de Tyrio, tudo que ela poderia esperar era acompanhá-lo durante o tempo da batalha. Shae não estava procurando agradá-lo mais do que isso. Tyrion a mantém em sua tenda, depois em seu quarto na Estalagem da Encruzilhada e somente na última linha de seu capítulo em A Guerra dos Tronos é que fala em levá-la a Porto Real.
Na verdade, do jeito como a conversa com Tywin se desenrola, fica parecendo que o próprio Tyrion não havia cogitado levar Shae consigo até que seu pai menciona isso:
Uma última coisa – disse ele da porta. – Não levará a prostituta para a corte.
Tyrion ficou sozinho na sala comum durante um longo tempo depois de o pai ir embora. Por fim, subiu os degraus até suas acolhedoras águas-furtadas sob a torre sineira. [...]
Tenho em mente levá-la para Porto Real, querida – sussurrou.
(AGOT, Tyrion X)
Uma vez que no capítulo anterior fica claro para Tyrion que o Tywin o pôs na esquerda do exército sem contar que pretendia deixar esse arregimento ser massacrado (a ponto de Tywin confessar isso), eu acredito que Tyrion só resolveu levar Shae a Porto Real como um insulto à ordem do pai e não porque necessariamente estava apaixonado pela garota.
Mas com isso não quero dizer que Tyrion já não projetava sua carência sobre Shae. Este tipo de coisa já estava sendo plantado por Martin desde a primeira noite do anão com ela. Tyrion já gostara da objetividade de Shae enquanto prostituta, de seu comportamento contraditório (espacialmente do sorriso que alternava entre (“tímido, insolente e malvado”) e de suas características físicas. Estas últimas eram as que tinham mais relação com seu amor perdido.
De fato, uma coisa notável é que Tyrion avalia Shae como “aparentemente com não mais de dezoito anos”. Portanto, jovem o suficiente para parecer um fantasma de sua relação adolescente com Tysha, mas não jovem a ponto de ser uma segunda Tysha na cabeça dele (que até o momento achava que Tysha era uma prostituta).
Por outro lado, inconscientemente, Tyrion denuncia ao leitor que sua primeira noite com Shae tem alguma forma de paralelismo com a experiência que teve com Tysha. Na estrada de altitude com Bronn, Lannister explica que a canção myresa “As Estações do Meu Amor” é para ele uma lembraça de seu amor perdido.
Então deveríamos cantar, para que fugissem aterrorizados – e começou a assobiar uma melodia […]. – Conhece esta canção? – perguntou.
Ouve-se aqui e ali, em estalagens e bordéis.
É de Myr. “As Estações do Meu Amor.” Doce e triste, se compreender as palavras. A primeira mulher com que me deitei costumava cantá-la, e nunca fui capaz de tirá-la da cabeça.
(AGOT, Tyrion VIII)
Não por coincidência, é esta canção que enche a cabeça de Tyrion após sua primeira noite com Shae.
Sentia a suavidade dos seios dela comprimidos contra seu braço. Era uma sensação boa. Uma canção encheu-lhe a cabeça. Suavemente, baixinho, pôs-se a assobiar.
Que é isso, senhor? – murmurou Shae contra seu corpo.
Nada – respondeu. – Uma canção que aprendi quando era rapaz, nada demais. Durma, querida.
(AGOT, Tyrion VIII)
Porém, por mais que seja irresistível ver nesse gesto de Tyrion um indício de que ele estaria, desde o primeiro encontro, Shae com Tysha, não sabemos se isto não é um reflexo de Tyrion com todas as prostitutas com que dorme. Martin, inclusive, nos brinda com uma informação que me passou batido em todas as minhas releituras até hoje:
Tyrion percebeu que precisava dela. Dela ou de alguém como ela. Já se passara quase um ano desde que dormira com uma mulher.
(AGOT, Tyrion VIII)
Segundo o que eu entendi, Tyrion estaria à procura de qualquer mulher como Shae, não ela em específico. E o fato de que estava há quase um ano sem ninguém pode ter aumentado a opressão de sua solidão, a ponto de ele começar a fantasiar enquanto se relacionava com a prostituta.
De toda forma, eu diria que a decisão de levar Shae como um insulto a uma ordem direta de Tywin acaba por se virar contra o próprio Tyrion. O tipo de governo que Tyrion imprime em Porto Real cada vez o deixa mais dependente de seus próprios homens e de sua prostituta.
Shae tornasse a única fonte de prazer e carinho de Tyrion e isso o leva a, aos poucos, se apaixonar por ela. E ela, como uma prostituta esperta, sabe disso, pois aprendeu “a ver o homem, não seu traje”.
Na próxima semana, haverá uma parte 2.

Perguntas

  1. Nós conhecemos depois ‘o cavaleiro de um fidalgo insignificante’ que estava com Shae? Ou o personagem era insignificante até para GRRM?
  2. Tywin tem mesmo um informante entre a criadagem de Tyrion ou o anão é que foi muito óbvio ao trazer Shae para dentro da Estalagem?
  3. Tywin sabia que, ao ordenar que Tyrion não levasse Shae para Porto Real, o anão faria exatamente o contrário?
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2020.01.31 02:32 tisrfll externalizando sentimentos

Eu acho que eu tô apaixonada, quer dizer eu tenho certeza que eu tô apaixonada e eu odeio estar apaixonada por alguém que não seja eu. Isso pode ser um pouco narcisista da minha parte, mas as pessoas são narcisistas. Eu queria não estar apaixonada, durante esses 4/5 meses esse sentimento vem crescendo dentro de mim, é estanho e tão bom ao mesmo tempo. Não sei como tudo isso começou ou o que fez eu me apaixonar, só sei que estou apaixonada. Pode ser porque eu não conheço muito sobre você e isso me fez idealizar essa relação perfeita, que eu posso modificar a cada segundo do meu dia que eu penso em você. Eu queria te dizer tudo que eu sinto quando penso em você mas eu não consigo nem entender direito esse sentimento, então como eu poderia te explicar, talvez agora eu entenda porque o amor é tão complicado, mas olha, eu não te amo, eu só tô apaixonada, até porque não consigo admitir uma paixão imagina um amor é muito pra mim. Eu odeio estar apaixonada, esse sentimento está me consumindo e por mais que você exista, existe outro de você na minha mente, que eu criei e alimentei a cada dia que não te vi ou não falei com você, me desculpa mas eu acho que tô apaixonada, eu não espero que você as aceite pois elas não são desculpas pra você, já que você nunca vai ler essa mensagem, essas desculpas são pra mim que tô escrevendo, escrevo pra ver se te esqueço. Eu sei é tudo muito forte, muito intenso, mas eu sou assim, intensa, tento lutar todos os dias contra essa intensidade eu guardo ela pra mim, talvez seja por isso que eu estou escrevendo isso, pra liberar um pouco desse sentimento. O pior de tudo é que eu não tô apaixonada por você, e sim pelo o que eu criei de você, um você que eu nunca vou encontrar, o que por um lado é maravilhoso, pois não vou me decepcionar, mas o pior de tudo e que eu já estou decepcionada. O que eu posso fazer se eu amo o você que eu inventei. Sim eu disse de novo eu te amo, e olha eu não costumo dizer isso, como eu já disse eu guardo meus sentimentos pra mim, aliás eu sempre guardei por medo de me magoar ou não ser recíproco e isso foi horrível, isso eu consigo admitir guardar sentimentos é uma merda, mas eu tô tentando mudar e esse texto é uma das vias desse meu progresso. Aqui eu consigo expressar em palavras algumas das coisas que eu sinto ou penso. "As pessoas funcionam como engrenagens uma dependendo da outras por mais que tenha algumas mais independentes elas ainda sim não funcionariam sozinhas e com isso vem o desgaste e o molde." Eu guardei meus sentimentos e usei borrachas para me proteger do desgaste, mas uma hora a borracha rompeu e nesse momento eu decidi escrever isso, eu estou desgastada, eu sei soa estranho, mas eu gosto de criar minhas próprias analogias, me sinto autentica por mais que às vezes elas não façam sentido, elas são minhas, e nada tão bom pra me representar do que coisas que não fazem sentido e autenticidade. Enfim pra deixar claro, eu não te amo e não tô apaixonada depois de tudo isso eu não espero que você entenda porque nem eu estou entendendo.
submitted by tisrfll to desabafos [link] [comments]


2020.01.08 08:07 Bloodao Paixão por uma personagem fictícia.

Olá, esse é o segundo site em que posto isso, por mais que seja um tanto vergonhoso pra min, sinto que é nescessário, por favor se você acha esse título uma brincadeira ou uma fanfic, pelo menos não comente nada pra não piorar minha situação, irei contar como tudo começou desde o primeiro dia.

Naquele dia eu estava jogando tranquilamente, e chega uma mensagem no meu celular, eu abro e é meu amigo, me recomendando um anime, eu curto animes e ultimamente tem sido o meu hobby além de jogar, então eu fui ver, pra quem assiste bastante animes, provavelmente já deve conhecer,Rascal Does Not Dream of Bunny Girl Senpai, ou só pelo nome curto que as pessoas chamam normalmente, Bunny Girl Senpai, e bom, eu assisti o anime inteiro e achei maravilhoso e incrível, creio que tenha sido o melhor anime da minha vida inteira, depois de terminar o anime assisti o filme do anime, que também é espetacular, depois disso eu fui continuar meu dia normal de férias, jogar ou assistir mais anime, mas eu tavo sentindo um peso enorme, e eu não sabia o que era, e eu ficando confuso comecei a entrar em pânico, tentando descobrir o que estava me causando essa agonia, esse frio na barriga absurdo, então sem querer eu descobri, quando eu pensei em uma das personagens do anime, eu cai em lágrimas, tinha acabo de descobrir que estava apaixonado por uma personagem fictícia, me refiro a Mai Sakurajima, ou apenas Mai-San, e eu estava tentando achar uma solução e me veio a cabeça ''eu posso ficar tranquilo, isso é só uma apaixonite por uma personagem, obviamente não vai durar nada ou algo do tipo'', emfim.... aqui estou eu, com um belo tempo passado, e já estou ficando com medo de me sentir assim pra sempre, pode parecer muito exagero, afinal estamos tratando de algo impossível, mas eu realmente percebo que estou apaixonado por ela, ela conseguiu ser perfeita aos meus olhos, provavelmente não só aos meus, isso que me deixa ainda mais furioso, além de ser uma personagem, ou seja, é algo que nunca conseguirei, se por um acaso eu conseguisse, eu não seria o único, pode parecer egoísmo mas é o que eu sinto, eu cada vez só sinto mais afeto por ela, eu realmente à amo, eu percebo isso por que um dia eu já fiquei apaixonado por uma garota, e senti as mesmas coisas, e eu só consegui esquece-la por que ela realmente parou de existir pra min, eu não lembro dela mais, e quando eu lembro não sinto mais nada, provavelmente muitos de vocês que estão vendo esse texto vai tentar responder que esse é o exemplo mais forte de que eu vou um dia quem sabe esquecer a Mai-San, mas pra min esse é o exemplo mais forte de que eu não vou esquecer, por que pra esquecer uma garota que eu praticamente não tinha contato nenhum com ela, quase não a via, foi um inferno, imagina pra uma personagem, que é algo que aparece toda hora, ainda mais ligada a tantas coisas importantes pra min, por exemplo, quem me recomendou o anime foi um dos meus melhores amigos, pra min ele é uma pessoa inesquecível, e o anime foi o melhor que já vi na vida, então também é inesquecível, eu já não sei o que fazer, muitas pessoas também podem falar que eu só estou apaixonado por ela ser uma personagem bonita, mas a personalidade dela pra min é a melhor do mundo, eu não consigo acreditar que exista algo assim, uma pessoa tão boa e doce, que se preocupa com você a ponto de largar o trabalho que estava fazendo em outro país, pra viajar até você pra te confortar, talvez possa existir várias pessoas assim, mas eu queria me casar com ela, queria dormir com um abraço quente dela, e pensar nessas coisas só aumentam meu amor por ela.

Eu sou um cara muito realista, nem um pouco utópico, reconheço o que é impossível, e talvez por isso eu esteja mais triste do que deveria estar, eu sei que não vou consegui-la, e isso me dói muito, acho que é a dor mais forte que já senti, superou até a que eu senti na morte do meu avô.

Não sou uma pessoa triste, não vivo dizendo por ai que quero cortar os pulsos nada do tipo, e como eu já disse essa sensação não é nova pra min, já que já senti isso um dia, eu fico com um ódio de mim mesmo por ter me apaixonado por uma personagem de um desenho japonês, kkkk me da até vontade de rir, mas a tristeza bate muito mais forte por culpa de todos esses fatores, eu não vou esquece-la, e nunca vou ter ela junto comigo.

Eu realmente agradeço você que leu tudo isso e que provavelmente quer me ajudar, eu não sei o que fazer, e não sei o que quero que aconteça no meu futuro, já que uma parte de min que esquece-la, pra acabar com esse sofrimento que estou sentindo, mas a outra parte quer que eu lembre dela, essa parte quer ser utópica, a ponto de ter esperança de um dia eu me juntar a uma personagem de desenho, eu não sei como eu deixei isso acontecer (me apaixonar por uma personagem), mas eu me culpo todo dia por isso.

Antes de terminar queria dizer que se você for responder uma frase pra me ajudar que seja do tipo: ''fale com seus pais sobre isso, eles são as melhores pessoas pra conversar com você'' ou ''tente achar uma pessoa igual a ela, tanto em aparência (apesar de ser impossível pois além dela ser perfeita rsrs... ela é uma personagem de anime) quanto em personalidade''. Digo pra não responder isso pois se eu falo pros meus pais sobre isso, e que foi assistindo anime que aconteceu, eles vão cortar minha assinatura com o site de animes, pois pra assinar foi uma luta, já que meu pai havia ouvido rumores de que adolescentes/jovens estava se suicidando e coisa do tipo por causa de animes, e assistir animes está sendo meu hobby principal, é o que eu mais gosto de fazer. E pela parte de encontrar alguém parecida, por que eu não vou ficar com uma garota apenas por que ela parece com uma outra pessoa que eu gostaria de estar namorando, além de ser ruim pra min, em questão de eu estar sendo egoísta e deixando a garota triste por isso, eu vou estar apenas aumentando as esperanças de que um dia eu tenha ela.
submitted by Bloodao to desabafos [link] [comments]


2020.01.03 06:49 Doomguy1234 Hoje eu dei uma chance ao amor...

Eu nunca namorei. Tenho 18 anos e nunca namorei. Já tive um total de duas quedas por outras garotas.
Uma delas nasceu em 2018. Foi um tempo depois de ter criado uma página no instagram só pra lançar interpretações de letras de músicas que eu gostava sem que me enchessem o saco. Do nada, uma garota desconhecida, não ligada a música começa a me seguir. Eu fico curioso e mando uma DM pra ela. Conversa vai, conversa vem; os dias passam e ela oferece o WhatsApp para continuarmos conversando regularmente. Encontramos um no outro uma amizade inesperada. Somos ambos de cidades diferentes, nunca nos vimos pessoalmente e ainda assim conversávamos bastante! Eu começo a sentir algo a mais por ela, mas eu acabo sufocando esse sentimento pelo medo que tive de um primeiro relacionamento, ainda mais à longa distância. Eventualmente paramos de nos falar, especialmente depois que entrei na faculdade ano passado. Atualmente ela namora, e eu estou muito feliz por ela, especialmente porque ela se despediu decentemente de mim e nunca me manipulou ou algo assim.
Por falar em faculdade, minha segunda queda também aconteceu à distância. Os vets colocaram todos os bixos num grupo. A gente tava conversando de boa sobre montar banda, o que esperávamos dos cursos, enfim. Quando uma garota me chama para conversar no privado. Lembro como se fosse hoje: “você parece ser um cara legal”. Aquilo fez o meu dia! A gente foi conversando, fez uma aposta (que eu perdi) no duolingo e tudo parecia bem com a gente. Mas daí a faculdade chegou batendo né kkkkkk... Ela era de outro curso, e nossos intervalos muito raramente batiam. As lições acabaram me convencendo a passar a maioria do meu tempo focado somente nos estudos e a gente parou de se falar. Uns tempos depois ela também começou a namorar. Àquela altura, eu estava me sentindo um lixo de pessoa. Eu não conseguia fazer amigos na sala ou na faculdade como um tudo, passava o dia, essencialmente, sozinho. Até mesmo em casa, já que eu não gosto de ficar muito no pé da minha mãe, enfermeira de uma UPA de periferia. Além disso, Engenharia Mecânica MUITO FODA de lição. Puta que o pariu. Foi nesse começo de ano que fiz meu primeiro desabafo aqui e deixei isso virar um hábito por uns 4 meses.
Pula pra novembro. Eu já tinha alguns amigos com quem eu sempre jogo Can-Can nos intervalos mas nunca passou muito disso. Eu já havia desistido de me apaixonar, pelo menos até me ajeitar e cuidar de mim mesmo. Não suporto ser fardo para outra pessoa, ainda mais emocional. Vasculhando o NeedAFriend , eu encontrei um servidor no Discord que prometia ser um refúgio para quem se sente sozinho. E eu, que não consigo socializar quase nada comprei a ideia. Se fosse ruim era só cair fora e obedecer o Coronel Fábio (Esquece essa merda aí porra). Entrei. Honestamente não era assim tão melhor no começo. Mas daí em um dos canais do servidor, voltado para uma atividade contagem (Isso mesmo, vai do 1,2,3,4, até o infinito e além) eu conheci alguém...
Ficamos contando centenas de números que nem um bando de retardados, mas pelo menos nos divertimos kkkkkkkkkkkkk. Não parecia muito de uma interação na hora, mas era a primeira coisa que fiz com alguém lá. Tempos depois fomos nos falando cada vez mais nas conversas de grupo. E mais. E mais. E mais...
Há alguns dias estávamos zoando com o bot do servidor e ela ficou curiosa a respeito de um comando de casamento. Ela se perguntou com quem ela iria testar (estávamos em 3 naquela hora) e eu me ofereci. Não havia nada melhor pra fazer, então que se dane. Ali nos “casamos”. Daí eu me divorciei para ver como era kkkkkkkk. No entanto a gente acabou gostando da ideia de ter mais um casal midiático no servidor e “casamos” de novo. A partir daí, as coisas foram crescendo entre a gente. Começamos a conversar por horas nas DMs. A fazer muitas piadas sobre casais. Até ontem...
Há um canal de flertes no servidor e ela estava de zoeira com outra garota que dizia que não havia com quem flertar. Ela disse “flerte comigo então” e eu mandei abaixo “Mas você não é casada? /s”. Um tempo depois ela me perguntou se eu queria que ela flertasse comigo e eu respondi... “Sim /s”. Nós flertamos com aquelas cantadas de pedreiro. Ela me disse que eu flertava bem melhor que ela. Eu disse que talvez devesse usar os flertes no meu primeiro encontro. Ela disse “Você se casou comigo e nunca tivemos um encontro”. Naquela hora eu comecei a pensar milhões de coisas. Eu realmente estava sentindo algo por aquela garota, mas o medo de manter um relacionamento à distância estava gritando dentro de mim.
Eu não sei da onde arranquei forças para perguntar: “você está pedindo para sair comigo?”
Ela responde: “Não sei. Você quer que eu peça?”
Ali, BEM ALI, eu me senti muito nervoso. Muito medo pesando o peito, muita vergonha de receber uma pergunta daquelas e eu não sabia se ela sentia o mínimo do que eu havia cultivado por ela. Num momento de muita adrenalina eu disse: “Honestamente? Sim”
Nos revelamos tensos e envergonhados um pelo outro, ambos surpresos e perplexos com nossas respostas. Resultado: ela me chamou para o tal “encontro”. Ele aconteceu mais ou menos das 23:40 até 1:50 de hoje.
Sabe o que é louco nisso tudo? Ela é das Filipinas! Eu me fechei a duas garotas do estado de São Paulo, mas escolhi me abrir a uma das Filipinas...
Antes de ela pedir que eu fosse dormir (nós temos essa coisa de querermos dormir não muito tarde para evitar complicações kkk), eu me abri totalmente para ela. Já era óbvio que havia algo entre nós, mas eu resolvi tirar o que eu sentia por ela do meu peito. Escrevi um baita textão me declarando após o “encontro”. Ela também se declarou pra mim: “só saiba que é uma coisa mútua entre a gente”. Eu só não saí gritando e pulando de alegria porque estou dividindo o quarto com outras três pessoas hoje kkkkkkkkkkk. Mas eu me senti extremamente aliviado de finalmente dar uma chance ao amor!
Uma garota das Filipinas e um garoto que estava quase sem esperanças para o amor. Quem diria que assim seria o meu primeiro relacionamento! Pode parecer coisa de nerd, relacionamento via Discord, mas foda-se. Eu não sei ao certo porque vim aqui desabafar (deve ser porque não me abro pessoalmente a ninguém) mas foda-se! Eu sei que hoje eu durmo feliz porque sei que alguém diferente me ama pelo que sou...
submitted by Doomguy1234 to desabafos [link] [comments]


2019.12.17 13:25 toranjamecanica Queria dizer o que aprendi esse ano

Hoje cedo me peguei pensando em quanto 2019 foi um ano bem merda pra mim e pra galera que eu conheço, mas aí parei pra pensar nas coisas que aprendi também, tipo
Aprendi que eu não preciso ser o melhor para os outros mas que tenho que ser bom pra mim
Aprendi que tomar decisões é muito difícil, mas que se eu não toma-las eu tenho crises de ansiedade
Aprendi que falar é muito melhor que guardar pra mim
Aprendi também que as pessoas não se afastam só pq vc fala o que pensa
Aprendi a acreditar mais em mim mesmo e que prepotência e amor próprio são bem diferentes
Aprendi que se apaixonar dói, mas que só dói porque eu guardo pra mim em vez de falar
Aprendi que colar não faz de mim uma pessoa horrível, mas é melhor evitar
Inclusive, aprendi a colar
Aprendi que a faculdade é bem menos importante que minha saúde mental
E, já que estamos falando nisso, aprendi a cuidar melhor do meu corpo e mente
E também como os dois tão infinitamente ligados
Aprendi como lidar com minhas crises de ansiedade/depressão sozinho
E aprendi também que não preciso lidar com isso sozinho, tenho amigos verdadeiros ao meu lado
Aprendi que não posso confiar em todas pessoas
E aprendi quem realmente tava do meu lado
Aprendi que a amizade é muito mais importante numa relação pra mim do que o sexo
Aprendi também a valorizar essas relações de amizade mesmo meus conhecidos achando estranho
Aprendi como fingir a sorrir e como é importante parar de fingir
Aprendi como a depressão pode me dominar e como falar me ajuda a dominar ela
Aprendi que ficar sozinho e aprender sobre si mesmo é importante
E também que sair e se divertir com os amigos é importante também para conhecer melhor seus amigos e o mundo
Aprendi que é muito legal tem alguém pra confiar e ter companhia mas que não posso me acomodar com essas pessoas
E por fim, aprendi que mesmo de um ano merda você pode tirar alguma coisa boa dele, e espero que eu possa usar todas esses aprendizados na próxima década
Obrigado a quem leu até aqui, e espero que talvez isso ajude a você que também teve um ano merda a ver seus aprendizados
Bom fim de ano a todos e que em 2020 a gente possa usar nossos aprendizados pra ter um bom ano
submitted by toranjamecanica to desabafos [link] [comments]


2019.12.15 19:52 L_Nando Um chorinho no fim do domingo

Tudo bem, acho que vou contar como tem sido minha vida depois deste post, https://www.reddit.com/desabafos/comments/e7zvgx/my_almost_love_story/ , depois de algumas coisas que umas amigas me falaram, descobri que não tenho a minima chance com a garota por quem estava apaixonado, fiquei mal o fim de semana toda. Eu nem consegui ir numa confraternização do trabalho pois não sabia como reagir diante dela. Não sei se ela sabe do que sinto Quero dizer, acho que sim, só que ela não fala nada pra não me magoar.
Ainda penso em entrar pra academia e mesmo não tendo podendo mais contar com o amor que sinto pra ter forças de segui em frente a masturbação hoje me faz sentir nojo de mim mesmo e sobre meus desenhos no Photoshop, sinto que tenho de terminar o desenho da minha musa.

Mesmo sendo provável que um dia eu vá me apaixonar de novo por outro alguém, e tudo de bom que pude realizar pelo que senti por ela, eu sei que um pedaço de mim vai morrer junto a esse amor que eu venho tentando sufocar.
"Porque o coração não pode estar aonde ele quer estar?"
submitted by L_Nando to desabafos [link] [comments]


2019.12.08 22:35 L_Nando My almost love story

Queria desabafar e acho que vim pro lugar certo, quando comecei a trabalhar não esperava me apaixonar, era tão estranho ver isso acontecer e o pior é ver que não é reciproco. Desde de que comecei a trabalhar pude fazer contato com pessoas tão diferentes, era como se minha vida inteira eu visse tudo por uma janela e agora posso fazer parte da realidade.
Um das minhas maiores paixões sempre foi desenhar, mesmo sabendo que nunca fui dos melhores, eu com um caderno e uma caneta bic era difícil de parar.
Sempre foi complicado para mim desenhar usando Photoshop, mas sei lá pela pessoa que eu gosto vale a pena melhorar, domingo passado pude ficar 3 horas trabalhando num desenho dela, cada traço e cor que eu botava naquele desenho era um momento bonito em que eu nos detalhes dela. Parando pra pensar isso parece papo de lunático. Enquanto trabalhamos uma colega em comum faz piada de que somos um casal, o problema é que eu não sei se é pra me zoar ou se ela já sentiu algo por mim e contou pra ela. Alguns dias atrás estávamos numa conversa, nós três, aí perguntaram sobre meus relacionamentos, quando falei para ela que estava conversando com uma amiga ela pareceu ficar zangada e depois em meio a outra conversa disse que eu era "feio" em termos de aparência (não vou mentir, acho que vou entrar pra acadêmia em janeiro ). É isso que eu quero explicar, por ela, de toda forma eu queria tentar melhorar, mas não estou disposto a lutar por um relacionamento em que só vou me machucar. Ela meio religiosa, consequentemente voltei a frequentar a igreja (mano sério estou lutando contra todos meus instintos mais selvagens só pra não me masturbar) e independente de tudo eu que
"O coração nunca pode estar, onde ele quer estar" - Takeo Gouda.
Não acho que alguém vai ler esse textão, mas faz bem desabafar.
submitted by L_Nando to desabafos [link] [comments]


2019.12.07 04:10 unsoberdand ultimas semanas e coisas q machucam a um tempo

eu cheguei num nível q eu pesquisei no google "Nao tenho ngn pra conversar"
descobri o Reddit (não sabia da existência disso aq) e dessa comunidade
faz uns 5 min q fiz minha conta... só pra enumerar as coisas meio merda q tao rolando (nao sao necessariamente o fim do mundo mas em quantidade pequenas coisas podem fzr um estrago mt grande em qualquer um)
eu tenho uma melhor amiga (literalmente só ela mesmo) e eu fui burra o suficiente pra me apaixonar por ela
e como toda historia de amor meio merda ela n gosta de volta etc e tal (isso incomoda mas nao ao ponto de acabar nossa amizade por isso)
2 semanas atrás ela conheceu um cara novo ai (num role q eu n fui pq estava doente as foc) e me parece q eles vão ficar juntos (e isso machuca tb porem ao mesmo tempo eu fico feliz q ela tenha achado ele)
a vale dizer q eu fiquei doente pq Ela estava doente primeiro e me passou uma infecção bacteriana (n q seja culpa de alguém eh só q eh mt azar mesmo) q me deixou uma semana inteira com aquelas ínguas na garganta
ao ponto de um dia eu acordar sem respirar (de tao inchado q ficou)
ir direito pro hospital
tomar o famoso Benzetacil na bunda e mais 4 injeções intravenosas
e entao eu sobrevivi a essa semana
na ultima semana minha cidade ficou sem corre e eu já estava sem bk
roubaram meu cllr no meu primeiro dia de trabalho num lugar novo (ao qual eu nunca mais vou botar os pés) n tenho grana pra um novo entao acho q ate fevereiro ou marco eu devo ficar sem mesmo
eu faltei 5 dos 6 dias de academia q eu treino (por 0 motivos além dos q existem só dentro da minha cabeça)
conheci o boy lá da minha amg (eu n sei quem berrou mais alto... ciúme ou a inveja... mas contive minhas emoções ao máximo pq no final das contas eu sempre soube q n teria chance alguma e a única coisa q eu posso fzr é desejar q ela seja feliz )
eu tenho ansiedade a mt tempo e esse ano desenvolvi depressão
cada dia q passa eu quero me encolher mais no canto q fica meu pc (eh literalmente o canto mais escuro do meu quarto)
cada dia q passa tb eu tenho medo de perder minha única amg
cada dia q passa eu me sinto mais vazia de certa forma
eu n tenho um bom relacionamento com meus pais (e dependo completamente deles ainda)
Em resumo eu aprendi a mentir muito cedo oq ao longo dos anos drenou a confiança deles em mim... e eles sao homofóbicos (o que frustrou minhas expectativas aos 12 anos quando eu cai na real q se eu abrisse meu bico provavelmente teria q achar outro lugar pra dormir... e parando pra pensar esse foi um dos motivos de eu começar a mentir tanto)
hj eu minto muito... tipo o tempo todo ate pra mim mesma... n consigo controlar as vezes ps. relendo o texto eu acabei de ver q eu menti aq kkkkkkkkkkkk eu sequer percebo... eu consertei as partes pq eu quero q seja verdadeiro esse desabafo aq
meus pais odeiam minha amg (eles n sabem q somos amigas ainda) ela sequer pode vir aq em casa e todas vez q nos vemos é escondido (e a culpa tb eh minha pq um dia eu menti e essa mentira em especial tinha perna curta e acabou q parte da treta sobrou pra minha amg)
eu comecei a usar droga cedo tb e agora n consigo largar cigarro e 80% do meu refugio é ficar dopada de alguma coisa (álcool maconha key ou oq tiver pra consumir) todo dia de manha eu fumo um bk pra conseguir tomar café (se tiver gente em casa eu n consigo fumar e n consigo tomar café) todo dia de noite eu espero todo mundo ir dormir pra fumar tb pra poder dormir (meu passatempo preferido eh fzr as coisa chapada pq tudo fica ridiculamente gostoso de se fzr)
eu costumava me mutilar com lamina etc parei com isso porem 3 semanas atrás eu bati incessantemente minha cabeça na parede ate sangrar por motivos de q eu tenho tido brigas (explosivas e frequentes) com meu pai e como ele é meu pai eu sempre me fodo (ele é militar e ve tudo como hierarquia então eu jamais conseguiria falar de igual pra igual com ele na minha condição) na real esse n foi o motivo mas foi a gota dagua q precisava pra transbordar o balde
vai fazer 5 anos q eu engravidei e fiz um aborto improvisado e isso ainda mexe com a minha cabeça
eu to esperando resultado do enem pra ver se eu passo no curso q eu me inscrevi mas acho mt remota a chance pq simplesmente me propus a me preparar esse ano pro enem e n cumpri tudo oq eu tinha q ter estudado
eu tenho um jeito mt estranho de ser eu... e as pessoas normalmente estranham quando eu mostro
entao minha vida é interpretar papeis de outras pessoas (do tipo agir como elas agiriam pra ser aceita em alguma bolha social)
oq me levou ao problema de n saber direito como é minha real personalidade pq é mt natural pra mim agr so imitar as pessoas pra n passar vergonha (vergonha de mim)
eu amo minha mãe ela é um amor e normalmente eu sou cuzona com ela pq eu prefiro q ela me veja como adolescentezinha rebelde do q tudo isso ai q ta escrito em cima e acho q essa foi a pior decisão q eu podia tomar
acho q vou vir aq mais vezes pra escrever... espero q da próxima vez com melhores tópicos do q esses
submitted by unsoberdand to desabafos [link] [comments]


2019.10.24 23:59 altovaliriano O torneio de Vaufreixo e Sansa

Começamos as teorias sobre "O Cavaleiro Andante" com esta.
---------------------------------------
Link: https://www.reddit.com/asoiaf/comments/1vsuxb/spoilers\_all\_the\_tourney\_at\_ashford\_and\_sansas/
Autor(a): u/bluefoot3

Em O Cavaleiro Andante, Dunk e Egg vão a um torneio realizado em Vaufreixo para comemorar o 13º dia do nome da filha de Lorde Ashford. Lady Ashford tem 5 campeões lutando em seu nome e quem derrota um campeão acaba substituindo seu oponente como campeão por Lady Ashford. No final, os 5 campeões que acabam defendendo Lady Ashford são:
  1. Lyonel Baratheon
  2. Leo Tyrell
  3. Tybolt Lannister
  4. Humfrey Hardyng
  5. Prince Valarr Targaryen
Quando você olha os nomes das famílias dos campeões e o fato de eles lutarem por uma donzela de 13 anos, especialmente no tocante à família Hardyng, descobrimos que eles correspondem fortemente aos pretendentes de Sansa em As Crônicas de Gelo e Fogo.
  1. Sansa foi primeiro prometida a Joffrey Baratheon
  2. Depois planejou-se casar Sansa com Willas Tyrell
  3. Sansa é casada com Tyrion Lannister
  4. Sansa agora está sendo prometido a Harry Hardyng
O fato de GRRM ter colocado Hardyng nessa mistura é o que realmente me faz pensar que isso é um prenúncio (foreshadow) astuto sobre futuro marido/pretendentes de Sansa em Ventos do Inverno (TWOW) e Sonho de Primavera (ADOS). Mas, há um pretendente que ainda não vimos, o pretendente Targaryen (prenunciado por Valarr Targaryen).
Eu acho que isso é um argumento particularmente forte para Aegon VI Targaryen ser um pretendente de Sansa em TWOW ou ADOS. Ele completaria bem o cenário e daria credibilidade a Sansa desempenhando um grande papel na Política de Westeros nos próximos livros.
Por que Aegon e não Jon?
Você pode falar "Aegon não é realmente um Targaryen! Ele é o fantoche de Varys e um Blackfyre! Isso não sugeriria que Jon seria o futuro pretendente de Sansa?"
Para isso, eu digo: Para os fins deste prenúncio, o que importa é o NOME da família do pretendente e não o sangue verdadeiro do pretendente. Joffrey seria considerado o Baratheon, mesmo sendo um Lannister por causa de seu sangue, e, portanto, Aegon seria considerado um Targaryen, mesmo que seja falso, por isso funciona.
Além disso, Aegon está planejando sua invasão e precisará de aliados.
Os três reinos que restantes para Aegon conquistar são o Norte, as Terras Fluviais e o Vale. E adivinhe qual garota tem os laços mais fortes com cada um desses reinos? Sansa Stark, herdeira de Winterfell, sobrinha de Edmure Tully, e atual noiva do herdeiro do Vale.
Se esse prenúncio é verdadeiro, o que isso significa para TWOW?
O que provavelmente vai acontecer
Se alguém acredita que este é um indício de um grande romance, você deve dar uma olhada em todos os pretendentes anteriores de Sansa. Joffrey, Tyrion, Willas e Harry são todos pretendentes que Sansa foi forçada a escolher, algo que estava fora de seu controle. Além disso, nenhum dos pares parecia ter um final feliz. Harry, o herdeiro, parece ser outro Robert Baratheon, então acho que podemos assumir que Sansa também não vai se apaixonar por ele.
Se seguirmos esse padrão, Aegon provavelmente não será um pretendente que Sansa escolherá por amor, ou sequer escolherá. Provavelmente, esse será outra empreitada política que Sansa será forçado a encarar, e nenhuma delas teve um final feliz. Eu acho que isso será apenas mais e mais problemas para Sansa (especialmente se eles se casarem e Dany aparecer).
Por fim: O que aconteceu com os pretendentes no Torneio de Ashford?
Não sabemos o que vai acontecer em TWOW, mas sabemos o que aconteceu em O Cavaleiro Andante.
Eu gostaria de pensar que isso prenuncia a morte iminente de Harry (talvez por Mindinho ou um terceiro) e a morte de Aegon Targaryen em razão da Escamagris (cortesia de Jon Connington - de qualquer maneira, ele já tem está condenado).
Quanto a Sansa, ela ainda tem que lidar com Harry. Eu não acho que ela se casará com ele, pois Aegon chegará em breve. Se ela se casará ou não com Aegon está aberto a debate. Tudo o que sei é que não há um final feliz para nenhum desses pares.
TL; DR Aegon e Sansa serão um par em algum momento no futuro. O final não vai ser bom.
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2019.10.13 01:41 PeWpIpruuu To gostando de uma mina ai

To gostando de uma garota da escola ja faz um bom tempo, ela é da outra turma então a gente so pode conversar nas horas de recreio, na minha escola são três recreios então temos bastante tempo. Estudo em tempo integral, 9 horas por dia chego ás 7 horas da manhã e saio ás 5 horas da tarde, começei a gostar dela ja faz um bom tempo o nome dela é Sara, o sorriso dela que fez eu me apaixonar, ja começei a gostar do jeito que ela anda, de como ela conversa e de como ela me olha quando falo comigo, ou seja, eu to fudido. Não tenho vergonha de conversar com garotas e com ela não é diferente, um dia ficamos o intervalo inteiro de 1 hora e meia só conversando e assistindo uma partida de volei na quadra. Mas eu tenho um problema, as amigas dela estão perto dela o tempo todo e nisso eu tenho um pouco de vergonha, tipo não gosto de chegar em duas pessoas que estão conversando e puxar um assunto do nada com uma delas e acabar atrapalhando a conversa. esses dias ficamos 4 aulas sem fazer nada, e aproveitei pra conversar com ela, fizemos algumas coisas juntos mas fora isso não rolou nada. Sobre a questão das amigas delas eu vou tomar uma atitude sobre isso porém tenho que saber oque fazer pra, não afastar mas deixar as amigas um pouco mais longe dela.
A alguns dias atrás descobri que ela gostava de alguém, e obviamente fiquei muito mal, muito mal mesmo que até escrevi um tipo de cronica sobre depressão, e sociedade que nos trata como objetos de seus experimentos, coisa de cachoeirense saca? Blz, ouvi ela conversando com a amiga dela sobre esse tal cara que ela gostava, porém não descobri quem é, tenho medo de que esse cara não seja eu e ela esteja sentindo essa mesma coisa que eu sinto por ela so que com outro. A alguns meses estava numa bad fudida, pensava em me matar e não me alegrava com nada, agora estou melhor porém tenho medo que volte a ficar como antes, tenho que ser confiante e não deixar que o meu medo e minha ansiedade acabem estragando tudo, (denovo), bem so queria desabafar, se alguem quiser me ajudar me diz ai nos comentarios, queria muito saber a opnião de vocês. E não eu não estou na friendzone, sobre este quesito eu to safe.!
submitted by PeWpIpruuu to desabafos [link] [comments]


2019.09.15 19:11 YareYareDaze007 Minha "breve" história amorosa

Essa História que será aqui contada, nesse livro, é a jornada de um garoto chamado Giovane, um garoto quieto, de poucos amigos, porém muito estudioso, sempre tirava boas notas na escola. E é exatamente lá que nossa história começa.
No ano de 2017, nosso protagonista está sentado tranquilamente em sua mesa, na sala de aula, quando repentinamente ao olhar de relance para a porta, ele percebe alguém entrando, mais especificamente uma garota, uma linda garota, que instantaneamente desperta o encanto de Giovane. Vale lembrar que naquela época, ele era um garoto de 13 anos, sem nenhuma preocupação além de vídeo-games e estudos, mas tudo aquilo estava prestes a mudar. Naquele momento, ele havia descoberto o amor, que muitas vezes pode ser comparado à uma benção ou maldição. Ao ver a garota de nome desconhecido entrar, Giovane logo ficou surpreso com tamanha beleza, porém no momento não fez muita coisa. Apenas voltou aos estudos e tentou não pensar muito naquilo, porém era quase impossível, a cada conta que fazia, a cada texto que lia, a imagem da garota continuava a aparecer em sua cabeça. O que era muito ruim, considerando o fato de Giovane sempre dar muita importância aos estudos, aquilo estava o atrapalhando. Mas logo o nome da garota foi revelado: Sabrina. Giovane ouvira a professora dizer esse nome na chamada e viu a garota responder.
Não demorou muito para ele se dar conta do que havia acontecido. Ele sabia que estava sob o efeito da droga mais poderosa que existe: O Amor. E para o amor não existe cura, apenas o tempo, que foi justamente o que decidiu fazer: dar um tempo e ver o que acontecia. Giovane Não tinha ideia de como os eventos se desenrolariam dali em diante, não sabia o quanto sofreria pensando nela.
Passado algum tempo, cerca de 3 meses, e o amor de Giovane por Sabrina continuava aumentando, como uma fogueira que é atiçada pelo vento. No entanto, uma dúvida ainda pairava sobre sua cabeça: O sentimento era recíproco? Sabrina via Giovane com outros olhos? Ele não sabia, e isso estava o enlouquecendo.
Um mês depois do acontecimento anterior, ele havia pensado em uma maneira de acabar com suas dúvidas, era o único modo que nosso protagonista havia pensado: Falar à Sabrina sobre seus sentimentos. Porém, Giovane era um garoto extremamente tímido, o que deixava essa hipótese quase impossível. Ele tinha medo de contar o que sentia e não ser correspondido, ou ainda pior, ser ridicularizado pelas pessoas ao redor da escola. Chega o fim do ano e Giovane não havia conseguido se declarar. "Meu Deus, mas e se ela não estiver aqui o ano que vem? " Pensava.
2018, início do ano. E para sua surpresa, ele estava na mesma sala que Sabrina. Seria o destino dando uma segunda chance a ele? Talvez. E como dito anteriormente, seu amor não diminuía, apenas crescia dia após dia. Nosso protagonista tem 14 anos agora, muito mais maduro, certo? Errado! Ele continuava com uma ideologia de " deixar o rio fluir ", ou seja, não fazer nada e deixar que o destino cuidasse do resto. Claramente essa tática não deu certo. Porém, Giovane possuía um amigo chamado Marcos, cujo qual se dava muito bem com as mulheres. E fui justamente a ele que Giovane foi pedir ajuda. E acontece que Marcos era realmente bom no que fazia, e milagrosamente conseguiu fazer Sabrina se aproximar consideravelmente de nosso protagonista, que estava pensando sobre a vida e as decisões que havia tomado e aparentemente não interagindo com Sabrina, o que fez Marcos aparecer e talvez ter causado o maior arrependimento da vida de Giovane. Ou não? Marcos chegou conversando com ambos e acabou deliberadamente por falar que Giovane estava apaixonado por Sabrina, o que deixou nosso protagonista completamente paralisado, como se tivesse visto um fantasma, sem nada para dizer, como se tivesse visto a morte cara-a-cara. E Sabrina pareceu incrédula do fato, tanto que até se levantou da cadeira na qual estava sentada e estava se dirigindo a seu lugar, quando Marcos a parou e tentou argumentar com ela, mas nada parecia dar certo. Enquanto isso, nosso protagonista continua sentado imóvel na mesma posição que havia começado a conversa. Passados cerca de 3 minutos, Sabrina chega à mesa de Giovane e pergunta:-O que aconteceu?
-Nada. Diz Giovane
-Você está com cara de bravo. Foi alguma coisa que eu fiz?
-Não, não foi nada.
E Sabrina sai daquela mesa e volta para a dela.
A partir daquele dia, Giovane se tornou outra pessoa, alguém completamente novo. Ao invés do garoto alegre e piadista de sempre, ele havia se tornado alguém quase depressivo, não falava quase nada, passava horas parado pensando na vida, não fazia mais tantas piadas. Até o dia 10 de agosto de 2018, quando ele decide que não vale mais a pena sofrer tanto por conta de falta de coragem. Na escola, durante a aula de geografia a lição era fazer um mapa-múndi e foi o que nosso protagonista fez, porém Marcos tinha um plano para ambos ganharem nota apenas com o esforço de Giovane, que aceitou ajudar já que poderia precisar de algum favor de Marcos algum dia. E foi um plano, absurdamente bem bolado, executado com maestria e finalizado com êxito.
Na noite daquele mesmo dia, Giovane decide cobrar a ajuda que ofereceu à marcos. Mandou uma mensagem para ele e combinou que iriam executar um plano para que nosso guerreiro Giovane tivesse a coragem de se declarar à belíssima donzela Sabrina. Marcos a convenceria a segui-lo e passaria por um local combinado, onde Giovane apareceria e abriria seu coração para ela, acabando de uma vez por todas com isso, do jeito bom, que Giovane sairia com uma namorada e se livraria de sua tristeza ou do modo ruim, que era o que Giovane achava mais provável, onde ele seria completamente rejeitado e jogado à depressão para sempre, porém esquecendo de Sabrina. Nada poderia impedir esse plano de funcionar.
Exceto uma coisa: O esquecimento de Marcos que não conseguiu atrair Sabrina até o local combinado, o que fez com que Giovane saísse vagando pela escola envolto em seus pensamentos, e andando sem parar, para praticar pelo menos de alguma maneira, algum exercício, contudo ao fazer a volta na escola várias e várias vezes, no caminho Giovane se deparava com Sabrina andando com uma amiga e seu namorado, e durante algumas dessas vezes ele pôde ouvir claramente a amiga de Sabrina dizer: " quem quer catar a Sabrina? " Duas vezes na mesma hora em que ele estava passando e ainda ouviu mais uma última vez: " Ela está se doando ". Giovane estava começando a ligar os pontos, tudo começava a fazer sentido em sua cabeça. A vontade dele era alterar o curso de sua caminhada e abrir seu coração a ela, porém se fizesse isso, ele estaria desperdiçando um favor de Marcos, então Giovane Simplesmente continuou sua jornada de volta à sala de aula. Ele estava prestes a descobrir o significado de tudo que aconteceu.
No final daquele dia, Giovane decidiu perguntar à marcos se ele havia se esquecido. E de fato ele havia, no entanto se ofereceu para fazer o mesmo plano no dia seguinte. Giovane concordou.
Terça-feira, 14 de agosto de 2018, nosso protagonista vai para a escola apreensivo pensando em como vai ser, no que ele vai dizer..., mas durante a aula de história, nosso herói percebe que Sabrina estava muito impressionada com o professor novo. Estaria ela realmente afim do professor? Ou seria apenas uma brincadeira? Ele não sabia e isso o deixava apreensivo. Na próxima aula, a de matemática, a professora havia mudado Sabrina de lugar. E coincidentemente, o lugar que ela foi designada era bem perto do lugar de Giovane. Seria esse o destino colaborando mais uma vez para que tudo desse certo em sua vida?
No recreio, tudo estava combinado com Marcos. Só lhe restava sair da sala e seguir com o plano. Acontece que um amigo de nosso protagonista, conhecido pelo codinome Sem Mão, decidiu segui-lo e ver o que aconteceria e como acabaria. Giovane conta o plano à Sem Mão, que fica impressionado e diz que aquele plano era como fazer roleta russa com 5 balas. No entanto, Marcos demorou muito para fazer o plano e quando fez, não fez corretamente: Ele simplesmente disse para Sabrina que Giovane gostaria de conversar separadamente com ela, enquanto nosso protagonista apenas passava por ela e ia direto ao banheiro, pois estava muito tenso. Acaba o intervalo e Giovane se dirige à sala de aula. Na última aula, logo em seguida da de educação física, todos voltam para a sala e se preparam para a aula de matemática e provavelmente a coisa mais inesperada desse livro acontece: Ele pensando na vida como sempre, consegue ouvir Sabrina e Vinícius, um outro colega de sala, discutirem sobre voltar ao lugar anterior deles, e de repente ouve ela dizer que aquele lugar era bom porque ela conseguia ter uma boa vista de uma coisa. Instantaneamente nosso protagonista percebeu que essa "coisa" era nada mais nada menos que ele mesmo, até porque em certo momento dessa conversa ele pôde perceber Vinícius responder: Do G? Que foi logo respondido com uma resposta de Sabrina: Por que você não grita logo de uma vez?! Seguido disso, Vinícius em tom de brincadeira, aumenta levemente sua voz e repete a frase anterior. A teoria das cinco balas de Sem Mão acabara de ser refutada, pois com essas informações, suas chances aumentaram consideravelmente, deixando a arma com apenas uma bala. Estava muito claro para Giovane que Sabrina aparentemente gostava dele, mas não queria que isso fosse exposto. Passado certo tempo da aula, mais uma vez Sabrina diz que é um bom lugar e que ela consegue observar muito bem essa "coisa" e foi respondia por Vinícius: Mas do seu lugar anterior, você também consegue ver. E logo veio a resposta: Sim, mas daqui eu consigo ver mais de perto, logo esse lugar é melhor. Ele sabia que, ou se tratava dele ou de algum de seus amigos que sentavam perto, e estava bem convencido de que se tratava dele. Nesse momento, Giovane estava pulando de alegria por dentro, mas por fora só se via sua expressão mais comum: a de indiferença. Ninguém simplesmente olhando, poderia saber a felicidade que residia dentro de Giovane naquele instante. Ele foi para casa se sentindo renovado e feliz, só não voltou saltitando por motivos de masculinidade. O que aconteceria depois?
No dia seguinte, Giovane não foi para a escola. Ele havia ido ao médico, e como o sistema de saúde do Brasil não é dos melhores, não conseguiu voltar a tempo de ir para a escola. Ainda nesse dia, pela primeira vez ele decide tirar seu bigode e por incrível que pareça, se achou mais bonito e se sentiu deveras confiante em sua jornada. Por volta das 18 horas, conversa por mensagens com seu amigo Sem Mão e lhe conta sobre o que havia descoberto ouvindo aquela conversa, e para desanimar um pouco nosso herói, Sem Mão diz que o "G" mencionado na conversa, poderia ser de Gustavo, outro aluno da mesma sala, mas Giovane prefere acreditar que ela se referia a ele. Logo em seguida, começa a conversar com Marcos, que também fica ciente da situação e diz:
- Ela está brincando com você, cara...
- Não, estou tão confiante que apostaria cinco reais que ela não está brincando!
- Cinco reais? Apostado então! Mas para você ganhar, ela tem de deixar explícito que aceita você. Assim como para eu ganhar, ela deve deixar explícito que rejeita você.
- Claro.
Giovane não possuía cinco reais, nem sabia onde conseguir, mas estava confiante.
16 de agosto de 2018, nosso protagonista aparece na escola e diferentemente do último dia, não parecia tão tenso, parecia até mesmo confiante do que iria fazer. Logo Marcos apareceu:
- Está fechada a aposta de hoje?
- Com certeza!
- Você sabe que vai perder, né?
- Certamente que não, estou tão confiante que nem trouxe o dinheiro, como sinal de que sei que não vou falhar! – Cada frase que nosso protagonista falava, era dita com convicção.
- Se está tão confiante assim, suba a aposta para dez reais!
Giovane pensou por alguns segundos. Ele não tinha esse dinheiro em mãos, mas para mostrar confiança à Marcos e a si mesmo, subiu a aposta.
- Feito!
No instante que disse isso, o sorriso malicioso que habitava o rosto de Marcos fora substituído por uma expressão de espanto. Não podia acreditar que nosso herói estava tão confiante. Porém, durante toda essa conversa na aula, Marcos decide contar à professora de ciências sobre a aposta, e para a surpresa de ambos, ela havia achado uma aposta interessante.
15:30, havia chegado a hora do intervalo, a hora da verdade. Quando pôs o pé para fora da sala de aula, soube que duas coisas importantíssimas estavam em jogo: Seu futuro amoroso e dez reais, que podem não parecer muito, mas na época que o país estava... Ele achava que seria fácil, mas estava muito enganado, pois quando estava fazendo o reconhecimento do melhor lugar para a abordagem, pôde sentir sua perna fraquejar. Depois de dar algumas voltas na escola e consequentemente acabar encontrando com Sabrina no caminho, ele havia achado que estava pronto e quando foi procurar seu alvo em movimento, não o encontrou, no entanto, logo descobriu que ela estava sentada, com sua amiga já mencionada anteriormente. Não havia mais escapatória, teria de se declarar na próxima volta e podia sentir seu coração bater cada vez mais forte ao se aproximar do local. Infelizmente, ao chegar e estar preparado, se depara com mais 4 garotas conversando com Sabrina e sua amiga, o que fez nosso herói alterar o curso e ao invés de parar, acabou seguindo sua trajetória comum. Faria na próxima volta, não importava o que acontecesse, porém, ao chegar novamente e ver que só estavam ela e sua amiga sentadas, não conseguiu. Era como se uma força desconhecida o impedisse.
Bate o sinal para todos voltarem para suas salas de aula e nosso protagonista entra e percebe que teria uma aula vaga, e logo seu lamento em não ter conseguido se declarar, se tornou em forças para tentar agora que não haviam tantas pessoas lá fora. E mais uma vez não conseguiu, até que Sem Mão propõe um desafio: reproduzir um desenho de seu amigo Raul, um cara vidrado em desenhar, e Giovane aceita, pois ficar andando e se lamentando não era a melhor atividade. Chegando onde Raul estava, Sem Mão explica o desafio, porém, por algum motivo Raul pega uma folha e corta em duas, dando uma parte para Sem Mão e outra a si mesmo. Giovane não se importa. Na verdade, parecia não se importar com mais nada depois de ter fracassado em conversar com uma garota. Sem Mão reproduz um desenho de um homem com terno roxo e gravata que Raul havia feito. A única diferença, no entanto, foi que sua reprodução ficou parecendo o cruzamento de um desenho de uma criança sem talento com um feto malformado em um pote com formol. Após isso, aparentemente Sem Mão ficou tão entediado quanto nosso protagonista e decidiu voltar a andar, quando de repente veem Marcos e o namorado da amiga de Sabrina tentando tirar a namorada de Marcos e a amiga de Sabrina de um banco no qual estavam todas sentadas. Giovane pensou que poderia ser Marcos querendo ajudá-lo a conseguir, mas qual seria sua motivação além de perder dinheiro? E eles conseguiram tirar as garotas do banco, deixando Sabrina sozinha, que decidiu levantar e começar a andar, mas nosso herói não pensou em abordá-la, simplesmente não tinha a coragem para isso. E acontece que ele era um cara muito corajoso quando se tratavam de brigas e tudo mais (até enfrentou um bando de garotos que estavam o incomodando uma vez), mas quando se tratava de garotas, ele não sabia o que fazer. Depois disso voltou para a sala a tempo de acompanhar as duas últimas aulas de geografia. Contudo, no final da última aula, Marcos veio conversar com nosso herói:
- E aí cara, cadê meus dez reais?
- Eu não falei com ela, logo não tomei um fora, o que significa que eu ainda fico com meu dinheiro.
- Porra, cara. Qual a dificuldade? É só chegar lá e falar " eu estou afim de você, vamos ficar juntos? " E acabou.
- Se fosse tão fácil assim, eu já teria feito há um ano e oito meses atrás...
- Mas é fácil!
- Não para mim. Me falta coragem.
Então Marcos decide tomar uma abordagem mais agressiva.
- Olha lá a bunda dela como é grande! Você não quer ter isso?
Giovane continuava dizendo que não tinha coragem.
- Olha lá, o cara foi dar tchau para ela e passou a mão na bunda dela! E ela ainda deu risada! Você vai deixar o cara fazer isso com sua futura esposa?
O sangue de Giovane fervia, como se ele mesmo fosse explodir a qualquer momento, mas ele era um cara calmo e conseguiu se manter normalmente apenas dizendo " calma e tranquilidade " a si mesmo enquanto Marcos dizia:
- Se amanhã você não conseguir, você vai ter de dizer para todo mundo que você é um merda e eu sou superior!
- Okay, já me considero um merda normalmente...
Mas aquela conversa lhe deu forças para o que ele faria no dia seguinte.
Dia 17 de agosto de 2018, nosso herói está prestes a sair de casa, enquanto seu pai assistia tevê, e de relance, pôde ver a notícia mais bizarra que já havia visto em toda a sua vida: " Homem-Aranha do crime " que aparentemente era um ladrão que escalava prédios tão bem que recebeu esse nome.
Chegando na escola, pronto para fazer um trabalho de artes, acaba descobrindo que haveria outra aula vaga, já que sua professora tinha faltado, o que o deixou feliz e enraivecido. Quando já havia saído da sala e estava andando pela escola, começa a falar com Sem Mão desse livro que está sendo escrito agora mesmo.
- Vai ter muita coisa nesse livro!
- Essa conversa também?
- Provavelmente, já que eu vou colocar qualquer coisa que pareça insignificante o suficiente no lugar de alguma informação que seria crucial, ou seja, essa conversa vai direto para ele.
- Bem, isso não seria meio que...
- Um Inseption muito foda!
- Eu ia dizer quebra da quarta parede, mas Inseption também está valendo.
- Não é bem uma quebra da quarta parede. Eu só estaria fazendo isso se eu dissesse: " Ei, você aí que está lendo esse livro, como é que você está? "
- É, realmente...
Ao andar, se deparava algumas vezes com Sabrina andando com Marcos e outra pessoa não apresentada anteriormente: Kauã. Em algum momento, Marcos tentou parar Giovane o empurrando e lembrando que ele tinha de concluir sua tarefa naquele dia, ou então seria um fracassado.
- Você tem até hoje para conseguir.
- Veja bem, meu amigo, até a meia-noite ainda é hoje.
E essa foi uma sacada bem esperta, tenho que admitir. Enfim, nosso protagonista continuou andando um pouco até que...
- Giovane! Chega aqui! – Disse Marcos aos berros sentado em um local perto de uma árvore.
- Porra... – Disse Giovane.
E foi andando até chegar a ele.
- Que foi, cara? – Perguntou em tom de desânimo.
Eu preciso que você tire uma foto.
" Uma foto? " Pensou Giovane, achando que poderia ter um esquema armado por Marcos.
- Ok, vamos lá!
E foram caminhando em direção à uma outra parte da escola. Quando chegaram, nosso herói se pôs em posição e segurando o celular de Marcos, estava pronto para fotografar. Enquanto olhava para a tela do celular, podia ver Sabrina e sua beleza, ao mesmo tempo que pensava " Caralho, eu sou um merda meu irmão! " E tirou a foto. No entanto, o que não sabia, é que quando já ia se retirando do local, Marcos o chamou e disse:
- Não, cara. A gente só quer que pegue essa parte da parede.
- Ah, ok.
E novamente estava em posição observando Sabrina pela câmera, e logo tirou outra foto. E dessa vez, conseguiu voltar à sua rota sem ser chamado mais uma vez. Andava e andava, sem rumo, sem destino, sem coragem, quando com sua super audição pôde ouvir Sabrina discutindo com Marcos, atrás dele.
Ouvindo isso, ela decide desafiar Marcos para uma briga, e ele logo se acovarda. Como Giovane, ele não tinha coragem. Quanta hipocrisia, não é mesmo, caro leitor? No entanto, ele logo teve uma ideia.
- Vai lá e usa essa raiva no Giovane!
E Giovane continuava andando na frente apenas ouvindo essa conversa, quando foi chamado.
- Giovane! Chega aqui!
E lá ele foi conversar com ele.
- O que foi dessa vez?
- A Sabrina quer te dar um soco.
Mas ela não queria.
- Não, eu não vou! – Disse ela.
- Por que não? – Perguntou Marcos
- Porque eu estou com raiva de você, não dele!
Mas depois dessa breve conversa, Giovane notou um olhar de Sabrina dirigido ao nosso herói. Sabrina realmente teria olhado para ele da forma que imaginava? Ou só estava ficando louco? Descobriria tudo isso em breve...
Dia 18 de agosto de 2018, sábado, por volta das 22:30 da noite Giovane é contatado por Marcos com uma mensagem:
- E aí, cara?
- Opa.
- Tudo beleza, cara?
- Tudo de boa.
- Então, cara... eu acho que você perdeu a aposta.
- Não, pois a aposta não tinha prazo. A única coisa que tinha prazo era eu dizer que sou um merda e a sexta já passou, então você foi enganado...
- Aí é que está, meu amigo quem está se enganando é você mesmo. O único que está sofrendo por amor é você.
- Sim, mas ainda assim, a cada dia minha coragem vai aumentando...
- Não se iluda meu pobre amigo. Esse seu coração não merece sofrer!
- Eu estou apenas contando os fatos.
- Não ame aquela garota, ela não merece você.
- Se fosse tão fácil assim... E você não vai me fazer desistir, porque sou brasileiro e brasileiro não desiste nunca!
- Entendo, apenas não quero que sofra por algo que não tem futuro.
- Eu já sofri para caralho, eu tentar isso não vai aumentar a dor que eu sinto por não estar ao lado dela.
- Você realmente quer isso, não quer?
- Sim, porra!
- Para que você possa ver que eu não estou mentindo. Eu nunca disse isso para você, porém... eu realmente não tenho nada para fazer.
- Etcha porra!
- Sim, essa foi a única palavra que você nunca me ouviu dizer.
- E qual seria? – Perguntou Giovane apenas para ver Marcos admitindo que estava tão perdido quanto ele.
- Eu não sei o que fazer.
- Ca ra lhou.
- Por conta dela, não tem muito o que fazer.
- Isso mostra que é um caso absurdamente difícil.
- Sim, porém não impossível.
- Até porque nada é impossível, exceto o Palmeiras ganhar um Mundial. Isso é impossível.
- Kkk verdade. Como eu já vi que você não vai desistir da Sabrina...
- Certamente que não.
- Eu vou pelo menos tentar ajudar.
- Que bondoso.
- Porém, como nada na vida é perfeito, eu vou usar minhas técnicas...
- Caralho. Tenho trauma dessas técnicas.
- Pode apostar! Até porque, eu aprimorei elas...
- Acho bom mesmo, kkk
- Porém não foi para um lado bom! Foi para um lado mais extremo.
- Puta merda.
- Eu já pensei no que vou fazer. Funciona muito em filmes e novelas.
- Diga-me.
- Vou trancar vocês dois, em algum lugar sozinho.
- Caralho. – Giovane já sabia que aquele plano não iria funcionar, porém decidiu ouvir até o fim.
- Vai ser perfeito. Você vai ver, aí é por sua conta. Na verdade, a parte mais difícil sempre vai ser para você.
- Eu estou com um certo medo do que pode acontecer.
- Ela pode falar tudo que sente por você, ou ela pode ficar de fato com você.
- Ou pode não acontecer nada.
Depois de um tempo de conversa Marcos se convenceu de que seu plano não era dos melhores. Até que disse:
- Eu te ajudo e você me ajuda. Eu te ensino o que sei, e você o que sabe...
- O que exatamente você precisa?
- Eu quero saber como você pensa tanto e quero saber como você é tão concentrado, etc....
- Caralho, sério?
- Sim.
- Ok, aqui vai. Não tem segredo: Você só tem que pensar que sua vida dependesse daquilo. Mas, o lance de ser pensativo, acho que é porque eu não tenho muito o que fazer, apenas pensar.
- Ótimo!
- Espero ter ajudado.
- Ajudou sim, muito obrigado. Agora o que você precisa?
- Fora o lance da Sabrina, nada.
- A melhor opção seria chegar nela em alguma hora em que ela estivesse sozinha ou falar que é uma conversa em particular.
- Sim, o lance é que eu preciso de coragem.
- Quer saber, você transmite confiança. Algo que eu queria muito transmitir.
- Só reprimir suas emoções e mostrar nos momentos mais cruciais.
- Como assim?
- Você nunca sabe se eu estou feliz ou triste, certo?
- Certo.
- Mas as minhas emoções mudam. Tudo que eu faço é mostrar o que eu quero que os outros vejam: A minha cara de indiferença de sempre.
- Porra.
- É basicamente só isso.
- Valeu, cara.
- Você me ajuda muito, estou retribuindo.
- Muito obrigado. Mesmo, cara.
- Não há de quê.
Dia 19 de agosto de 2018, Marcos envia uma mensagem por volta das 21:00 para Giovane:
- Cara, estamos na mesma situação. Eu me apaixonei e ela não dá bola para mim. Fudeu, eu me apaixonei. Isso não é natural no universo.
- Vamos conversar.
- Fudeu.
- Você se fodeu.
- Sim, Fudeu. Eu me apaixonei e isso não é normal da porra da natureza! Eu sou Marcos Ribeiro, não posso me apaixonar!
- Agora sente o que eu sinto há quase dois anos. Não é fácil quando é com você, né?
- Literalmente não. Mano, ela é maravilhosa e não me dá bola. Nem com meus truques e experiência não consigo.
- Você sabe que se eu conseguir ficar com a Sabrina e você não pegar essa mina, o mundo deu uma puta volta.
- Sim.
- Algo de errado não está certo.
- Nem um pouco. Mas, mano ela é perfeita! Pensa na Sabrina e multiplica por 20.
- Impossível!
- Juro.
- Para mim não existe nenhuma garota na face da terra que se compare à beleza da Sabrina. Acho que o amor faz isso...
- Mano, Fudeu. Eu me apaixonei. Pera aí...
- Eu poderia ser muito cuzão e não ajudar, mas você tentou me ajudar, então farei o que puder.
- Pronto. Não sou mais apaixonado.
O amor não é brincadeira de criança, é coisa séria e não se livra do amor tão rapidamente. E Giovane sabia disso, então ou Marcos não estava apaixonado desde o início, ou ainda estava apaixonado ou talvez estivesse inventando tudo aquilo.
- Ata kkk.
- Sério, passou. Eu me controlei.
- O amor vai e vem como uma montanha-russa.
- Não. Não comigo.
E foi então que nosso herói se preparou para fazer um dos melhores discursos de todos os tempos.
- Você pode ter esquecido agora, mas vai pensar nela de novo. E aí fodeu. Mas, se tem uma coisa que eu aprendi é que você tem que insistir...
- Não. Foda-se.
- ... até não ter mais forças. Você não vai esquece-la, apenas aceite o destino. Se você não tentar, alguém vai e você vai ficar muito arrependido. Então você não vai desistir, porra! Logo você, o cara que me incentivou a correr atrás da Sabrina, não pode simplesmente desistir. Essa pode ser a mulher da sua vida, então você teria que ser muito burro para deixar de tentar. E é por isso que você vai correr atrás dela.
Esse foi um puta discurso. Foi tão bom que parece que foi redirecionado a si mesmo e deu forças para ele fazer o que faria amanhã.
Dia 20 de agosto de 2018. O que nosso herói fez? Nada! Até tentaria falar com Sabrina, mas o problema é que não a via. Ficou todo depressivo por passar mais um dia sem conseguir e foi para casa. Chegando lá, sente uma certa fome e decide fazer uma omelete. Uma coisa que deve ser dita anteriormente, é que independente de quanta pimenta do reino colocasse, não conseguia sentir a picância que deveria. Fazendo a omelete, coloca pimenta do reino e seus dedos ficam sujos. Logo vem seu pai, com uma má intenção.
- Lambe a pimenta aí para você ver que não arde quase nada.
Giovane confiava em seu pai então provou e por um segundo pensou " nossa, não arde mesmo ", mas estava muito enganado e arrependido, pois depois de dizer isso, pôde sentir sua língua queimando como carvão em brasas, então pensou " vou tomar um copo de leite e estará tudo resolvido ", acontece que no momento a caixa de leite que estava na geladeira, havia acabado e Giovane teve que esperar cerca de trinta segundos de pura dor e sofrimento até conseguir abrir outra caixa de leite.
Esse pequeno conto não interfere em nada nossa história, mas achei que deveria ser compartilhado.
Quinta-feira, 23 de agosto de 2018. Nosso herói já está na escola durante a terceira aula, esperando o sinal para o intervalo. Ao ouvi-lo, Giovane, como sempre, começa a andar em voltas, porém, mais uma vez se depara com Sabrina, mas dessa vez ela não está andando, e sim parada com algumas garotas, o que eliminava completamente a possibilidade de tentar fazer seu plano, então apenas segue seu caminho. Voltando para a sala, ele não sabia, mas sua vida que já era depressiva, estava prestes a ficar pelo menos três vezes pior, por um tempo. Ao entrar e sentar em sua cadeira, pôde ouvir Yasmin, sua prima, dizer claramente que era um cupido, logo em seguida Sabrina conversa com alguém que ele não conseguira identificar, mas ouve a seguinte frase durante a conversa " Eu virei e dei um beijo na mina ". Naquele momento, não sabia o que fazer. Seus olhos começaram a lacrimejar como se estivesse cortando um milhão de cebolas enquanto um anão tailandês chicoteava suas costas. Sentiu que todo o sentido de sua vida havia acabado, sentiu-se como se o chão que estava aos seus pés havia desabado. Para esconder sua tristeza de todos e de si mesmo, Giovane adotou um comportamento bem agressivo, mas enquanto conversava com Marcos ouviu-o dizer:
- Vamos fazer uma aposta amanhã. Tipo os gringos jogam pôquer e apostam salgadinho essas coisas, já a gente que é fudido aposta bala. A gente poderia, sei lá, jogar algum jogo de azar tipo pôquer, truco...
- Eu toparia um truco. – Disse nosso protagonista.
- Ok, então amanhã todo mundo traz bala para apostar e a gente joga um truco.
Chegando em casa, de noite, Giovane decide contar a seus amigos sobre o motivo de ter ficado tão furioso a partir do intervalo, exceto por uma parte que ele não conseguia parar de rir como se fosse um retardado " Bebidas Xabás ". E ao contar para Semeão, ele recebe um discurso motivacional quase tão bom quanto o que havia feito para Marcos.
- Giovane, sabe o que você precisa?
- O que?
- TVNC
- Wtf?
- Tomar vergonha na cara.
- Porra, semeon.
- Criar coragem e ir.
- Sim. Só preciso do meu bigode, ele me transmite segurança.
- Não deixe que coloquem o dedo na sua cara e digam quem você é!
- Minha autoestima começou a subir...
- Virou mó conversa motivacionap. Maldito correto. R.
- Maldito analfabetismo!
- Cara, você é o cara!
- É bizarro que eu nunca pensei que não conseguiria por falta de coragem, mas sim por rejeição.
- Você vai conseguir. Se tiver a lábia mais do que perfeita, você é imbatível!
- Sim, eu só preciso chegar nela.
- E puxar um bom papo.
- Com puxar um papo, você deve saber que eu vou chegar fazendo a proposta.
- Hum, é mesmo?
- Se a porra do Marcos tivesse seguido o plano...
- Então quando você chegar nela, já sabe...
- Agora tenho que ir.
- Vou recobrar o favor do Marcos, mas falous.
- O Kauã está mandando eu jogar com ele.
- Olha só, escravatura, mas falous.
Naquele mesmo dia, ele cobrou o favor e Marcos concordou em ajudar.
Dia 24 de agosto de 2018, na escola durante a primeira aula que deveria ser de artes, mais uma vez é uma aula vaga. Ao andar com Sem Mão e Raul, como sempre nosso herói se depara com Sabrina sentada com algumas amigas. Dando algumas voltas, durante uma delas, ao passar pelo grupo de garotas, nosso protagonista consegue ver claramente Sabrina olhar diretamente para ele por cerca de três segundos. E não era qualquer olhar, era um olhar tão certeiro que não havia a possibilidade de ela estar olhando para algum outro lugar. Esse fator somado às informações que Giovane havia conseguido ouvir ao longo do tempo, lhe dava uma chance de 99% de Sabrina estar afim dele.
Feliz para cacete, depois que a aula vaga acaba, volta para a sala e vai fazendo as lições até chegar a última aula de geografia. Todos haviam se lembrado do que Marcos havia combinado sobre o truco. Mas ninguém trouxe um baralho.
Depois de tudo isso, com sua confiança, nosso herói faz uma das coisas que mais se arrependeria em sua vida, ele decide aumentar a aposta que havia feito com Marcos para 20 reais. Se ele conseguisse, seria ótimo ganhar esse dinheiro, mas Giovane não pensou no caso de não ganhar a aposta, pois estava cego pela ganância do dinheiro fácil. Marcos aceita a proposta e dessa vez foi mais esperto por ter colocado um prazo de dois dias na aposta.
Durante alguns dias, nada de tão importante acontece que deva ser mencionado nesse livro. Isso até o dia 30 de agosto de 2018...
Giovane decide que pediria Sabrina em namoro durante o recreio, mas para isso precisaria da ajuda de Marcos, que concordou em ajudar depois de certas negociações.
É chegado o intervalo e a tensão estava subindo, até porque agora além de Sabrina, 20 reais estavam em jogo, e nosso herói não tinha nem perto disso...
Giovane anda durante o recreio procurando Marcos e acaba o encontrando.
- Então, cara... agora seria uma ótima hora para aquela ajuda...- Disse nosso protagonista.
- Ah, sim claro, claro... A gente só precisa encontrar a Sabrina...
E lá se vão Marcos, Giovane e Thiago (Não o Sem Mão) procurando a garota. Até que Marcos tem uma genial ideia (sem sarcasmo).
- Giovane, faz o seguinte: fica ali na árvore que eu vou ver se eu encontro ela e chamo-a aqui.
Nosso herói concordou com a cabeça e foi se dirigindo à árvore. Chegando lá, não parava de pensar o que iria dizer, até que de relance, consegue ver Marcos caminhando com Sabrina em sua direção. Eles haviam chegado.
- Então, o Giovane tem um negócio para te falar...
"É agora", pensava Giovane. Não havia mais escapatória.
- É então, é sobre o lance que eu ia falar ontem... Sabrina eu sou absurdamente afim de você, e você sabe disso, então... quer namorar comigo?
- Então... no momento eu não estou disponível..., mas se quiser a amizade, estamos aí.
Ele se sentia arrasado, detonado, zuado, fudido, quebrado.
Aquelas palavras ecoaram na cabeça de Giovane, que agradeceu a Sabrina por ter cedido seu tempo e foi embora andando. Por incrível que pareça, ele se sentia libertado. Triste, porém, libertado.
E nossa história termina aqui com um final não tão feliz(ou será que não?).
E com essa finalização, eu agradeço por ter tirado um tempo do seu dia para ler isso.
submitted by YareYareDaze007 to EscritoresBrasil [link] [comments]


2019.08.04 02:10 TrigesaVIP Sabe aquele ditado clichê que sempre dizem? "O olhar é a janela da alma"

Bem sim é verdade, até mesmo olhando para pessoas fazendo vídeos românticos por aí, na maioria das vezes são pessoas solteiras e sozinhas que se nutrem do número de visualizações e de jovens modinhas que compartilham isso achando que é legal e adivinha? Pelo menos metade desses jovens são solteiros e sozinhos se nutrindo da sensação de querer se apaixonar por alguém. E isso tudo só de olhar para alguém.
Porém, eu estava olhando os status de um amigo meu e vi esse vídeo, logo de cara percebi o olhar da garota...
Não era como os outro, esse é um olhar sincero, que está transparecendo que ela estava querendo falar isso para alguém, alguém que ela ama, eu sinceramente admiro o cara para qual é esse olhar, porque ultimamente isso está ficando mais raro, bem se eu souber que a história por trás desse vídeo é apenas de uma pessoa querendo visualizações de adolescentes, bem, admiro a atuação dela, porque fazer um olhar desses mesmo o sentimento por alguém ser vazio, é admirável.
Mas enfim acho que não é essa a conclusão que quero chegar com isso e sim sobre o que ela transparecer pelo olhar.
Enfim conclusões, acho que posso demorar para alguém olhar para mim assim e eu olhar para ela com o mesmo sentimento.
Se você encontrou isso em alguém, quando essa pessoa importante olhar para você, não o desvie, se você a ama também, olhe para ela com a mesma intensidade, e aproveite cada segundo, não se sabe oque pode acontecer amanhã...
Posso ter falado besteira? Bem provável KKKKKKKKK mais é porque no momento eu tava bem inspirado para escrever isso.
submitted by TrigesaVIP to desabafos [link] [comments]