Namoro é que ela gosta de mim

Até que eu resolvi tentar algumas coisas, e deu certo pra mim, eu descobri que ela estava gostando de mim. Agora eu vou compartilhar com você alguns passos pra você também descobrir se ela gosta de você. 1 – Ela o olha de longe. Sempre que você passa ela fica te olhando e te observando, é um sinal que ela gosta de você, tente perceber ... Ele provavelmente vai ler essa pergunta idiota e vai se fingir de c*, mas ai, não sei o que dizer mesmo pra ele, apenas que o amo muito e o queria aqui comigo, e que ele se abrisse mais, pois assim fica difícil saber se é amor ou amizade. Desculpe-me pela 'pergunta' confusa, queria apenas desabafar mesmo. É normal que uma hora ou outra você se depare com o seguinte questionamento: será que ela gosta de mim ou é apenas amizade? Muitas mulheres não se preocupam em ter amigos homens, mas nem sempre pode ficar claro qual o sentimento que ela tem por você, além disso, quando se tem uma bela amiga, é normal que passe pela nossa própria cabeça como seria se ela fosse algo a mais. Por isto, pare de dizer por aí: ele namora, mas é de mim que ele gosta, porque se ele gostasse mesmo, ele ficaria era com você. Nada de achar que tirou a sorte grande por estar com este homem, você está perdendo seu tempo e sendo uma marionete na mão de um espertinho que tem duas beldades para si! Esta é uma das perguntas que mais pessoas fazem quando têm um/uma parceiro(a) ou estão com uma pessoa de quem gostam muito: será que de verdade está tão louco(a) por mim como eu por ele/ela? É que todos nós sabemos que às vezes as palavras podem não refletir os verdadeiros sentimentos e emoções, por isso em umComo.com.br damos algumas dicas infalíveis que farão você saber se é ... Alunas se apaixonam por professor, e super comum,se ela ta afim d vc vc sabera logo.o q elas gostam também e ficar cm o professor e depois dizer para as amigas,da uma sensação de poder.'eu peguei o professor tal ,vc não'ainda mais se ele for gato. Há algumas semanas estávamos conversando sobre o namoro, e ela disse que por causa disso, nosso namoro estava desgastado (e eu concordo). Porém, ela não queria terminar. Isso significa que ela gosta muito de mim, e por isso nãoquer terminar,ou que ela não gosta mais e por isso está desgastado?

Razão ???

2020.09.18 19:01 HappyPressure8291 Razão ???

Então, recentemente eu e meu namorado temos desgastado bastante a relação com discussões relacionadas a insegurança, paranoia e etc. E penso que por agir muito pelo emocional, eu acabo sendo a mais imatura da discussão, não é fácil lidar com isso, pois essa imaturidade atinge muito mais a minha pessoa, visto que ele super compreende eu estar sendo emotiva e achar que não aconteceu nada de mais. Um exemplo bem prático disso é o fato de ontem termos discutido e ele foi dormir tranquilo e falando que me ama mesmo eu super brava e pedindo pra ele tirar a foto de perfil e aceitar que vamos terminar por que não tem muito o que se fazer, enquanto que fiquei a madrugada toda pensando em muita coisa e fazendo testes de insegurança, de saber se o parceiro é traíra. Bom depois de tudo que eu disse acima, já devem imaginar quem é o mais inseguro da relação, ah também sou a paranoica(óbvio) e sou para a surpresa de quase ninguém. Muito ciumenta, e foi por esse motivo em especifico que brigamos, eu não consigo ver esperanças na minha evolução, e sinceramente, o que era um ciúme normal é que tá evoluindo pra outras coisas piores(possessão e etc. ), talvez por que tenho andado mais emotiva que antes nessa pandemia(no qual muita coisa ruim tem acontecido na minha casa) não sei... Mas fiz essa postagem por que estou muito indecisa racionalmente sobre uma questão. Uma amiga nova chegou na área, que na verdade já era colega a algum tempo, mas só agora que essa amiga terminou o namoro eles conversam com certa frequência e bastante intensidade(fotos, memes, vídeos, fofoca, conversa sobre a vida), incluindo muito esforço da parte dela para manter a amizade com ele. Engraçado é que acabei me envolvendo com ela também, ela é uma ótima pessoa, mas mesmo assim me sinto muito insegura, sei que ela tem outras pessoas na vida dela, mas não entendo a insistência em ser nossa amiga, pois nem parece que ela gosta mesmo de mim, e o meu emocional com certeza afirma que ficaria muito feliz com o termino da amizade entre eles. Mas racionalmente sei que isso é muito abusivo, eu controlar algo que eu nem deveria. Mas para frisar minha insegurança, tenho que dizer que me assusta muito quando ela diz coisas como ''eu me apoio na amizade com um cara e acabo gostando dele, sempre fiz assim, supri minha carência com outros caras'' isso é ameaçador pra mim sabe?... Eu só consigo imaginar nela vendo o quanto meu namorado é um cara bacana e acabar gostando dele e tende real motivo para não gostar de mim e só me manter por perto por falsidade sabe?. O que aconteceu com ela no termino do namoro não desejo a ninguém, ela ainda tá muito confusa, e eu queria que ela não se sentisse assim e de certa forma culpada, então no começo até apoiei bastante a amizade dos dois, falava pra ele perguntar se ela tá bem, tentar distrair ela... me arrependo disso, eu não devia ter responsabilizado ele por algo que eu mesma poderia ter feito por ela. Mas eu queria que ela se sentisse acolhida por nos 2, e acho que é assim que ela se sente agora, mas não posso negar que ainda vejo como ameaça, não sei, talvez ela tenha mudado o suficiente para não ficar mais querendo depender emocionalmente de alguém assim... mas vai saber? isso nem é algo tão ruim quando esse alguém tá disposto a te ajudar de verdade a se sentir segura e tals. Foda é que eu não consigo estudar, pensando que vou passar muito tempo fora e que ele vai tá tão envolvido com ela, por que coincidentemente ele tava no seu intervalo de estudos, e acabou compartilhando opiniões parecidas com ela e etc... sla... muita paranoia pra descrever aqui, mas eu realmente não sinto que estou pronta pra aceitar essa amizade. Ele e ela, que eu conheço bem, combinam mais do que eu e ela ou eu e ele(ele é mais amigo dela). No jeitinho de ser, de acreditar nas pessoas, pensar o melhor delas kk. Eu não sou assim vey... já sofri demais com as pessoas pra isso, inclusive da parte desse namorado, coisas parcialmente superadas, mas que a gente ignora, e que, desde que não aconteça de novo, da pra manter a relação. Resumindo, essa gama de defeitinhos meus, me fazem ter certeza de que eu só tenho algumas poucas soluções racionais pra isso tudo, vou listar 3: 1- Continuar próximo dos dois(por que longe eu já não consigo aceitar gst dos 2, n qro parecer um monstro, só sou humana sabe: imperfeita, cheia de problema, depressiva, ansiosa, to carente e etc kkk) e me esforçar(mesmo que doa muito) pra acreditar(mesmo que seja difícil demais) que eles só serão amigos mesmo; 2- terminar o namoro e desejar muita felicidade pra ambos que foram meio que motivo do termino, juntos ou não e 3- fazer que ele se distancie dela por tempo indeterminado, mas se possível bem breve(gosto que ele tenha amigos, isso faz ele feliz), até que eu pense melhor sobre tudo, sem que eu precise me distanciar dele que é a pessoa que eu mais amo, alias a distância entre ela e eu nem é uma opção, mas pode ser sim consequência, só que de fato eu até gosto de compreender o significado que ela tem na vida das pessoas ao redor dela e vejo isso conversando com ela, o que é bom, já que meu namorado é um pouco sonso ao me dizer o que ele acha que ela significa pra ele, ele diz: ''não sinto nada'' mas até eu não consigo dizer isso aí. Sinto compaixão por ela, carisma da parte dela, simpatia e etc. Mas vale lembrar que tenho um pouquinho de medo, por que acho ela muito melhor que eu, só por ter essa essência e ela auto afirmar as vezes que consegue conquistar qualquer um com boa conversa, é mais ameaçador ainda, e pode ser bobo mas por mais que no começo eu achava fofo agora comentar ''que casal fofo'' e coisas similares a ''meu casal''(Vitão 2018), me causa pavor, kkkk brincadeirinha kkk. Raiva tenho também, mas só dele mesmo, por ser sonso a ponto de dizer também ''que tal nos usar essa metadinha de 3 com ela?''. AFF do nada, num momento nosso qnd estamos vendo fotos juntos e umas metadinhas DE CASAL pra usarmos. Na verdade, se eu não fosse tão insegura até que seria uma boa ideia, mas qualé, ele sabe como sou... acho que me desrespeitou nesse sentido, de ver que eu tava me esforçando pra não falar dela, pq sempre acabo desgastando muito a relação cm muita paranoia, e ele ir e falar dela, me deixa pensativa e séria de novo, pra compensar ele concordou com essa terceira opção minha ''3 fazer que ele se distancie dela por tempo indeterminado, mas se possível bem breve''. Que sinceramente seria a que mais me deixaria feliz, e aí gente, acham que se eu repensar, consigo equilibrar melhor a razão e a emoção? e talvez ache uma opção mais sensata do que essa última. Acham que estou sendo ciumenta em excesso? e que eu devo me responsabilizar sozinha(msm ele sendo um fator pra minha insegurança) por isso, não terminando mas dando um jeito. ME AJUDEM! EU QUERO SER UMA BOA PESSOA, sem isso eu não me sinto mais nada nesse mundo e posso querer acabar com tudo logo(eu sei que preciso de terapia), por que só vejo sentido naquilo que tem sentimento e minha vida se resume muito a ser boa pra ele, alguns amigos e pro meu doguinho que ele prometeu cuidar caso algo aconteça comigo. :) ''Por que não vou ao psicólogo? bom, não tenho grana, simples. Desde já agradeço a pessoa que ler esse texto enorme, tentei ser bem objetiva e clara sobre tudo, espero que tenham compreendido.
submitted by HappyPressure8291 to desabafos [link] [comments]


2020.09.18 17:16 Rafael8353 Talvez não era pra ser...

6 meses atrás eu conheci uma garota, ela é linda, inteligente, trabalhadora... Resumindo, ela é incrível. A gente começou a conversar e tudo mais, então fomos ficando cada vez mais próximos, começamos a se ver e descobri que ela é de igreja evangélica e que por causa disso ela não ficava com qualquer pessoa, ela ficava apenas se fosse para namorar. E eu concordei, afinal eu nunca tinha namorado antes, era algo que eu queria muito e nunca tive capacidade de ter em todos os meus 18 anos de vida. Então a 5 meses atrás nos começamos a namorar, foi um relacionamento complicado por causa da distância, nós somos de cidades diferentes e ainda tinha o problema da pandemia, isso ocasionou que a gente se viu apenas 1 vez durante toda a pandemia. Isso concerteza esfriou a relação para ela e tudo mais, mas como eu nunca tinha namorado ninguém antes, independente disso, eu tava feliz. E então começaram a ter as brigas, ciúmes e ainda discussões sobre a religião, eu sou católico mas não sou praticante, ou seja, não sou de ir na igreja. Já ela é evangélica e vai na igreja 4 vezes por semana. Ela disse que a gente não poderia namorar se eu não fosse na igreja com ela, eu como um bom namorado falei que iria, justamente para apoiar ela né, já que é algo que ela gosta e tudo mais. Desde que não precisasse me converter ou algo do tipo. Ela aceitou isso tranquilamente e então ficamos de boa. Mas aí ela mudou de opinião, ela disse que eu precisaria me converter se não a gente não poderia ficar junto, isso foi um baque para mim, por que eu teria que mudar totalmente as minhas crenças e tudo mais e foi um momento difícil demais para mim, foi muito difícil para mim engolir que eu precisaria mudar o que eu sou para continuar com ela. Mas eu mudei, pouco a pouco, mudei e acabei me "convertendo", mudei as minhas crenças e comecei a ir na igreja dela. Mas isso de mudar quem eu era começou a me matar por dentro, eu tinha que deixar de acreditar em coisas por que ela queria e isso me matava. Mas tudo bem, eu continuava levando isso e até mesmo mudei ela também, ela era uma pessoa muito estressada, ajudei ela a ficar mais calma e etc. A gente fazia muito bem um pro outro, eu amo ela de um jeito que eu nunca tinha amado antes, na verdade. Nunca amei antes, ela foi meu primeiro amor. Mas então começamos a ter muitas brigas, no início do relacionamento ela era muito estressada e a gente brigava muito, conforme o tempo ela foi ficando calma e eu que fui ficando estressado, chegou uma hora que as coisas começaram a ficar tóxicas, eu admito que eu mesmo fui tóxico porque no auge do meu ciúmes eu proibi ela de ir ver um amigo dela (que ela já tinha tido interesse amoroso e eles ficaram algumas vezes e fizeram algumas coisas), não sei se o que eu fiz foi certo. E do mesmo jeito ela foi tóxica querendo que eu apagasse comentários de garotas amigas minhas em minhas fotos e etc. Chegou uma hora em que a gente só machucava um ao outro, apesar de eu saber que ela me ama e eu amo ela. Não tem ninguém que me olhe do jeito que ela olha e eu acho que isso é o que mais me machuca. Por que fui eu que terminei, foram 5 meses de namoro mas eu cansei das brigas, dos ciúmes, de tudo. Saturou sabe? E eu sei que esse termino vai ser bom tanto pra mim quanto pra ela sabe, mas mesmo assim isso dói... A gente sempre tentava conversar e resolver as coisas mas não adiantava de nada, me dói ter que deixar ela. Me dói lembrar que as risadas, as conversas, os beijos, tudo isso nunca mais vai voltar. Eu não sei se fiz a escolha certa, eu só sei que isso tá me destruindo. Eu sei que ela me ama por que ela me fala e me prova isso e eu também amo ela, acho que isso é o que mais me machuca sabe? Saber que os dois se amam mas não dão certo. É, talvez não era para ser...
submitted by Rafael8353 to desabafos [link] [comments]


2020.09.18 10:52 TiaSayu Ajuda para aqueles que tem ansiedade...

Yo mina, Daijobu deska? *ೃ˚
Hoje falarei sobre um tema que me atormenta assim com muitas pessoas diariamente. Espero que esse texto ajude alguém que nessa pandemia, anda sofrendo com o dobro das reações desse distúrbio.
AVISO: Se caso você sofre com este problema e níveis descontrolados POR FAVOR, procure por profissionais para se auto-ajudar. Não tente sobre HIPÓTESE alguma tomar medicamentos por conta própria e nem usar métodos não convencionais. Sempre consulte o seu psiquiatra ou médico sobre suas dúvida, e se cuide da maneira correta.
Bilhetinho: Espero com que este texto seja fonte de muito apoio para aqueles que sofrem disto, um guia para aqueles que querem ajudar alguém que sofre. Espero que, de alguma maneira, posso ter sido útil na vida de alguém e ter alegrado o seu dia ♥
Vamos para o textinho︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶
Bom... Para aqueles que desconhecem a ansiedade é algo comum e todos estão sujeitos a senti-la. No entanto, a ansiedade é uma doença subjacente (Que não se manisfesta claramente) somente quando os sentimentos se tornam excessivos, obsessivos e interferirem na vida cotidiana da pessoa, em resumo: ''A Ansiedade é um termo geral para vários distúrbios que causam nervosismo, medo, apreensão e preocupação exagerada. ''
A ansiedade que estou citando é mais do que o comum do qual estamos habituados. Está além da empolgação de ir se apresentar em uma entrevista de emprego ou comparecer no primeiro encontro; Tal circunstância pode se agravar com traumas ou com problemas persistentes na vida de alguém, e os sintomas são duradouros e limitadores, o que atrapalham a vida desta pessoa.
Os principais sintomas que podem acontecer são:
Para ajudar ou se auto-ajudar, é necessário entender esses pontos e procurar conversar ou se entender. Procurar as fontes e raízes desta ansiedade e tentar muda-las para amenizar os efeitos. E é para isto que existem os profissionais e pessoas que podem te dar esse suporte durante uma crise.︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶ °・❀
Conselhos importantes:;
Para aqueles que querem ajudar alguém que sofre com isto, é necessário entender algumas coisas cruciais... E entender em si o que é a Ansiedade e os seus tipos.
1- A coisa mais importante é se ter PACIÊNCIA.~ A pessoa já está sofrendo com diversos pensamentos a mil por hora, mal conseguindo conter as próprias emoções e atos. Tenha cautela ao se referir e agir, qualquer erro pode dar a entender que a pessoa afetada só está incomodando e atrapalhando a vida dos outros (E vai por mim, isso vai piorar em 1000%)
Tente conversar, ajude-a se acalmar, converter os pensamentos negativos. Incentive fazer algo divertido ou diferente, algo que vá distrai-la e alegra-la. Dê amor, carinho e seja compreensivo. Evite Julgar, apontar erros e defeitos.

2- Seja compreensivo.~ Tenha em mente de que aquela pessoa que sofre de ansiedade, não tem controle sobre os próprios pensamentos e emoções. Evite fazer mistério e joguinhos de adivinhação, assim como botar medo ou pressão. Além de ser algo completamente irritante para qualquer um, para um ansioso ele ficará bem mal e aflito. Ex:;
'' Preciso te contar algo, mas só posso contar amanha'' ou ''Estamos atrasados. Se apresse!''
Faça isso e é uma noite que você rouba desta pessoa. Enquanto a você dorme tranquila, o ansioso fica acordado, pensando em tudo que é possível e o impossível para adivinhar o tema do assunto ou se cobrando por ter feito melhor.Então por favor, não faça estas brincadeiras de mal gosto, prometendo e adiando coisas, isso faz um mal que só o ansioso entende.Entenda que nossa cabeça funciona a mil por hora, diferente das demais pessoas:Ex:;
Pessoa normal: ''Ata certo, tenho que fazer isto e pronto..''
Ansioso: Tá eu tenho que fazer isso... Perai, será que eu desliguei o gás? ESSA NÃO, SE A CASA EXPLODIR VAI SER MINHA CULPA, PESSOAS VÃO MORRER E A CULPA SERÁ MINHA. Mas.... Será que eu tranquei a porta?... E SE ALGUÉM INVADIR MINHA CASA E FAZER TAL COISA.
(Vai por mim, isso não vai acabar tão cedo. Então por favor, tenha consciência)

3- NUNCA, SOBRE HIPÓTESE NENHUMA, JULGUE. EVITE TOTALMENTE DAR TRANCOS: Como dito, a sensação de estar incomodando é constante. Pensamos que a pessoa nos abandonará, ou que estamos fazendo mal a ela ou atrapalhando a vida dela, nos sentimos inferiores e sempre estamos nos menosprezando. Há casos que até mesmo, o ansioso termina um relacionamento bacana apenas por pensar que ele é incapaz, que o seu conjunge não o(a) suporta e nem gosta dele(a).
E realmente, há pessoas que julgam.Falam que somos muito complicados, que estamos fazendo drama ou teatro, nos evitam para não ter alguém ''enchendo o saco'', e que nos afastamos por ser pessoas ''falsas''. Houve até comentários na minha vida, de pessoas aconselharem a opção de término de um namoro, pois deduziam que a menina estava distante, que ela estava traindo e estava sendo seca de proposito.
NÃO! Nos isolamos e nos afastamos por achar exatamente que estamos fazendo algum tipo de male. Jamais julgue ou se deixe elevar por opiniões alheias. Tente conversar e entender, não vá se precipitando. No final, se caso isso tenha força, só sofreremos ainda mais.
4- Ouça mais e seja sincero: Se a pessoa finalmente conseguir desabafar, a escute até o fim. E se ela hesitar por medo ou insegurança, acalme-a e prossiga. Na maioria das vezes, elas só querem ser ouvidas e não receber conselhos (A não ser que ele(a) peça). E o mais importante, não finja falsa sinceridade, não dê essa expectativa falsa, além de ser uma ato bem babaca, isso só mostra que no fim, você não estava preocupado e nem interessado em ajudar de fato, que só fez por mera educação.
5- Convide-o(a) para dar uma volta: Se possível no momento, convide-o para uma volta. Caso a pessoa aceite, converse e tente distrai-la e acalma-la, fazer atividades talvez, fazer alguma coisa bacana. Gastar a energia em uma caminhada ajuda bastante (Bom, pelo o menos para mim ajuda)
6- NUNCA, JAMAIS OFEREÇA BEBIDAS ALCOÓLICAS: É serio, em crises a pessoa pode associar a bebida como um escape. AI meu filho, ficará difícil faze-la abandonar.
7- E por ultimo. Não diminua isto: Ansiedade é algo que precisa de atenção, assim como a depressão. É algo que afeta a vida de alguém de forma profunda, sendo motivo de vários suicídios e problemas graves nas famílias. Não a trate como algo banal e sem importância, é algo que precisa de atenção e empatia.
︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶ °・❀
Conselhos para aqueles que Tem a ansiedade e querem uma mãozinha para amenizar os efeitos ♥
1- Pratique alguma atividade física.Dança, artes marciais, ginastica... Qualquer coisa! Isso, além de dar uma animada e fazer bem para a saúde, ajuda a distrair a mente e ''descontar o estresse''. É um ótimo incentivo.
2- Meditação: Se é algo que me ajudou muito nas minhas crises, é a meditação. Ouvir uma musica calma, controlar a respiração, fechar os olhos e relaxar o corpo. É uma boa pedida e AJUDA muito numa crise.
3- Ouvir musicas favoritas: Como uma ansioso precisa descontar sua energia, desconte dançando ou curtindo uma musica de preferência. Isso ajuda e MUITO, nem que seja necessário repetir a musica diversas vezes ou cantar junto.
4- Mantenha uma alimentação top: Sim, até a comida influência. Evite comidas muito gordurosas em certos horários do dia. Os hormônios podem ser nossos inimigos após alimentação.
5- Desconte em seus Hobbies ou descubra novos Hobbies: Nada melhor do que fazer o que a gente gosta, nestes momentos o Faça! Isso pode ajudar durante uma crise e vai distrair sua mente para focar neste Hobby.
6- Pense ao contrario de tudo!: Se realmente está difícil de suportar a crise e nada está ajudando, Alimente boas sensações. De todos os pensamentos negativos converta para os bons. Ex:;
"'Droga eu teria conseguido se eu tivesse feito tal coisa... Não, eu dei o meu melhor e sei que estão orgulhosos de mim. Vou me esforçar mais para que na próxima eu não comenta o mesmo erro. ''
''Ain... Ela falou tão mal de mim... Por que? O que eu fiz?... Não! Há pessoas que me ama do jeitinho que eu sou, e se essas pessoas que são importantes para mim me amam pelo o que eu sou e amam minha aparência, então eu acredito nelas e que se dane o resto!.
Isso é psicológico, não e deixe levar pelos os próprios julgamentos e não se castigue! ♥
7- Procure se amar e se auto entender, reconheça que todos podem errar, e que errar não é algo ruim. Aprender com os erros é melhor do que aprender com os acertos. Se caso você errar com alguma coisa, não se abale! Se valorize e reconheça que você é incrível e que há pessoas que adoram o eu jeitinho.︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶ °・❀

Minha experiencia: Sofro de ansiedade, fruto por parte da minha mãe e traumas vindo da época do fundamental/colegial. Meus dias são difíceis e parecem somente piorar. Minha crises são graves e preciso de ajuda na maioria das vezes, tomo medicamentos para ajudar nos sintomas que, muitas vezes, funciona. O sentimento de angustia é algo que realmente machuca, algo que não me dá paz e me faz ter pânico quase por três dias inteiros.
Quando meu namorado está comigo, me ajudando e me dando suporte e amor é algo muito bom. Me sinto muito bem e sinto que melhoro e evoluo demais a cada crise, é importante entender a existência dessas pessoas na nossa vida e de como isso ajuda a evoluir nosso ser. Já fui muito julgada, abandonada, criticada e realmente, são coisas que apenas pioram minha vida. Mas sigo lutando e espero ajudar outras pessoas como eu o aquelas que tem a boa intenção de ajudar estas pessoas.
Enfim, espero que tenham gostado e ter realmente ajudado alguém ♥
submitted by TiaSayu to desabafos [link] [comments]


2020.09.12 22:14 WalitaPhilipps Estou sendo betado e não sei lidar com isso.

Eeee meus amigos, o dia finalmente chega, dps de 20 anos sendo um gordo fracassado e enfrentando uma puta depressão, eu consegui emagrecer, melhorar alguns hábitos e estou consideravelmente mais ''ok'' ainda me acho feio, porém sou um gordão musculoso e tenho a voz de um locutor de canal de igreja.
A fita é que agora, eu consegui desenrolar um ''web namoro'' com uma mina q eu to gostando muito, entretanto é meu ''primeiro rolo'' e to achando um saco ter q ficar puxando assunto ou ficar com medo de puxar assunto e estar incomodando a mesma.
O foda é que as vezes acho que essa mina q eu to conversando ta na verdade conversando com varios, porém pode ser apenas uma ataque de esquizofrenia feita pela minha cabeça. Ela ja disse que gosta muito de mim e me contou muita coisa (MT COISA MEMO MEUS QUERIDOS) e eu fiquei apegado a ela. Eu gosto dela, não sei flertar e sempre fica um clima moooornao pq eu sou cabaço, mas to tentando melhorar. Mas mesmo assim eu me sinto inseguro e não acho q ela goste de mim de facto.
Chegamos a betagem 2, 3 e mais algumas.
Vamo la, primeiro de tudo: NÃO SEREI UM FILHO DA PUTA COM NENHUMA, prezo muito o respeito e maturidade e me recusaria a fazer joguinhos fudidos ou deixar alguém mal de proposito, acho esse tipo de coisa bem infantil e vai contra minhas virtudes.
Porém, no facebook, eu sendo um cara relativamente engraçado e recentemente estou sendo ''betado'' por algumas minas e to achando isso muito estranho mano, tipo, eu era FEIO, IRMAO, FEEEEEEEEEEIO E GORDÃO, só recentemente quando dei uma puta emagrecida e ficando mais fortinho, vi que comecei a ser betado. Acho legal, alto estima sobe pra porra máááás eu n quero ficar em relacionamento por beleza ou alguma fita assim, sacas?! Eu realmente procuro pessoas da mesma vibe e sempre tento ser o maximo respeitoso e tal, não quero criar ressentimento com ninguém nem magoar ou brigar com alguém, tenho medo de relacionamentos justamente por sempre ter sido feio.
Eu sei que tem uma mina que ta gostando muito de mim e eu to com medo pq ja to ''quase'' nesse web namoro, então to tentando desviar o máximo possível disso, mas ta dificil amigos, realmente complicado kkkk.

Então amigos, após desabafar aqui, se alguém ja passou por isso e tiver alguma dica ou conselho, por favor, sou totalmente aberto!

Boa noite a todos!
submitted by WalitaPhilipps to desabafos [link] [comments]


2020.09.09 05:28 ispanholito Acho que a garota perfeita não existe, ou talvez sim

Mano a muito tempo eu tento encontrar uma garota que seja perfeita para mim, tipo eu já tive dois namoros,mas mesmo assim não deram certo então eu parei de namorar por um tempo e agora estou tentando encontrar a garota perfeita para mim só que eu não tô encontrando ela, tipo eu gosto de garotas engraçadas, menor que eu, magra, inteligente, goste de gatos e que gosta de anime, só que hoje em dia isso é muito raro, a maioria das garotas são patricinhas ou outras coisas, o pior de tudo é que eu sou amigo de uma garota que se encaixa perfeitamente nisso, no meu gosto, só que eu sou amiga dela há 3 anos e sou extremamente apaixonado por ela só que eu tenho medo de falar que eu amo ela e acabar amizade, alguém me ajuda?
submitted by ispanholito to desabafos [link] [comments]


2020.09.09 04:21 DakoNebura Bom, recentemente percebi que sou alguém facilmente odiável e me acostumei com esse jeito de ser

Uma menina que falou que eu podia desabafar com ela me passou o número do whatsapp dela, eu sendo um completo desgraçado, falei que talvez fosse flertar de brincadeira com ela (geralmente seria tipo: se ela postar no status do zap algo que se resume a "minha cara feia" eu diria "me manda foto da sua cara feia" ou ela postar "ninguém gosta de mim" e eu responder "eu existo", não flertar como em namoro), mas do jeito que sou um completo fudido, expliquei mal e ela me deu block até na rede social onde eu conheci ela (instagram), então é, depois disso pude perceber o quão otário eu sou, que provavelmente vou ser um cara que não consegue se aproximar de mulheres direito, e tudo isso é culpa minha
submitted by DakoNebura to desabafo [link] [comments]


2020.09.06 01:01 SLAPPVISHKK Eu preciso seriamente de ajuda

Boa noite turma. Eu queria pedir ajuda aqui sobre uma coisa que aconteceu na minha vida.
Bom, se caso vocês viram meus ultimos dois posts aqui no TurmaFeira vocês viram que a minha vida foi cercada de mentiras criadas por mim pra tentar fazer amigos (quem não viu, procura no meu perfil pra entender a história). Então no meu segundo post eu contei que eu pensei que as coisas já tinham sido ressolvidas entre eu e a minha unica amiga que eu posso considerar verdadeira que não por acaso é minha ex (vou chamar ela de Rainara como nos ultimos posts). Mais eu não consegui tirar da minha cabeça o quanto eu gostava da Rainara, e isso recentemente está me fazendo ter crises de ansiedade fortissimas e pensamentos suicidas. E eu não pesso ela de volta em namoro porque ela não se sente bem em ter um relacionamento agora por causa de um ex dela que a traiu. Eu realmente percebo que ela ainda gosta de mim o jeito dela se preucupar comigo é muinto diferente e mais carinhoso do jeito que ela se preucupa com os amigos dela. Mais eu não quero forçar nada entre a gente pra dar tempo dela perceber isso *(eu não estou sendo um nice guy. Segura esse vontade de me xingar ai). Eu queria pedir ajuda pra saber o que diabos eu faço agora? Eu estou com medo de eu ter uma crise depressiva e eu me matar. O que eu faço pra pelo menos esqucer que eu gosto dela? Me ajudem por favor.
submitted by SLAPPVISHKK to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.04 18:33 DanteStonecross Senta que la vem história

Eu to a algum tempo lendo e comentando coisas nesse /, e eu sempre quis dizer varias coisas aqui, porque de algum jeito eu me sinto confortável de ver essas coisas e todos vocês, mesmo discordando com algumas pessoas aqui e ali ta tudo bem, discordar é normal, faz a gente mais humano.
Mas eu queria muito contar uma história aqui hoje, é uma jornada importante pra mim, e eu espero que vocês gostem de me ver aprendendo uma coisa muito complicada. Nessa história, todos os nomes serão fictícios, e será um resumo muito resumido, então a grande maioria dos fatos não está aqui, mas o que isso tudo me ensinou, você vai poder ver com certeza.
Eu sempre fui um Romântico, e quando eu digo Romântico, eu falo da escola literária, eu não uso aquele português difícil, mas eu enxergo o mundo de uma maneira similar, eu vivo os momentos com as pessoas com intensidade, com muito sentimento, e os momentos seguintes a esses vem a melancolia.
A primeira vez que eu me apaixonei quando tinha 11 anos, o mundo se tornou diferente pra mim, era como se de repente todo o resto fosse preto e branco, e apenas aquela garota fosse colorida(eu tenho essa história contada em um texto, que é o ponto inicial da minha depressão, escrito exatamente como aquela criança enxergava o mundo, se ao final alguém se interessar eu mando sem problemas).
E, perto se fazer 14, em 2013, eu conheci uma garota muito mais do que bonita, ela era simplesmente divina aos meus olhos, ela era tão incrível, ela tinha absolutamente tudo que eu gostava. Eu conheci a Ágata dando aulas de matemática(o que mais um nerd faz?) e algo me chamou muita atenção: mesmo com 13 anos eu já tinha dado muitas aulas pra muitas pessoas e todo mundo tem um limite, todo mundo desiste(pede uma pausa) depois de X questões, mas ela não, mesmo sem entender muitas coisas ela persistia até o fim tentando entender tudo, até o horario dela ir embora ela continuou la, com o caderno e a caneta fazendo de tudo pra conseguir entender.
Bons meses depois Ágata se tornou minha melhor amiga(embora no início ela respondia minhas mensagens a cada 3 semanas, sem exagero!), e mais um tempo depois e muitos conflitos com a família dela, a gente começo a namorar.
Eu ainda não posso explicar o que era a sensação de namorar com ela, ela era literalmente o que todo garoto sempre sonhou: baixinha, cabelo cacheado, um rosto muito agradável, um sorriso lindíssimo, peitos e bunda enormes(ENORMES), cantava feito um anjo, era popular, divertida, extrovertida, dedicada, esforçada... É uma lista de qualidades que, na época, transbordava.
De 2014 até 2019, nós tivemos 3 anos de relacionamento e 5 anos de amizade, e eu aprendi muito mesmo em todos esses anos. O motivo do término do relacionamento(numa versão em resumo do resumo do resumo) foi, principalmente, possessão. Eu tenho um pai que é extremamente possessivo e eu levei 14 anos pra sair das garras deles(ou seja, ainda era recente quando eu conheci ela), e 1 ano depois do namoro ela começou a querer cada vez mais a minha atenção, onde eu não sentia mais liberdade pra fazer coisas que eu queria, porque eu tinha que ficar 3 horas falando no telefone com ela(e eu nem gosto de falar no telefone).
Não me entendam mal, eu não estou dizendo que fui perfeito, que não tive defeitos ou que só eu que estava passando por problemas, acabou porque precisava acabar. Inclusive se você, Ágata, por algum motivo descobriu o reddit e se reconhecer nesse post, saiba que mesmo não mais falando com você e não conseguindo mais olhar na sua cara(história pra outro dia), você pra sempre terá minha gratidão e meu respeito, nós vivemos muitas coisas juntos e, se hoje eu sou um homem, foi você que o moldou, muito obrigado.
Quando isso terminou, eu comecei a conversar mais com uma outra garota que eu conhecia, estudava na mesma escola que a gente, e conforme eu a conheci, ela começou a conquistar cada vez mais espaço no meu coração.
Carol era uma mulher interessante de várias maneiras, ela era extremamente extrovertida, cantava muito bem, tinha muitas histórias pra contar, era uma das pessoas que mais tinham ficado com gente na escola, e principalmente, ela tinha acabado de ganhar uma filinha. O jeito que a Carol olhava pra filha dela me fazia querer estar por perto, não porque ela parecia uma mãe incrível, mas porque havia uma dualidade dentro dela: aquela criança foi concebida de um estupro, onde foi muito difícil aceitar conceber a criança, quando ela nasceu era completamente visível que ela não sabia o que fazer, ela amava mais do que tudo aquela criança, ao mesmo tempo que ela via o homem que fez isso quando olhava pra ela(graças a deus, isso mudou bem rápido).
O tempo passou e eu e Carol começamos a nos dar muito bem, e em meados de 2019 a gente se beijou pela primeira vez, essa foi oficialmente a segunda pessoa que eu beijei na vida e cara, que coisa mais estranha, eu não sabia nem como descrever o que tinha sido aquilo de tão estranho... Até que ela me beijou uma segunda vez, e ai oficialmente, aquele era o melhor beijo do mundo.
Eu e Carol ficamos mais algumas vezes, e a gente se dava muito bem em tudo, até na cama era muuuuito diferente do que era com a minha ex, e a gente fazia tantas coisas juntos, viamos animes, conversavamos sobre varias pessoas, saíamos pra comprar roupas...
Cada dia que passava o meu sentimento só aumentava, e quanto mais ele aumentava, mais coisas que eu achava incríveis aconteciam, como a gente ver as coisas abraçadinhos, ficar de mãos dadas, varias dessas coisas de casal.
O meu erro? Carol desde o inicio falou "Não se apaixona por mim, eu não me apaixono por ninguém". Eu segui essas instruções o quanto foi possível, mas cara, talvez fosse loucura minha, mas parecia muito que ela também estava apaixonada, não com palavras porque toda vez que eu mencionava ela mudava a expressão e o jeito por um tempinho, mas as atitudes dela, os nossos momentos...
Depois de um tempo, no inicio desse ano, eu tentei cortar a Carol da minha vida torcendo pra que resolvesse meu problema, e deu certo por 1 mês até que ela me mandou mensagem perguntando quanto tempo isso levaria. Eu dei o meu melhor e coloquei todos os meus sentimentos em um texto, cada palavra continha tudo que eu sentia por ela, e ela também fez um texto de volta pra mim, e eu pude sentir o que ela sentia também, ela queria ser só minha amiga, e nada mais.
Nós ficamos mais 3 ou 4 meses sem nos falar até que, por intermédio de uma amiga em comum, a gente voltou a se falar e, desde então eu vi Carol mais umas 3 ou 4 vezes, mas é tudo muito estranho, a gente troca mensagens uma vez por semana e olhe la, eu nem acredito que um dia a nossa amizade volte, quanto mais a gente ficar ou coisas do tipo.
Mesmo com tudo isso, ela sempre viveu no meu coração.
Porem aqui vem a lição, meus amigos.
Há semanas atrás, eu consegui contato com uma garota que a gente não se via a muitos, muitos anos. Sabe aquela história de primeiro amor a gente nunca esquece? Esse foi meu segundo, e o que eu verdadeiramente nunca esqueci, eu sempre vou me lembrar do meu primeiro dia de aula numa escola completamente nova, e no fim do dia eu ainda todo perdido uma garota me puxa, me olha nos olhos e a primeira coisa que ela diz pra mim é: "Você namoraria comigo?". A resposta pra essa pergunta era não, obviamente, foi muito aleatório, mas eu estava tão nervoso que saiu "sim", ela deu um sorrisinho e voltou ao que tava fazendo. Desde aquele dia, Livia se aproximou cada vez mais de mim, e ela tentou me conquistar todos os dias, e acreditem em 2012/13 eu não era naada fácil.
E quando eu consegui falar com ela novamente, alguma coisa dentro de mim estalou, a gente voltou a conversar e era como se nada tivesse mudado, a gente conseguia desenvolver do mesmo jeito que a gente sempre fez, nem parecia que tinham 7 anos sem contato. A gente se viu algumas vezes(sim, eu sei que a gente ta de quarentena, todas as medidas de seguranças foram tomadas pra gente conseguir) e, cara, eu tinha me esquecido o que é olhar pra alguém que te olha como se você fosse uma obra prima, aquele olhar de quando éramos crianças não mudou nem um pouquinho, ela ainda olha pra mim como se eu fosse a pessoa mais legal do mundo.
Eu, com todos os meus defeitos, com todas as minha chatisses e meu jeito ""inteligente"" de ser, onde a lista de qualidades é exatamente igual a lista de defeitos, ela me vê como se fosse alguém muito mais do que incrível.
E eu olho pra ela assim também, e quando eu a olho, eu quero que ela sinta a pessoa incrível que eu vejo, uma pessoa que passou por inúmeros problemas pelo mundo afora e ainda passa, alguém que realmente foi a raiz do meu gosto pelas mulheres, que me ensinou que atitude é a melhor caracteristica possível em alguém, e que eu quero alguém com isso na minha vida, alguém que tenha coragem de me puxar pelo braço e dizer que me quer, alguém que queira os meus toques, alguém que querias os meus carinhos, as minhas massagens, os meus abraços, as minhas implicações, assistir animes ou séries comigo, beber comigo, aprender e viver todo tipo de experiências e situações. É isso que eu quero com ela também!
Esse é um pedacinho da minha odisseia, eu pedi a Deus, ao universo, a seja la o que for que estiver ai fora por nós, pra que 2020 seja um ano de apredizados e conquistas, 2020 foi o ano mais difícil da minha vida, onde por conta de um treinamento pra competição, da pandemia(home office) e tambem por causa de ter a Carol na minha cabeça, eu passei pela pior fase da minha vida, mas eu consegui correr atrás de ajuda a tempo(onde eu devo a minha vida a minha hipnoterapeuta, que mulher excepcional) e, no final dessa jornada, eu cresci muito e me tornei bem mais forte.
Muito obrigado, eu deixo aqui os meus agradecimentos a todas essas garotas, que me mostraram quem eu quero junto a mim e quem eu quero ser, a minha mãe que é a melhor mãe do mundo e, mesmo a gente se desentendendo as vezes, eu não resistiria sem ela, a minha hipnoterapeuta que consegue a façanha de me colocar em transe(hipnose ericsoniana é a melhor, sem dúvidas!) e que me ensinou muuuito mais lições do que eu teria aprendido em 20 anos da minha vida.
E principalmente, muito obrigado a mim mesmo, por ter aguentado até aqui, por nunca ter parado de ir pra frente mesmo pensando todos os dias em desistir, em jogar tudo pro ar, pensando até em coisas muuito, mas muuuuito mais escuras nos dias mais dificeis, mesmo assim nós estamos aqui, prontos para a proxima jornada, onde a gente vai sofrer, mas a gente vai aprender algo a respeito disso no final.
Se você chegou até aqui, meu caro amigo, eu só queria te contar a história de como eu descobrir o que, pra mim, é o amor. Amor é o que eu sinto quando olho pra alguém que também me devora com o olhar e as atitudes, amor não é toda a intensidade, todo o fogo, toda a loucura, não! Pode ser um pouco disso, mas principalmente, amor é reciprocidade, é você não ter que se esforçar em mudar 1001 coisas só pra agradar a pessoa, quem você ama e quem te ama de verdade gosta de você por ser quem você é, e é isso que eu quero pra minha vida, amar e ser amado!
Eu não sei se eu e Livia vamos ficar juntos, a gente deve descobrir mais a frente, mas eu sei que eu quero isso, e se o destino(ou o universo, ou deus...) não permitir que a gente fique junto, tudo bem, eu sei agora o que procurar, e que vai existir mais alguém que olhe pra mim do jeito que eu olho pra ela.
submitted by DanteStonecross to desabafos [link] [comments]


2020.09.04 04:18 WalitaPhilipps Não sei demonstrar afeto.

To conversando com uma garota que aparentemente gosta de mim (web namoro lol) e não ta indo muito bem pelo simples fato de eu n ser uma pessoa afetuosa.
Ela me conta do dia dela e eu adoro ouvir mas nunca sei o que falar e nem como começar novos assuntos com ela.
Eu gosto dela, não quero magoar ela, mas eu simplesmente não sei como demonstrar afeto amoroso, nunca tive isso nada vida, cresci num ambiente de criticas e nunca elogios e simplesmente não sei fazer a famosa ''bajulação''.
Ta tão foda q eu to tentando ficar longe do zap pra passar a impressão que estou off, só pq ela me chama e eu nao sei o q falar.

Eu quero falar, mas não sei oq, sera que sou pobre de cultura e interesses?
submitted by WalitaPhilipps to desabafos [link] [comments]


2020.09.02 17:49 _Emiko_ Sou babaca por falar que a minha ex deve terminar com o atual namorado porque ela não esta feliz de verdade?

Olá luba :D, como está?e as gatinhas elas estão bem? :), sou capixaba, então não tenho sotaque, mas usamos muitas palavras como "gastura"(de se sentir desconfortável) e "bota" (de colocar algo) e várias outras palavras que esquecikk
Você pode já estar pensando que "não, você não é a babaca" ou talvez esteja falando que eu sou sim, mas leia atentamente a história, pois ela pode dividir opiniões facilmente
Essa história aconteceu recentemente (essa semana podemos dizer? k) Começou quando eu voltei a falar com a minha ex depois de muito tempo, e saber sobre o motivo ela ter me abandonado antes (alguns meses atrás tinha tentando voltar com ela, porém ela muito insegura por causa da minha infantilidade que eu tinha quando namorávamos, ela meio que "fugiu" e ficou com outra pessoa, mesmo me dando esperanças de que ia voltar comigo na epóca)
Enfim, vamos chamar ela de "Carmen" (é quase o nome real dela mas blz)
A Carmen voltou a falar comigo, porém ela disse que estava num relacionamento com um cara, e que não ia terminar com ele, porque ele ajudou ela muito com os problemas dela até ai eu fiquei de boa com isso, se ela estava feliz é claro (mesmo eu chorando todas as noites sabendo que ela não ia voltar...não por agora...)
enfim, conversa vai, conversa vem, CONVERSA ESTRANHA.... e conversa, constrangedora? chegamos no assunto do namoro dela, perguntei se eles já... (tu sabe....) ela disse que não pois ele estava em tratamento, blz e eu perguntei se ela realmente amava ele
ela disse que não, que me amava ainda, e que estava com ele por tudo que ele fez por ela, e que não podia abandonar ele sem motivo
eu perguntei se ela estava feliz com aquilo
ela disse que "estava", mas que faltava algo (amor, neh, amor)
eu fiquei pasma com aquilo, ela estava com ele por RECONHECIMENTO? e que talvez nem estava tão feliz? falei pra ela conversar com ele sobre os sentimentos deles e chegarem a um acordo, porém ela teimou e disse que não iria fazer isso. enquanto isso, ela me chamava de bebê, que sentia minha falta, que gostava de mim, pediu nudes algumas vezes, e ainda por cima, me dava a ideia de eu VIRAR AMANTE DELA (o que eu não aceitei claro, eu estava perdidamente apaixonada por ela, mas não ao ponto de virar segunda opção dela) o que a deixou bem surpresa, foi eu não ter aceitado. eu estava ficando com esperanças de que ela iria voltar, por causa dessas coisas que ela falava comigo, ela estava realmente me iludindo
teve uma hora que eu confessei que tava mal por ela estar num relacionamento, e que eu ainda a amava muito. sabe oque ela fez? ME MANDOU FICAR COM UM MENINO (mesmo ela sabendo que sou LÉSBICA) e insistiu pra mim fazer isso, como se pra ela, um p*u resolve todos os problemas de carência
eu fiquei muito mal, ficamos um dia sem se falar, até ela chegar pra mim e ser direta comigo (um detalhe, foi tudo por whatsapp pois ela mora no RJ e eu no ES) disse que não ia terminar com ele, por tudo que ele fez pra ela, e que se fosse pra gente parar de se falar por que eu estava mal, ela faria
MAS EU FIQUEI COM ÓDIO REAL, eu comecei a tacar uns "então você prefere parar de falar com uma pessoa que realmente gosta, pra ficar com um cara que você nem ama? e ainda me dando expectativa falando que me ama, me chamando de bebê e me propondo ser sua amante?" continuei:
"você prefere não ter sua própria felicidade com a pessoa que realmente gosta, por causa desse cara?"
"se for pra ser assim carmen, então é melhor pararmos de se falar mesmo, porque eu ao contrário de você, quero ser feliz com quem eu amo de verdade, e não viver uma mentira" eu a bloqueei depois disso
logo depois, meu pai que falava com ela também, me disse que ela disse pra ele que ainda estava com o cara, pois ele está fazendo tratamento de câncer, e ela não pode abandonar ele, e que esta com ele por dó (isso mesmo que ela disse) e que na verdade, gosta dele como um irmão. eu disse que não ligava, e eu realmente não ligo.
eu tenho dó do cara, porque ele ta amando ela sozinho. Eu fico triste em saber que ele ta com câncer e vivendo uma ilusão com uma pessoa que não o ama como um namorado, e sim ama outra pessoa, e que se ele soubesse disso, ele se acharia um peso pras pessoas.
enfim, eu sou a babaca por ficar puta e parar de falar com ela, ou eu devia simplesmente ter aceitado e continuado a falar com ela como se não fosse nada pra mim?
(eu até enviaria prints, mas meio que eu já exclui o contato dela)
submitted by _Emiko_ to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.02 02:59 WalitaPhilipps Arrumei uma web namorada?

Aconteceu a poucos, não consigo elogiar mulher fodase, nao sei pq mas dps de 3 meses desenrolando a coisa mais bonita q eu falo é ''eu quero fumar suas maconha com vc do lado''
eu sou uma pedra, um coringa, um homem sem sentimentos, nunca fui amado e quando me deparo com amor (EU REALMENTE TO FISSURADO NESSA FILHA DA PUTA) eu ajo como um primata que foge da batalha.

Ela falou q gosta de mim inumeras vezes e eu sempre esquivei por medo, pfio, patético, horrivel!
falei q gosto dela e agora ela ta mandando um milhao de audio pra mim q eu n paro de repetir pq a voz dela é fofa fodase porra.

Ainda não consigo acreditar, finalmente hein? é web namoro, mas finalmente esta padra maciça de tristeza bate por alguém! quem diria?
Sempre achei que ia crescer solitario e triste por não conseguir criar laços com ninguém, uma mulher diz que gosta de mim e eu prefiro acreditar que é mentira, simplesmente fragmentado.

A pior parte? eu to com tanto medo de estragar tudo que estou ansioso e não to conseguindo ser eu mesmo.

Oque eu faço galera? preciso de ajuda (Mulheres, por favor, ajudem este imbecil a não ser um babaca patetico com uma mulher que ele realmente gosta, é minha primeira vez e eu sou um completo idiota.

Seguinte, de coração, não sou um incel nem nada dessas fitas, não odeio mulher e sem bem que meu problema com mulher é minha total culpa por ser um fragmentado da cabeça(devo procurar uma teriapia)
submitted by WalitaPhilipps to desabafos [link] [comments]


2020.09.01 22:52 kinoko_okonik Eu sou babaca por não tolerar o comportamento da minha mãe?

(É uma história meio longa) Eu realmente preciso de uma ajuda com isso, vou dar um contexto: eu sou garota, tenho 17 anos, minha mãe me teve muito nova, então quando eu tinha 3 anos, ela conheceu um rapaz brasileiro cuja família morava no EUA e foi embora pra lá, de lá pra cá ela nunca mais voltou, mas conversa diariamente comigo. Eu moro com os meus avós, que eu chamo de pai e mãe, mesmo nossa relação não sendo muito boa a gente convive.
Ok, voltando à história, eu namoro à 9 meses com um garoto maravilhoso, ele me faz muito bem. Minha mãe não gosta dele, mas nunca falou nada sobre, como ele mora perto eu vou na casa dele direto, minha avó gosta bastante dele. Minha mãe fez questão de me ligar, como a gente tava ocupado jogando e dando beijinho eu recusei e mandei uma mensagem de "mãe, eu tô ocupada, depois a gente se fala ok?" Ela não gosta dele, sendo que ela nem conhece ele, e usou disso pra fazer um comentário racista sobre meu namorado (Meu namorado é negro) e reafirmar que ele não gosta dele por coisas que eu disse no passado (Ano passado eu e ele éramos amigos mas nossa amizade tava passando por uma fase ruim já que a gente se gostava mas era muito complicado ficar junto, então eu disse que ele andava muito triste e quieto), ela disse que "ele não dá valor na vida que deus deu pra ele". E eu fui bem clara e falei
Eu: Ainda bem que quem vem aqui sou eu e não você.
Mãe: Opa, olha o jeito que você fala comigo, eu não tô te maltratando.
Eu: Nem eu, mas essa foi uma opinião que eu não pedi, uma piada que eu não gostei (sobre a piada racista que ela fez)
Mãe: Você precisa aprender à rir das coisas, ter senso de humor. Você precisa de pessoas positivas na sua vida.
Eu: Ele é uma pessoa boa, e é mais positivo do que você tá sendo pra mim, ele me faz bem feliz e eu não vou parar de vir aqui porque você quer.
Isso resultou em uma grande discussão que no final eu falei "Desculpa se eu te ofendi". Ela mandou uma mensagem falando que não queria mais falar comigo, ok, passaram 4 dias e eu não chamei ela, não falei com ela sobre nada. Acho que ela esperava que eu fosse chorando pedir desculpa por não aceitar a piada maldosa dela, eu só aceitei o "não quero mais falar com você" e não chamei ela.
Hoje ela ligou para a minha vó, falou mal de mim, do meu namorado, ameaçou parar de ajudar minha vó à pagar as contas. Então eu fui falar com ela, eu comecei à fazer psicóloga faz poucos dias, então eu resolvi torar esse peso das costas pra não precisar encher o saco da minha psicóloga com briga assim e me abri pra minha mãe.
Disse que ela não me conhece direito, que eu quero ser amiga dela, a gente podia resolver tudo isso, pedi desculpa se eu ofendi ele, pedi pra ela me ouvir e disse o quanto meu namorado me faz bem.
Ela me mandou aseguintes mensagens: "Você tá sendo dramática, eu não fiz nada demais e você começa à gritar e ser assim" "Eu não tô podendo com esse tipo de relacionamento, isso é tóxico" "Você tem idade o suficiente pra saber o que é certo e o que é errado"
(Lembrando que eu não gritei com ela afinal em todo esse tempo a gente só trocou mensagens no Whatsapp.)
Eu disse: Ok, se você tá me fazendo mal e eu tô te fazendo mal, eu não vou mais voltar na conversa, desculpa. Eu só queria que você fosse minha mãe e minha amiga.
Ela mandou um áudio de 3 minutos falando pra eu me pôr no meu lugar, eu não sou a dona do mundo, eu nao sou a "fodona". Eu disse que eu nunca disse isso, ela tava pondo palavras na minha boca, ela respondeu falando que eu coloquei nela erros que ela não cometeu e ela é a única que me apoia.
Segue a conversa:
Eu: Eu desculpa, você que tá na defensiva.
Mãe: Claro que eu entrei na defensiva, vocês só me atacam, uma hora a pessoa precisa se defender, não sou saco de pancadas.
Eu: Ninguém tá te atacando, eu falei como eu me sinto, foi pra isso que você me colocou numa psicóloga. Eu não gritei com você, eu não briguei com você, só tô tentando conversar.
Mãe: Coloquei pra ver se você para de ser egoísta, te ensinar à ser mais humana.
Eu: Ela não é professora, ela tá lá pra conversar.
Mãe: Você viu qual o seu erro? Não importa quem esteja errada, eu não vou discutir com ela e cobrar dela uma opinião que não é minha. Se você tem uma opinião, guarde pra si.
Eu: Digo o mesmo, guarda a sua opinião sobre o meu namorado.
Mãe: Não é opinião, é conselho.
Eu: Mas eu não pedi!
Mãe: Você sabe que eu faço brincadeira.
Eu: Eu sei, mas eu não gostei, simples, o limite do humor é quando magoa alguém. (E isso magoou meu namorado, ele ficou extremamente incomodado)
À partir daí ela quis me dar sermão, falou que não vai pedir desculpa, falou pra eu só chamar ela quando eu souber conversar e eu cansei de ser lógica e disse "Ok, eu vou te bloquear, eu cansei de tentar falar com você em paz, você não entende mesmo."
Ela me ligou URRANDO de raiva, disse que eu era uma desgraçada ingrata, eu tava de castigo, não ia fazer mais nada pra mim, se soubesse que eu sai de casa vai tirar tudo que eu tenho, vai cancelar a psicóloga.
Eu quero saber, eu fiz errado em algum momento? Eu não vou deixar ela magoar a pessoa que mais me faz bem nessa vida de forma alguma. Alguém tem algum conselho?
Update: ela me mandou mensagem falando que me mandou dinheiro pra comprar coisas, eu falei "não quero, manda pra (minha vó) pagar conta", eu tô tão brava com ela tentando me comprar que não cabe em mim a raiva.
submitted by kinoko_okonik to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.30 03:54 Teshugou "Preso" ao relacionamento?

Bom, pra começar, tenho 19 anos e nunca fui de ter amigos, relações, nem nada (hoje percebo que eu era beeem estranho socialmente, talvez seja por isso xD). Estou mudando aos poucos, pensamentos, ideias, concepções, sinto que estou me tornando alguém melhor.
Mas o que eu quero falar mesmo é: tem essa menina, fui me aproximando dela e criando sentimentos por ela, até que, cerca de 3 anos atrás, eu já sentia que rolava algo legal entre a gente e fiz um pedido de namoro com flores, surpresas e blablabla, só que ela sempre acabava evitando o assunto e nunca me deu uma resposta, e aí só voltou com o ex dela. Enfim, tristeza, chorei, não superei, afinal, foi uma das primeiras pessoas que eu pude compartilhar felicidades, ansiedades, angústias, sabe? Amizade, eu acho. Tempo passando, a gente se falava beeeeem raramente.
Agora, no início desse ano, a gente foi voltando a se falar e ficando bem próximos (de novo : ). Ela reconhece essas irresponsabilidades dela nesse passado, já pediu desculpas. Meus sentimentos por ela não passaram não xD. Só que dessa vez estou sendo bem transparente quanto ao que sinto por ela, demonstro meu carinho e afeto (já tive problemas por não demonstrar o que sinto, não quero repetir com ninguém). Do mesmo jeito que antes, ela nunca diz como ela se sente em relação a nós dois, também não parece demonstrar sentimentos por mim. A gente já saiu algumas vezes desde então, 3 ou 4 vezes desde o início do ano (quarentena boyz), e ficamos abraçados e de mãos dadas, mas não tocamos no assunto.
Mesmo assim, a gente ainda não namora e, na minha cabeça, isso não vai nem acontecer, sinto que só eu estou me abrindo e tudo vai ser um replay da última vez. Ficamos fazendo companhia um ao outro pelo discord todo dia, mas acho que ela não gosta tanto assim quanto eu. Eu infelizmente só falo com ela, não tenho mais ninguém com quem compartilhar coisas. São sentimentos muito novos pra mim, nunca namorei, nunca beijei, nunca fiz nada :S. Não sei muito bem o que fazer. Por conta disso, me sinto "preso" ao meu relacionamento com ela e sei que no final só vou acabar me machucando novamente.
(tentei dar uma resumida pra não ficar tão grande, só que mesmo assim ficou enorme :c )
submitted by Teshugou to desabafos [link] [comments]


2020.08.28 12:44 Lady_Unicron Sou babaca por ficar com o Crush da minha amiga?

Olá Luba, turma, editores, gatas, papelões mortos e possível convidado(a), pode me chamar de Iron, pois é assim que vão me conhecer.
A minha história é praticamente quando conheci o amor da minha vida que namoro até hoje (não fica mal lubinha, se eu achei alguém, tu também acha).
Tudo começou como um dia normal no nosso “chat/grupo” de conversa, conheci muita gente legal quando entrei pois uma garota havia me visto no app e resolveu ser bondosa e me colocar no grupo, fui recebida muito bem (a maioria era menino, mas não faz diferença), tinha mais 4 garotas além de mim e me tornei bem amiga delas e dos meninos, por eu ser a “novata” eu estava recebendo bastante atenção e uma das meninas não gostou muito, ela sempre queria chamar mais atenção, eu estava de boas quanto a isso.
Eu tinha medo do meu namorado na época por que todo mundo me falava meio mal dele “Ele é muito sério, não é legal” e blá blá blá, um dia fui abraçar ele em uma ação de RPG e ele saiu voando pelo “susto” . . .mas logo voltou (sim. . .a gente conversava e fazia RPG), depois de um tempo ficamos “a sós” e nós ficamos juntos. . .ele me fez voar e no final eu beijei ele. . .a menina apareceu e ficou tentando desviar a atenção, daí já vem a galera me perguntar “você tá gostando de fulano?” e eu fica meio hesitante de falar, mas dizia que sim e sempre falavam “outra que gosta dele” . . .nessa hora eu fiquei meio abalada, mas lembrei que ele não estava namorando, então fui pedir a ajuda dessa menina que vou chamar de Karls. Fui até karls e contei pra ela que eu estava gostando do (vou chamar meu namorado de Lew) Lew, ela começou a me dar um sermão e falando que gostava dele também daí eu comecei a me sentir mal e tentei deixar os meus sentimentos de lado (os: Karls já estava namorando outro cara e tava afim do Lew).
Lew percebeu aquilo e nunca me deixava me afastar e Karls vinha me dar sermão e falar que ia se matar. . .isso me deixava ruim, mas um dia Karls e o Lew estavam brigando e ela fala para ele “Eu te odeio” e ele respondeu dizendo “Mas a Iron(eu) me ama, não é Iron?” eu fiquei tão em dúvida no que dizer e soltei um “talvez” e para tentar aliviar a tenção resolvi brincar também “ah. . .e você me ama, não é?” e ele apenas disse “sim, amo sim” . . .nessa hora ficou eu e um amigo(Sd) meu surtando de alegria, por que ele estava afim da Karls e eu estava tentando ajudar ele a ficar com ela.
Então um dia a gente entrou em Call, primeiro foi só o SD e Lazer (dois amigos meus), depois o Lew apareceu e ficaram me chamando para entrar. . . então entrei na call. . .todo mundo ficou me chamando de fofa por conta da voz. . .até o Lew e eu ficava envergonhada obviamente.
Quando o Lew foi “embora” para terminar a tarefa dele. . .eu estava nas nuvens, ela era totalmente diferente comigo. . .daí o Lazer veio me perguntar na call “Você sabe que o Lew namora né?” nessa hora. . .meu mundo desabou de baixo dos meus pés, se eu não estivesse sentada. . .eu caia com certeza, nesse dia eu xinguei tanto o Lew no privado. . .e chorei que deu até dor de cabeça, ele começou a me contar a verdade, que ele não estava namorando, ele só era amigo da menina que falaram que ele estava namorando, me senti mal por xingar ele e fui xingar o Laser, daí ele me veio falar “eu PENSEI que eles namorassem, já que ficam de abraços e emoji” . . .queria tanto socar ele, mas fazer o que. Um tempo depois a gente começou a namorar e Karls sempre vindo tentar nos separar ou tentar chamar atenção do Lew, mas só ganhava a minha por que eu não gostava de ver ela daquele jeito (ela tinha terminado com o “ex” dela e começado a namorar o SD) e então um dia ela surtou, começou a falar um monte de coisa como “eu te amo, aquele dia que ficamos a sós foi tão bom, por que ela e não eu?” e etc. . .eu queria chorar por que tinha machucado ela, mas o Lew tomou a frente e começou a falar para ela “eu escolhi a Iron(eu) por que ela. . .” e começou a comparar nós duas . . .me senti mal, mas fiquei feliz de ver que ele me achava tudo aquilo, ela saiu do nosso chat/grupo e criou um dela sem nós dois. . .até hoje nosso chat é ativo e ela sumiu por muito tempo do app, mas sempre falava com o SD e o Laser, um dia ela falou que ela tinha traído o SD com a namorada do Laser. . .isso deixou eles abalados. . .todo o sentimento de querer perdoa-la se foi, por que ela machucou os meus amigos.
Sou babaca por namorar o Lew e não querer perdoar ela?
submitted by Lady_Unicron to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.26 17:59 ItsmeMario98 Preciso de ajuda pra entender o que ta acontecendo, por favor

Então galera, é o seguinte:
Há um pouquinho mais de um mês, eu e minha ex terminamos. Ela já tinha me prevenido sobre isso, disse que estava infeliz, que estava me vendo como melhor amigo e não como namorado mas que preferia continuar comigo infeliz do que terminar e me ver sumir da vida dela e, um mês atrás terminamos as coisas oficialmente. Eu estou destruído e ainda me recuperando, nunca pensei que era possível sentir uma dor tão intensa como essa. Nós decidimos continuar amigos, eu por ainda ter esperanças e ela por que diz que gosta muito de mim e pensar que imaginar eu saindo da vida dela seria horrível pra ela. Bom, o fato é que ela já esta apaixonada por outro e quando descobri tive uma crise de ansiedade terrível. O problema é que, nos primeiros dias depois do término, a gente mal se falava direito, era simplesmente bom dia e boa tarde e eu sabia que era porque ela estava feliz e entretida conversando com o outro. Sim, eu sei, que situação humilhante e porque eu me submeteria a isso? enfim, nem eu sei a resposta. O problema é que ultimamente nos aproximamos muito, não no sentido amoroso, como amigos mesmo. As vezes ela fala sobre nosso namoro, características, coisas que aconteceram, ela diz que eu deixei-a mal acostumada para homens e que vai ser difícil ela se contentar com pouco agora e encontrar outro (se bem que ela já achou outro?). Recentemente ela, do nada, perguntou se eu queria ver fotos dela (sim, esse tipo mesmo que você está pensando), isto era algo comum no nosso namoro mas agora que terminamos não tem mais sentido isso. Ela demonstra fazer muita questão de conversar comigo pois sempre puxa assunto, manda bom dia e inicia conversas. Minha pergunta ta é: Seria isso um teste? Por que ela manteria o ex tão próximo sendo que ela já está apaixonada por outro? Por que me mandar fotos desse tipo depois do término?
Eu estou seriamente considerando parar de falar com ela porque ta me fazendo mal mas este que vos fala é um tremendo covarde que não tem coragem para tal. Enfim, estou perdido.
submitted by ItsmeMario98 to desabafos [link] [comments]


2020.08.26 13:37 julx22 Minha amiga quer ser mais que uma amiga...

Gente, bom dia...
Lá vai um texto gigante. Quem não quiser ler, pode ir para o final e pegar o resumão.
Embora muitos vão dizer que isso aqui é reclamar de barriga cheia, isso está me angustiando bastante... Eu tenho uma amiga. Uma BOA amiga com quem eu tenho bastante intimidade. Assistimos filmes grudados, nos abraçamos, trocamos carinho, palavras de conforto, deitamos na mesma cama, etc. E embora eu gostasse de tudo isso por si só, já que não sinto atração sexual nem por ela, nem por ninguém, deixei levar como uma amizade. E assim continuou até pouco tempo atrás.
Tenho percebido diversos sinais de que ela gosta de mim de outro jeito. Rolaram uns flertes aqui e ali, umas caras coradas, uns corações no texto e uns tweets descarados por parte dela que me deixaram todo sem jeito, pois pareciam muito direcionados a mim e sempre ocorriam depois de nossos encontros. Sempre algo do tipo: como certa pessoa me faz feliz e uns posts reclamando da friendzone. Muitos rapazes vão achar graça que sou um homem dando friendzone numa mulher, mas devo advertí-los que isso é algo bastante chato de se fazer e que me causa bastante angústia.
Meus amigos me recomendaram que eu me declarasse para ela, pedindo ela finalmente em namoro. Sim, o que eles dizem faz sentido: eu gosto dela, conheço ela, sei que ela gosta de mim e tenho quase certeza do 'sim'. Mas a questão é: se me sinto completamente satisfeito nessa amizade do jeito que ela está, por que é que eu arriscaria um namoro? Em time vencedor não se mexe! A resposta deles foi a seguinte: "Se ela não te tornar seu namorado, tornará outro cara. E nisso sua linda amizade vai desmoronar rapidamente.". Novamente concordo com a afirmação deles. Mas será que eu me declarar apenas por medo é uma resposta adequada? Não por amor, mas por medo de perder a pessoa!
Eles me dizem que um namoro seria mais interessante que uma amizade, mas eu discordo. Como amigos, somos próximos por escolha. Todos os dias que decidimos ficar juntos, é uma escolha consciente, não motivada por qualquer ator externo, fato social que nos indica que, já que somos namorados, TEMOS que ficar juntos aos fins de semana e TEMOS que nos mandar bom-dia e boa-noite, e TEMOS que sair pra comer alguma coisa de vez em quando, e TEMOS que fazer isso, aquilo e aquilo outro.
Nossa relação iria mudar muito, e para pior. Quando saíamos para comer, ninguém esperava que eu fosse lá buscar ela, que pagasse pela comida de ambos e que a levasse de volta à sua casa. Éramos apenas amigos! Por que é que eu assumiria essa responsabilidade? E por que eu? Estamos em pleno 2020, por que é que sou eu quem tenho que pagar a conta e dirigir? Embora alguns (algumas) de vocês digam que nem toda mulher faz questão disso, é claro que serei comparado com os ex-namorados dela. Sim, a grande maioria foi tóxica e ciumenta, mas eram cavalheiros e faziam tudo o que eu disse acima, de acordo com as expectativas da sociedade. Se eu falhar nisso, serei necessariamente julgado pela família dela, e no pior dos casos, por ela mesma. "Será que não valho o preço do lanche que como? Que minha companhia não vale o preço da corrida de uber?". Meu amor, é claro que vale! Mas e a minha? Se eu o fizesse tudo, me pareceria que só eu aprecio esta relação e nossos encontros, o que seria péssimo para a manutenção deste nosso relacionamento...
Estou bastante angustiado com essa situação. Estou entre a cruz e a espada. Vou resumir em situações:
1- Não me declaro. Continuamos como bons amigos por anos e anos, com esta relação não sendo afetada por namoros.
2- Não me declaro. Em pouco tempo ela arruma um namorado e me joga para escanteio, o que me chatearia bastante.
3- Me declaro. Aparentemente eu me enganei nos sinais que recebi, e ela não deseja nada mais que uma amizade platônica. Isso não afeta nossa amizade.
4- Me declaro. Aparentemente eu me enganei nos sinais que recebi, e ela não deseja nada mais que uma amizade platônica. Isso abala nossa amizade. Torna as coisas estranhas.
5- Me declaro. Começamos a namorar. As expectativas sociais perante ambos de nós e o pacto de exclusividade acaba nos tornando ciumentos e ranzinzas, o que destruirá nossa relação bastante rapidamente.
  1. Me declaro. Começamos a namorar. Sendo ela uma moça fora da caixa, ela de jeito nenhum espera de mim os papeis de gênero impostos ao homem e nosso namoro segue um curso tranquilo.
  2. Independente de como nosso namoro flui, descubro que me declarei erroneamente, pois não sentia nada além de medo de perdê-la, sem amor algum.
Resumão:
Tem uma menina que gosta de mim, mas eu não sei se estou disposto a começar a namorar com ela, pois acho que isto poderia estragar a amizade linda que a gente já tem. De certo modo podemos dizer que quero apenas continuar nesta amizade meio flertante e super íntima indefinidamente, embora saiba que isso é improvável de durar muito. Não estava a fim de ter um relacionamento padrão com ela, mas tenho medo de perdê-la para algum concorrente. E agora?
submitted by julx22 to desabafos [link] [comments]


2020.08.22 02:27 Luizinguitar3 Não aguento mais lidar com merdas de terceiros que refletem até na vida pessoal de quem não tem nada a ver.

Minha mãe é uma pessoa que sempre estudou muito e fez de tudo para nunca precisar contar, financeiramente e/ou emocionalmente com a família que ela tem, no caso, a mãe, pai e irmã dela. Construiu uma carreira na área de química ligada a radiação, hoje é pesquisadora e, apesar de estarmos falidos por causa de terceiros, ganha bem.
Tudo foi bem na medida do possível, até que, em por volta de 2007, meu avô, pai dela e já idoso, foi preso num esquema criminoso aí que rolou (nada muito sério, tipo matar alguém, mas ainda assim crime) e ela teve que gastar boa parte da grana que ela não tinha com advogado para, além dele, minha avó e minha tia que era cúmplices de tudo.
Alguns anos depois dessa treta, minha avó, que não olhava na nossa cara há pelo menos uns 8 anos, oficialmente perdeu tudo que tinha e veio morar aqui em casa, que não é um lugar grande, e ficou quase 5 anos (de 2015 até o final de 2019) nos enchendo o saco, já que ela é uma pessoa extremamente ingrata e egoísta, fazendo com que pessoas que amávamos e que frequentavam nossa casa nunca mais nos visitassem e, de quebra, como tinha sido recém diagnosticada de um câncer, gastando mais dinheiro da minha mãe, porém não dizia nem um obrigado para nada. Uma vez minha mãe sofreu um acidente de carro, chegou em casa visivelmente machucada e ela só foi reparar 3 dias depois (e eram hematomas gigantes no pescoço e braços, ou seja, dá pra ver fácil). Mesmo não querendo e evitando demonstrar, minha mãe sofria muito com isso.
Nesse meio tempo, meu avô saiu da prisão e aí foi mais grana da minha mãe pra sustentar ele agora, que mora com a irmã dele, tia da minha mãe, e, de quebra, ainda teve que pagar dívidas absurdas da irmã dela, que nunca paga o que deve, não faz absolutamente nada para os pais e ainda é extremamente grossa e agressiva com a minha mãe. Entre 2007 e 2015, minha tia morou com minha avó e sentava a porrada nela (na época minha avó tinha entre 70 e 78 anos, ou seja, idosa), e mesmo assim é a filha favorita de ambos até hoje.
Pra coroar a treta toda, no final de 2016 meu pai, que mora com a gente, começou a demonstrar uns comportamentos estranhos e só esse ano (por volta de março se não me engano) finalmente um médico o diagnosticou com uma doença cujos sintomas casam com o que ele tem. Ela se chama demência fronto temporal e, se pesquisarem sobre casos, vão ver que a rotina da pessoa e das que convivem com ela mudam muito devido a isso. De quebra também, o gasto mensal aumentou muito, além de tudo, devido a necessidade de médicos, já que nosso plano de saúde que é o único que conseguimos pagar não ajuda em praticamente nada, e, pra coroar, o salário dele e da minha mãe caíram em mais de 50%. Se não fosse o auxílio emergencial e um auxílio que tô recebendo pela faculdade nem sei o que faria, já que também não ganho lá muita coisa pelo trabalho e, como sou autônomo, não tem como contar muito ainda mais nesse período.
Apesar de ser uma pessoa doce, inteligentíssima, tratar todo mundo bem, todo mundo gostar muito dela e admira-la bastante, inclusive eu, sei que ela tenta muito ser uma ótima mãe, mas não é a pessoa mais atenciosa do mundo em relação a mim e minha irmã. Os únicos assuntos que ela conversa comigo são faculdade e trabalho (ela é acadêmica e sonha com meu doutorado, sendo que nem no terceiro período da faculdade tô). Normalmente, como ela tem que carregar o mundo nas costas, ela se preocupa mais em resolver o que dá pra ser resolvido e tapar o que está ruim com uma peneira até não dar mais e aí precisar resolver.
Meu pai era um excelente pai e realmente não é exagero, mas na situação atual não é como se ele conseguisse dar conta das coisas, mesmo qu minimamente, então ela se sente frustrada e sozinha por ter pedido o suporte dela. Ambos se davam muito bem e foi (e é) bem foda pra ela.
Apesar de eu já ter o diagnóstico médico de depressão há pelo menos uns 5 anos, esse período de pandemia piorou tudo e, além disso, tenho tido crises bem ferradas de ansiedade. Não só devido a minha família, mas também porque namoro uma pessoa cuja mãe é (diagnosticadamente) narcisista, que faz a vida dela um inferno e, apesar de termos um relacionamento foda entre nós dois, eu estou sempre preocupado com o que essa mulher possa fazer. Além disso, mesmo quando não rola nada, não consigo dormir bem. Até malhando e tomando remédios (prescritos) tá ficando difícil e sinto que estou a beira de ter um colapso nervoso. Muitas noites me vejo tremendo, sem conseguir respirar, com pensamentos suicidas e completamente exausto, mas sem conseguir dormir. A única coisa que tenho feito fora de casa é levar meu pai pro mercado e na padaria, porque ele gosta de, nas palavras dele, "dar voltinha" no quarteirão, e ir no banco quando preciso resolver algo. Ou seja, se eu já não tinha muita "vida", agora tá pior ainda.
A questão é que essa parada de, não só minha mãe, mas principalmente ela (que é meio que meu único apoio familiar e na vida além da pessoa que namoro) fazerem tão pouco de mim e do que sou e sinto fica me matando porque não importa quantas vezes eu peça ajuda, ninguém ouve. Tenho muito medo de acabar tendo um colapso nervoso, como já aconteceu antes.
Faço acompanhamento psicológico há uns anos e recentemente (faz uns 3 meses) mudei o atendimento de 1x para 2x por semana, mas o que são só duas (dependendo da semana menos) sessões de terapia para alguém que passa a semana cagado?
E, assim como a pessoa que namoro passa com a mãe dela, ter que lidar com um monte de consequências ruins na vida por causa de coisas merdas que terceiros que pouco tem a ver com a sua (como meus avós, minha tia e minha sogra, por exemplo) e se ver completamente sem perspectiva por causa dos outros é muito ruim.
Não tenho muitos amigos (não que dê pra pedir algum apoio nem que seja pra ouvir como me sinto) e minha família, que já era distante, depois da doença do meu pai simplesmente sumiu.
As vezes sinto que minha mãe quis ter os filhos, mas nunca pensou de fato em como seria cuidar deles, até porque ela nunca teve quem cuidasse dela, então nem faz ideia de como é isso e, de fato, quem era mais ativo no nosso dia a dia, até porque o horário de trabalho dela era menos flexível, era meu pai, então até essa quarentena ela nunca tinha ficado tanto tempo perto da gente e muito menos em casa.
Tenho uma irmã, que é menor de idade, e minha mãe até dá um certo apoio e presença maior a ela por conta disso, mas, no meu caso, é como se eu fosse só uma pessoa que mora de favor aqui. Entendo que muita gente se sente assim depois que faz 18 anos, mas é foda principalmente quando não se tem ninguém para contar, ou ao menos um amigo pra desabafar.
Tenho muita dificuldade em fazer amizades, o que piora tudo, e acho que isso também vem do fato de que, apesar de eu sempre ter sido uma pessoa introvertida e mesmo assim conseguisse fazer uma ou outra amizade, os últimos tempos pra cá, por estar sempre ansioso, preocupado e correndo pra lidar com a minha família, seja porque meu pai não pode ficar sozinho em casa, ou porque trabalho, ou porque deu uma merda nova na vida da minha mãe e ela tem que resolver em cima da hora ou porque minha irmã tomou remédios demais e foi parar na UTI (sim. Já rolou algumas vezes, já que ela também é depressiva).
Para botar a cerejinha no bolo, sou homem trans e comecei com os hormônios há cerca de um ano, logo minha cara tá bem diferente e minha mãe não lida bem com isso, então, querendo ou não, isso também afastou mais a gente. Nas palavras dela quando contei: "eu já tenho um monte de problema pra resolver e você me aparece com mais isso?"
Penso muito em sair de casa, pouco antes da pandemia tava começando a tirar isso do papel, mas sempre que comentava sobre a ideia, como algo hipotético, todo mundo aqui falava que agora não dava, porque eu tinha que ajudar a cuidar do meu pai, e, com a pandemia, desanimei de vez (e o dinheiro todo acabou, pois era isso ou mais dívidas.)
Percebo sim que minha mãe tem uma preferência pela minha irmã, pois, por ela gostar mais de estudar que eu, principalmente coisas tidas como "normais" (normal eu digo coisas que compreendem as áreas de exatas, humanas, línguas e biológicas. Claro que nada é tão simples assim, mas eu faço faculdade de música então forçando a barra acho que deu pra entender a comparação), se for pra escolher quem vai cuidar da casa e do meu pai e quem vai estudar acho que já temos uma resposta. Além disso, a personalidade de ambas é bem parecida.
Realmente não sei o que fazer. Não sei se alguém vai ler até o fim, digitei tudo de uma vez. Só queria me sentir capaz de ter a minha própria vida, não só financeiramente, mas sem situações que bloqueassem completamente qualquer coisa que eu tentasse e automaticamente fizessem com que eu me sentisse cada vez mais sufocado nessa bola de neve gigante.
submitted by Luizinguitar3 to desabafos [link] [comments]


2020.08.19 05:32 dandanyami A ex do meu namorado que virou minha stalker

Ola Luba, papelões zumbis, possível convidado e turma que esta a ver.
Vocês adoraram a história de quando a minha mãe tentou ensinar o médico a fazer a cirurgia então eu vim com mais uma, como o luba ta de ferias e acho que não tem como ir pra video vou dar mais detalhes.
Algumas informações importantes para a história, eu namoro a 10 anos em um relacionamento aberto, quando começamos a namorar ja decidimos que ia ser aberto e da super certo com a gente, e foi com nosso estilo de relacionamento que começou essa confusão que me persegue até hoje, essa historia acontece ao mesmo tempo que eu acompanho minna mãe nos exames e cuido da relação cirurgica dela da historia anterior.
O ano era 2017, eu e meu namorado iamos a eventos geeks todos os anos e por conta de estagio e faculdade eu não iria conseguir ir, mas meu namorado foi, depois desse evento em que ele acobou fazendo varias amizades ele se aproximou muito de uma menina que vou chamar carls, carls aparentemente tinha muitos gostos em comum comigo e por isso ele queria apresentar ela pra mim, e eu tinha pouquissimos dias livres, eu trabalhava num projeto da faculdade e quase sempre taca fazendo pesquisa e discutindo com minha orientadora, quando não estava no estagio ou no hospital com a minha mãe. Então eu conversei e mostrei pra ele os dias que eu poderia sair pra conhecer a Carls.
Ele tentou marcar varias vezes de sair com ela e comigo mas ela nunca podia, mas quando não era meu dia livre ela podia qualquer hora, e bem, eu sou distraida mas não sou burra entao eu me liguei que ela poderia estar a fim dele e estivesse bolada com a minha existencia, então como uma pessoa civilizada eu falei com meu namorado deixando claro sobre o que eu achava e que se ela e ele quisessem algo era ok, mas ela ia ter que entender que eu e ele estavamos juntos e ela não poderia me evitar pra sempre.
Quando ele tentou conversar com a Carls sobre isso ela negou tudo, e eu e ele somos o tipo de pessoa que se alguém diz "não" é não e seguimos a vida, a pesar que eu ainda achava que alguma coisa esquisita tinha, a prova veio em um dia que ele ia sair com ela e minha orientadora me ligou cancelando a reunião, eu falei com o meu namorado e ele disse "vem comigo então porque ela não tem nada hoje, vai dar pra vocês se conhecerem" quando estávamos prestes a sair pra encontrar com ela, ele mandou uma mensagem perguntando se ela ia, ela disse que sim e então ele avisou que eu ia junto, na hora ela arrumou uma desculpa dizendo que nao poderia ir, e eu só olhei pra ele e disse "ela não gosta de mim, ela com certeza esta apaixonada"
No dia seguinte eu sai do hospital depois de acompanhar minha mãe nos exames e fui fazer compras, eu sabia que eles iam sair só que eu não sabia onde e coencidentemente fui no shopping que eles estavam, vi eles de longe conversando, ela me viu, fez a maior cara de cu que ja vi e puxou meu namorado pra longe antes que ele me visse.
Eu sou uma pessoa tranquila e não tenho ciumes mas eu realmente odeio que me tratem de maneira grosseira quando nao fiz nada, entao eu falei pra ele que eu nao gostava dela, que nossa relação era aberta mas tinha respeito então esperava que ele me respeitasse e nao tentasse mais me envolver com ela, e ele me respeitou nisso, nao falou mais sobre ela pra mim e estavamos de boa, ate eu perceber que ele tava ficando muito mal.
Eu perguntei o que tava acontecendo e ele resolveu falar, essa menina tinha se declarado pra ele, eles saiam juntos e estavam meio que serios, eu não tinha problema pra isso, eu também saia com algumas pessoas de vez em quando, o problema é que a menina começou a falar que tinha depressão e ia se matar e era tudo culpa do meu namorado, ele me mostrou algumas partes de conversa com ela e me perguntou o que ele fazia pra ajudar.
Eu sensata e sabendo que aquilo era abusivo e uma maneira dela controlar ele, eu disse claramente que eu nao queria ele daquele jeito, que ela tava fazendo mau pra ele e que era pra ele se afastar dela pois ela estava sendo abusiva, quando ele falou com ela que eu não aprovava mais eles juntos, ai ela tentou ir atras de mim, me chamar sair pra me conhecer e falando que amava ele, eu falei pra ambos que aquilo não era problema meu, que eles fariam o que queriam mas se eu visse o meu namorado daquele jeito de novo ia foder com ela.
Eles tentaram por alguns meses mas a menina ainda era super abusiva e vivia ameaçando se matar e falando que era tudo culpa dele, e ele realmente tava preocupado, ela se fazia de vitima pros amigos dele dizendo que eu era ciumenta e tava perseguindo ela, e eles acreditaram nela e ficaram morrendo de dó, até que um dia em um surto de raiva ela me chamou de puta e falou que se eu morresse ninguém ia sentir minha falta pro meu namorado e foi ai que ele percebeu que tipo de pessoa ela era e ele terminou na hora.
Ai voces podem pensar, a historia acabou não? Bem o circo começou a pegar fogo com o termino deles pois uma vez que ela tava falando que ia se matar (motivo daquela vez: ele demorou 5min pra responder o whats) a bateria do celular dele acabou enquanto ele tentava acalmar ela e ele usou o meu pra ligar pra ela e se certificar de que ela não ia fazer besteira.
Carls tinha meu numero, ela pegou algumas fotos do meu insta, criou um tinder falso com fotos minhas se passando por mim e passava meu whats falando que eu tinha fetiche em ser xingada, ela fez isso por dias ate que o meu namorado comentou casualmente que eu tinha ido na policia, depois daquele dia os caras do tinder pararam, mas ai comecou perfis fakes desses numeros gerados em site me mandando fotos de pau tirados do google e me xingando.
Ela de tempos em tempos cria uma conta nesses sites pra mandar fotos de pau e me xingar, vou deixar o print da ultiza vez que foi bem recente, vai fazer tres anos mas essa menina me stalkeia ate hoje, cria perfil fake pra ver o que faço nas redes sociais e esses perfis de whats pra mandar mensagem, minha namorada de São paulo e meu namorado acreditam que ela tem ódio demais pra não ser alguma paixão secreta por mim. O que vocês acham?
http://imgur.com/a/DjX32JE foto da última
submitted by dandanyami to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.18 03:04 gatasou Destruindo relacionamento de terceiros

Oi, pra você que está lendo esta história. Tudo bem? Espero que sim. No ano de 2018, ocorreu um reajuste em uma das escolas do meu município, essa escola agora teria o período integral, assim fazendo com que alguns adolescentes se mudassem para a escola onde estudo. Eu estudava no período da tarde na classe do 8 ano. Bom na escola que tinha o período integral quantia apenas alunos do ensino médio, dai mais ou menos um grupo de 5 pessoas se mudaram para o 1 ano do ensino médio a tarde. Nesse grupo havia dois meninos que eram bem amigos, vou chamá-los de Rayano e Tatiano, eu achei o Rayano bem bonitinho, mas não tinha coragem de conversar com ele, porque eu tinha uns sérios problemas de baixa autoestima , era sério de verdade desde coisas simples até coisas mais extremas, exemplos: eu me comparava toda hora com a minha amiga porque na minha cabeça ela era simplesmente boa em tudo e também tinha todas as características físicas que um menino gosta, vou chamá-la de Cléo, porque ela meio que faz parte da história. O Tatiano mandou mensagem para mim ou foi eu que mandei mensagem para ele, não lembro direito, conversávamos muito éramos bem amigos e ele já sabia que eu gostava do Rayano. eu ficava o dia inteiro observando o Rayano na escola, para você ter uma noção eu não lembro de nada que estudei naquele ano só lembro que tinha um professor de história surper bom. Continuando o Tatiano contou para o Rayano que eu gostava dele isso foi no meio do ano, dai o Tatino deu uma ajuda para eu conseguir ficar com ele. A gente ficou no mês de outubro, eu e o Rayno era tão burros que ficamos dentro de uma sala na hora no recreio e basicamente todo mundo viu, deu quase um B.O, mas o Tatiano conversou com o espetor e ele deixou passar. No dia seguinte não fui a aula pois não estava muito bem, estava com um nó na garganta (vontade de chorar, não sei porque) um pouco de enjoo e com dor de cabeça, bom era minha ansiedade. O resultado foi, perdi o aniversário do meu amigo e ainda durante o dia que estava em casa recebi uma mensagem desse meu amigo que fazia aniversário dizendo “como você pode fazer isso??” eu sem entender nada perguntei do que ele estava falando ele disse “Esse seu fogo na bunda desmanchou o relacionamento do fulano” e eu perguntei o que aconteceu e ele me contou, resumindo, o Tatiano teria gravado um vídeo quando eu tava ficando com o menino lá e esse vídeo teria chegado, não sei como, na mãe de um amigo meu que achou que era a namorada do filho dela, porque eu sou bem parecida com a menina, bom a mãe do meu amigo fez com que ele meio que terminasse com a garota lá porque ela tinha certeza que era ela no vídeo, eles terminaram. E depois de tudo isso acabei descobrindo que o Rayano gostava da Cléo na verdade. E eu fiz coisas muito vergonhosas só para chamar atenção dele, uma vez inventei que tinha mandado uma carta para ele, era mentira mas realmente eu tinha escrito uma carta para ele, eu lembro que na carta tava escrito várias coisas nada a ver que não fazia sentido nenhum kkkkkkkk. E uma vez eu perguntei para a Cléo se eu podia ver um negócio no celular dela e ela disse que sim, dai eu fui no WhatsApp dela e procurei pelo nome do Rayano e fui até o começo da conversa para ver quem tinha mandado mensagem primeiro, e tinha sido ele, nesse dia eu fiquei muito triste, em casa eu chorei muito. Bom e foi assim que destrui um relacionamento, espero que tenham gostado e vocês não fazem ideia de quanto chorei quando basicamente colocaram a culpa em mim no término do namoro e ainda fico com essa paranoia de que o Rayano ficou comigo por pena. Bom é isso ;)
submitted by gatasou to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.17 17:44 JujuNescau SOU BABACA POR ME AFASTAR DA MINHA AVÓ?

Olá turma Luba, turma, gatax, editores, restos mortais dos papelões e tudo que há de bom, meu nome é Julia e tenho uma avó obsessiva. Sou fruto do namoro de dois adolescentes, minha avó sempre deu muito suporte pra minha mãe (coisa que nem a mãe dela fazia e morreu sem fazer), cedeu uma das casas dela pra minha mãe morar comigo, mesmo depois dos meus pais terem se separado, comprava as minhas coisas (comida, roupas, fraldas... enfim), sei que isso é muito gentil da parte dela, mas não passava de um meio de manter minha mãe e, consequentemente, me manter perto dela, ela foi um anjo até minha mãe começar a trabalhar e se tornar independente das vontades dela (mainha não gosta de viver as custas de ninguém e nem de ser dependente), bem a partir daí a máscara começou a cair, o primeiro passo da minha avó foi expulsar minha mãe da casa dela, só com um ventilador, a roupa do corpo e eu; depois tentou me sequestrar, depois botou minha mãe na justiça dizendo que ela não era capaz de cuidar de mim, que ela era uma prostituta, que ela usava o dinheiro que meu pai mandava pra mim pra uso próprio, que eu não ia pra escola (eu realmente não ia, até porquê eu não tinha idade pra isso, mAS minha mãe teve que me enfiar em uma pra não perder minha guarda) e mais uma porrada de mentiras, ela obviamente não conseguiu processar minha mãe. Como nos finais de semana eu ficava com minha avó, já que meu pai ficava viajando com as namoradas dele, ela me comprava brinquedos, lanches, me levava pra passear e tudo mais pra tentar me convencer a ficar com ela, eu amava muito minha avó, apesar de quase tudo que ela fazia me irritar, até porquê eu não sabia desse trelelê todo que tinha acontecido entre ela e minha mãe, não, minha mãe nunca me contou isso ou denegriu a imagem da minha avó pra mim. Minha avó parou com as atitudes absurdas que ela fazia, mas em 2016 ou 2017 ela voltou a tentar me envenenar e me botar contra as minhas irmãs, que eu moraria com ela e que eu ia poder ficar em paz no meu quarto, que eu ia estudar na Zona Sul e ficou 6 meses tentando me convencer a viajar com ela pros EUA (eu sei que isso soa meio white girl problem mas bota fé, não é, minha avó nunca tinha agido daquele jeito comigo, eu tava com medo de viajar com ela) e inclusive disse que minha mãe não tem mais direto do que ela de saber do que acontece na escola. Contei essas coisas pra minha mãe e ela me falou toda a história, foi muito chocante pra mim ficar sabendo disso, toda a imagem dela de vovozinha acabou ali, de uma semana pra outra eu comecei a agir de uma forma totalmente diferente com ela, eu sou bem grossa e gosto de ficar sozinha, mas eu comecei a praticamente ignorar minha avó, eu não queria simplesmente explodir na cara dela então tentei me afastar. Minha ignorância durou por uns 2 ou 3 anos, quando comecei a frequentar a igreja, repensei sobre minhas atitudes com minha avó, eu tentei aos poucos me reaproximar dela, apesar dela jogar alguns comentários ofensivos em relação a coisas que me diferem dela (como minha religião, gosto musical e meu jeito simples de vestir) eu realmente estou tentando voltar a ter aquela antiga relação que eu tinha com ela. Essa história me deixa muito mal e eu não sei se deveria me reaproximar dela mesmo ou não, não falo pessoalmente com ela a mais de 5 meses por causa do coringão e porquê ela está em quarentena em outro país. Eu sou babaca por ter sido ignorante com minha avó?
submitted by JujuNescau to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.16 20:32 AltinoAlagoinhas Amizade, Sexo E a escolha das Mulheres.

Ok, textão pq eu não tô sabendo organizar essas ideias na minha cabeça.
Primeiramente, eu sou um cara relativamente "presença" eu tenho 1,89 de altura, isso é relevante pois aqui na cidade onde eu vivo o caras não são tão altos e isso combinado com eu ser jogador de Vôlei em uns times amadores por aqui, meio que me dão uma certa vantagem em conseguir atenção de mulheres. Eu não tenho talento suficiente pra ser profissional e altura não é tudo, mas eu gosto de jogar.
Recentemente meu namoro acabou e eu comecei a refletir mais sobre minha posição e atitudes e como eu sou percebido por homens e mulheres e se isso esta me impedindo de manter um relacionamento solido.
Do ponto de vista dos meus amigos homens, eu tenho a vida que eles pediram a Deus e não ganharam na loteria. Eu tenho relacionamentos bem curtos,, variando de semanas a meses, onde esse ultimo foi o mais longo uns 10 meses e o Covid foi o que provavelmente deu essa vida extra. E nesses períodos sem relacionamento eu sou um tanto quanto bem eficaz em conseguir sexo casual(digo não mais que algumas transas com cada pessoa).O que desperta uma certa inveja nos caras, eles me elogiam e brincam, mas eu sinto o tom de rancor escondido por trás das brincadeiras e que as vezes escapam quando eles estão mais alcoolizados.
Uma vez eu cometi o erro de tentar animar um camarada que tava sofrendo depois de uma serie de rejeições, ele veio com "tu pega todo mundo e eu não pego nem as sobras" e tentei dizer algo assim "Calma, isso não é uma competição,qualquer hora vc se da bem,podia aproveitar pra malhar um pouco e etc". Pra que eu fui dizer isso, o cara ficou em tempo de chorar de raiva,"Não é competição pra vc que é um gigante e as mulheres fazem fila, nenhum treino no mundo vai me deixar mais alto ou bonito". Na hora eu não entendi o que eu falei de errado, depois eu vi que ele entendeu o que falei como pena pela inabilidade dele de conseguir atrair mulheres.
Aqui eu tenho que dar um contexto, aqui no meu circulo de amigos,talvez essa cidade (não tenho como saber), tem essa crença entre os homens que é mais fácil transar de cara(logo nos primeiros encontros) com uma mulher que não gosta de vc, mas te acha sexualmente atraente do que se ela tiver intenção de te namorar, a logica por trás disso é que ela pode sentir desejo pelo cara, mas não gosta dele como pessoa ou acha que vai ser traída o que deixa ela livre pra "dar" de primeira sem se preocupar se o cara vai perguntar se ela chegou em casa bem no dia seguinte. E tem os caras que elas tem intenção de criar algo solido e esses vão ralar pra levar elas pra cama,pois elas tem medo de ser vistas como fáceis. No geral nunca me importei com isso pq com o tinder outros app e o modo mais agressivo que as mulheres se aproximam de mim faz essa teoria soar muito machista e produto de ressentimento de caras rejeitados.
Mas ai uma semana atras, essa conhecida minha da academia começou a falar de amizade e sexo e então descobri que ela é lésbica, e na conversa ela disse que era opção pessoal dela nunca se envolver com amigas que ela não quisesse perder, mesmo existindo o conceito de amizades com beneficio(que ela abomina) e tal ela só se relacionou com 2 "amigas" que ela não se importava em cortar relações,o argumento dela é que relacionamentos sexuais dificilmente acabam amigavelmente e ela não quer correr esse risco com amigas que ela preza muito.
Enfim, essa duas ideias tão se chocando na minha cabeça agora, pq eu tô achando que eu sou vitima disso, que as mulheres já se aproximam de mim achando que vai ser só pra passar uma chuva(com medo de ser traídas ou simplesmente não gostam da minha pessoa mas me acham atraente).O que meio aponta pra ideia dos caras, nesse últimos 3 anos eu tive muitos casos de "uma noite" onde eu nem sei se fiquei no final da lista de contatinhos delas. Eu não uso Apps de encontros onde ´sexo casual é supostamente a norma, Meus encontros são sempre da academia, trabalho, cursinho e etc. O que deveria facilitar relacionamentos sólidos.
Eu sei que um relacionamento depende de inúmeros outros fatores, mas se os meus ja começam com data pra expirar, vale a pena investir nisso?
É isso, quem leu até aqui sem ficar entediado agradeço, quem se decepcionou foi mal. só precisava escrever pra tentar organizar melhor minha mente, pq segunda eu volto ao batente.
submitted by AltinoAlagoinhas to sexualidade [link] [comments]


2020.08.16 07:36 AwfulSheep12 A NAMORADA DOIDA SEI LÁ ELA É DOIDA

Olá editores maravilhosos, chapas de papelão, felinos fabulosos, espectadores, plantas e aquele deus grego chamado luba
(starei usando pronomes neutros pra me referir a mim msm ok, só pra vcs n acharem q é erro de digitaçãokkkkkk)

Bom, la eu estava, começo de namoro com uma menina né. Super boiola super feliz e tal mas ela sempre foi mesmo surtada sabe... Vou chamar ela de Rainara pq sim . Bem, até ai td bem, ela só dava umas surtadas e gritava com meus amigos e eles falavam pra mim largar ela pq ela não era boa pra mim e ela me tratava mal e tals, nunca dei bola pra isso pq eu tenho um sério problema em me apegar nesse tipo de pessoa por isso sempre me f0d0 na vida :) Enfim, uma vez ela surtou, jogou livro e cadeira no professor e deu murro na parede, ficou putinha e tals nem sei pq (n somos da mesma sala então fiquei sabendo disso pelo meu primo) e ela me aparece no RECREIO com umas faixa na mão, qnd perguntei oq foi ela falou do negocio da parede, a menina arrebentou a mão na parede :) Acho que até ai ok, n foi nada sério. Uns dias dps ela começou a me tratar mal, a gnt tava desenhando e conversando na biblioteca da escola um dia e ela começou a berrar cmg falando q e sou horrível, um lixo e q n mereço ela e só faço ela se sentir mal sendo que eu nunca coloquei ela pra baixo, sempre ficava do lado dela e elogiava ela sempre q eu podia, eu era o tipo de namorade boiolinha que dava abraço e beijo sem motivo pq sou carente... Sempre dei o meu melhor pra ela ficar feliz e ela ja chegou até a me bater uma vez. Bom, terminamos dps de um tempo pq eu já tava cansade dela sendo tão abusiva cmg, não me deixava sair com meus amigos e qnd eu saia ela fala q eu n ligava pros sentimentos dela e n amava ela essas parada ai... Certo, segui os conselhos dos meus amigos e meu ultimo neuronio funcional e terminei com ela e ela deu um chilique hj ela ta com minha melhor amiga e elas tem um romance boiola que eu sempre quis (tipo trocar all star, assistir filme abraçadas e andar na chuva juntas) e to começando a achar q o problema é eu, ja contei essa história pra minha atual e ela disse que ela q tava errada mesmo e q fiz bem em cortar contato com ela...
Enfim, essa foi a história da louca que conheci na escola eu falava com ela de vez em quando antes da quarentena mas ai paramos de se falar pq eu bloqueei ela em tudo até do pensamento :)
Hoje tenho uma pessoa q gosta bastante de mim, me ama (eu acho neah) e se importa cmg.
Moral da história: Não taquem merda na parede e espera q vai dar certo, conheça a pessoa pq ela pode te machucar dependendo das tuas escolhas, não entrega o cu de graça não
é isso obg por ler vlw flw desculpa o textão 👉😎👉
submitted by AwfulSheep12 to TurmaFeira [link] [comments]


ELA GOSTA DE MIM?? Namoro à distância: como saber se ele gosta de mim? MINHA NAMORADA NÃO GOSTA MAIS DE MIM - VRCHAT - YouTube BELA FERNANDES GOSTA DE MIM ? * Será que ela é FAKE ? * Trollagem Ele/Ela gosta de mim? Sou correspondid@ no amor? 6 SINAIS QUE ALGUÉM GOSTA DE VOCÊ SERÁ QUE ELA GOSTA DE MIM?

Minha aluna falou que sou misterioso... Será que é porque ...

  1. ELA GOSTA DE MIM??
  2. Namoro à distância: como saber se ele gosta de mim?
  3. MINHA NAMORADA NÃO GOSTA MAIS DE MIM - VRCHAT - YouTube
  4. BELA FERNANDES GOSTA DE MIM ? * Será que ela é FAKE ? * Trollagem
  5. Ele/Ela gosta de mim? Sou [email protected] no amor?
  6. 6 SINAIS QUE ALGUÉM GOSTA DE VOCÊ
  7. SERÁ QUE ELA GOSTA DE MIM?

BAIXE NOXSECURITY E PROTEJA SEU CELULAR! CLIQUE NO LINK OU PESQUISA NA GOOGLE PLAY: https://link.noxinfluencer.com/zg46dy Minha namorada RaparigaBoss me trai... Neste vídeo PABLO TROLLOU UMA FAKE DA BELA FERNANDES COM A MÚSICA IMATURO DO JÃO E A FAKE DISSE QUE ... *OBS : Este vídeo é de Entretenimento e para você dar muita risada e se divertir ... E você, já ficou insegura (ou inseguro) com uma relação à distância? A resposta para a Lu pode ajudar você também! Quer mandar sua pergunta? Envie pelo Instagram ou Twitter: @rampa ... Será que vc recebe todo amor que dá a ele/ela? Veja o vídeo e acabe com sua dúvida! Veja a resposta do Baralho Cigano. Será que vc recebe todo amor que dá a ele/ela? ... Ele/Ela gosta de mim ... ENCONTRO NO RIO DE JANEIRO: 25/08 ÀS 18H - PASSE SEU WHATSAPP NOS COMENTÁRIOS. QUER APOIAR MEU TRABALHO? (Itaú) Agencia: 8172 Conta Corrente: 07399-4 Natália Garcia de Nobrega Abreu AMO ... Um namoro pode ser o início de uma das experiências mais emocionantes que você poderá ter no decorrer de sua vida. Quando uma pessoa está realmente gostando de outra ela geralmente demonstra ... NAMORO A DISTANCIA! - Duration: 12:37. ... 12:37. Gustavo Mioto - Ela não Gosta de Mim (Clipe Oficial) - Duration: 3:36. Gustavo Mioto Recommended for ... Será que ele gosta de mim?? - Duration ...